quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Presas fazem motim em penitenciária recém-inaugurada

Qui, 18 de Outubro de 2012 11:03
181012pirajui
Trinta detentas provocaram tumulto e danificaram a Penitenciária Feminina de Pirajuí

Reportagem do JC Net (http://www.jcnet.com.br/Regional/2012/10/presas-fazem-motim-em-presidio.html)

A recém-inaugurada Penitenciária Feminina de Pirajuí (58 quilômetros de Bauru) registrou seu primeiro motim. Por mais de 12 horas, cerca de 30 detentas teriam se recusado a voltar para as celas, além de provocar tumulto, danificar a unidade e ameaçar agentes penitenciárias. A reportagem apurou que a causa da revolta seria o regime de disciplina que elas têm que seguir no local.
O motim teve início na tarde de anteontem e só terminou ontem de manhã, após a ação do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) – força especial da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). Presas de um dos pavilhões se recusaram a voltar para as celas e exigiram a presença de uma diretora na unidade para entregar uma carta com reivindicações.
O JC apurou que as detentas, a maioria vinda da capital, estariam descontentes com a rigidez imposta pela Penitenciária, que estipularia horário para banho de sol e refeições, entre outras regras de convivência. Após a presença da diretora, e com a situação já controlada, algumas presas teriam tentado convencer colegas de outros pavilhões a se amotinarem.
As “indisciplinadas” teriam sido levadas para uma área de isolamento, o que voltou a gerar um clima de instabilidade na unidade. Elas chegaram a colocar fogo em cobertores e ameaçar agentes penitenciárias de morte. Revoltadas, as demais detentas teriam se amotinado e passado a arremessar objetos do interior das celas na direção das funcionárias.
Conforme apurado pela reportagem, algumas presas chegaram a fazer menção a uma conhecida facção criminosa. Ontem pela manhã, a equipe do GIR de Marília foi acionada para dar fim ao motim. Denúncias dão conta de que uma detenta chegou a ficar ferida durante a ação, mas sem gravidade. A reportagem não conseguiu entrar em contato com a SAP.

21 comentários:

  1. Filhas de uma P***! O que elas querem? Pensam que estão em um spa? E que devem ser tratadas como sim senhora?! Abraçaram B.O de malandro e agora ficam tirando nossa paciência! Trana dura mesmo!!! Tomara que a direção de Pirajuí não dê passo pra trás!

    ResponderExcluir
  2. Mas só faltava essa!!!! Pau nelas!!!

    ResponderExcluir
  3. Foi lindo rsrsrs eu estava lá... tranca dura mesmooooo e se der trabalho de novo, Gir de novo adoroooo!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Por que sera q a noticia do motim desapareceu do site do Sifuspesp? lamentável hein...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PORQUE A NOTICIA É UM EXAGERO. HOVE SIM UM PROBLEMA, POREM CHAMAR ISSO DE MOTIM É MUITO SENSACIONALISMO. MAS AS PESSOAS PREFEREM DAR CREDITO A NOTICIAS VEICULADAS EM CERTO JORNALECOS. LAMENTÁVEL!!!!!

      Excluir
  5. AS presas estão achando que a Feminina de Pirajuí é a Gozolanândia!!! As agentes levam as presas para o pavilhão disciplinar e a supervisora passa a mão na cabeça delas e desce as presas para o pavilhão de novo. Desautoriza as agentes e diretores na frente das presas, ameaça comunicar as agentes. Tira toda a autoridade das agentes. É por isso que as presas estão se achando. Lá já trocou o supervisor, a Diretora de Centro de disciplina (duas vezes) o diretor de CTE, o diretor de portaria, o diretora de Núcleo de Inclusão. Se houve motim, foi por culpa da DG e da Supervisora que são umas incompetentes. Tratam as agentes como criminosas.A opressão é contra as agentes!! É visível o desgosto das agentes dessa Unidade prisional. Passou da hora de trocar a direção!!! Ninguém está vendo o que está acontecendo!!!Daqui alguns dias vamos estar vendo notícia de agressão contras as agentes!! Acorda SAP, Acorda Secretário!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ouvi conversa que o pavilhão indiciplinado nem na tranca ficou e que as citadas acima querem colocar a culpa de tudo nas agentes e na chefia pelo ocorrido! Se isso realmente está acontecendo , precisa ser investigado! A unidade é muito nova para acontecer tudo isso.

      Excluir
    2. ROUPA SUJA SE LAVA EM CASA

      Excluir
    3. Se isto realmente está acontecendo, a Sap deveria investigar, pois colocam pessoas em cargos de confiança que não tem preparo algum, só por terem um "carguinho" se acham melhores que os outros, investigação neles.

      Excluir
    4. Pelo jeito vc conhece de cadeia, devia assumir a disciplina ou então é alguem que acha que cadeia é pra ficar de brincadeira. Por isso que tem diretor, pra evitar que pessoas idiotas como vc fiquem dando palpite.Se não está bom ai, volte pro lugar de onde veio.

      Excluir
  6. É uma pena!!! Uma unidade tão nova e já com esse tipo de problema!! Depois quando o agente tira licença, é ele o folgado que não quer trabalhar!! Quem é que vai aguentar alem dos detentos, a pressão por parte da direção? Por certo as agentes desta unidade devem ser ASP I, tem medo de enfrentar a diretoria!!Lamentavel!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc tem razão são ASP I, em estágio probatório, então a diretoria fica se achando e querendo comunicar as funcionárias a toda hora.. só que ordem absurda não se cumpre.

      Excluir
    2. Mas as coisas podem ser simplificadas, todo orgão tem superiores, denunciem os absurdos, mas coloque o nome em baixo para que a denuncia possa ser apurada pra valer. ficar de conversinha pela internet é sinal que não são verdadeiras as denuncias.
      acredito que o Diretor vai ordenar ordem absurda, pq ninguem é bobo. mas se fizer, faça sua parte.

      Excluir
  7. E a diretora ainda humilha as agentes, dizendo para prestarem outro concurso, que nao servem para trabalhar lá. quem nao serve é a diretoria incompetente !!! fora !!! Acorda gente acorda !!!

    ResponderExcluir
  8. A falta de ética de certas pessoas chega a ser lamentável!!!

    ResponderExcluir
  9. A SAP não enxerga que a diretora quer brincar na Penitenciária da mesma forma que ela brincava de cuidar de um CR! É mais fácil ameaçar funcionários do que enfrentar presas, presas quais ela não precisa mais buscar na rua e passar a mão na cabeça... Dá a chave na mão dela e manda ela trancar o raio!!! Ela não precisa de funcionários!!! É mais fácil comunicar funcionários do que por presas no castigo...

    ResponderExcluir
  10. E a supervisora que humilhou presa logo após a inauguração em sua sala qdo diretora de rh agora passa a mão na cabecinha das presas... lendo direitinho a cartilha da diretora hein!!! Santo pró labore...

    ResponderExcluir
  11. Verdade... dessa eu não sabia, conta mais ai pra nós, o povo quer saber.....

    ResponderExcluir
  12. GENTE, GENTE! PÁRA! Vcs acham que o indício de grande amizade entre Diretora e Secretário vai derrubá-la do cargo, deve ser farinha do mesmo saco...

    ResponderExcluir
  13. Que absurdo coordenador da região Noroeste e Secretário estão esperando a situação se agravar na Penitencária feminina de Pirajuí para mudar a Direção geral, pois quem tem competência tem, não e por indicação, amizades com alto escalão da Secretária. Neste motim uma presa corre o risco de perder a visão, funcionárias trabalhando sobrê pressão, ameaças por parte da Diretoria e aliados, se tudo isso não bastasse varios Diretores com larga experiência e competência que estavam designados mão foram aceitos pela Diretoria Geral por não fazer parte de sua cupúla, além de ficar defamando funcionários antigos do sistema. Que vergonha.

    ResponderExcluir
  14. Que feio, ao invés de ficar falando besteira por que não se organizam e reivindicam melhorias, ou falta Cú pra isso.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.