sábado, 24 de novembro de 2012

SAP está sendo avaliada e Policias Militar e Civil terão novos comandantes, segundo o G1.



Segundo o site G1;
"Outra secretaria importante que estaria sendo avaliada é a da Administração Penitenciária, comandada por Lourival Gomes. A diferença é que uma mudança na pasta teria de ser feita pelo governo."

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/11/mauricio-blazeck-chefiara-policia-civil-em-sp-e-benedito-meira-pm.html
Mauricio Blazeck chefiará Polícia Civil em SP, e Benedito Meira, a PM

Mudança deve ser anunciada na segunda-feira (26).
Troca ocorre após posse do novo secretário da Segurança.





Do G1 São Paulo


Os responsáveis pelo comando das polícias Civil e Militar de São Paulo serão substituídos. A decisão foi tomada um dia após a posse do secretário da Segurança Pública, Fernando Grella, que assumiu a pasta na quinta-feira (22). O novo delegado-geral da Polícia Civil será Luiz Mauricio Blazeck, enquanto o comandante-geral da Polícia Militar será Benedito Roberto Meira.

A mudança deve ser anunciada na segunda-feira (26), conforme informou Renata Lo Prete no Jornal das Dez, da Globo News.

saiba maisGrella defende conciliar respeito aos direitos humanos e combate ao crime
Com ex-secretário, SP teve 93 PMs mortos no ano e alta da violência
Mortos em SP tiveram ficha checada antes de ataques, diz delegado-geral

Com a mudança, deixarão o cargo o comandante-geral da PM, Roberval França, e o delegado-geral Marcos Carneiro de Lima. As alterações na cúpula da Segurança são as primeiras anunciadas na gestão de Grella.

Benedito Meira ocupa atualmente o cargo de secretário-chefe da Casa Militar. Blazeck é o atual delegado Divisionário da Assistência Policial.

Cargo à disposição
O delegado-geral Marcos Carneiro de Lima já havia anunciado na quinta-feira (22) que entregaria o comando da Delegacia-Geral de Polícia (DGP) em consideração ao então secretário da Segurança Pública (SSP), Antonio Ferreira Pinto, que o havia convidado para a função.

A saída de Carneiro foi confirmada um dia depois de ele também ter dito que parte das vítimas executadas nos ataques no estado tiveram suas fichas criminais pesquisadas horas antes de serem mortas. Policiais militares são investigados por suspeita de pertencerem a grupos de extermínio de criminosos. Uma facção criminosa ordenou os assassinatos de policiais em agosto. Desde então, os PMs estariam montando milícias para matar bandidos como forma de vingar a morte dos colegas de farda.

Quando foi empossado no Palácio dos Bandeirantes, o secretário da Segurança havia dito que iria discutir eventuais mudanças nos setores responsáveis pela segurança no estado.

Outra secretaria importante que estaria sendo avaliada é a da Administração Penitenciária, comandada por Lourival Gomes. A diferença é que uma mudança na pasta teria de ser feita pelo governo.

A permanência do diretor da Polícia Técnico-Científica, Celso Perioli, também foi questionada por pessoas ligadas à cúpula da Segurança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.