domingo, 30 de dezembro de 2012

GIR na Record News(vídeo)

Mesmo sem receber grandes incentivo do governo, com falta de efetivo(claro que as unidades também tem falta de efetivo), ou até mesmo sem regulamentação por decreto ou lei governamental, o GIR faz um excelente trabalho, muitas vezes exercendo um trabalho voluntário e improvisado.

É claro que não se compara ao trabalho que os(as) companheiros(as) realizam nos raios, ou no dia a dia dentro de uma unidade prisional, porque depois que o GIR se retira, quem fica são os(as) companheiros(as) da unidade, sem "lenço e sem documento", ou seja, sem arma e sem capacete.

Acredito que o GIR deveria ser regulamentado por lei ou decreto e que os critérios para participar fosse mais democrático, não da forma que é atualmente, geralmente(salvo raras exceções) participam apenas quem os dirigentes querem.

Deveria ser permitido para todos candidatos, com testes ou uma espécie de concurso interno, é óbvio que teriam que ser testes específicos e baseado na aptdão do candidato, independente se os dirigentes gostem dele ou não.

Seria interessante a criação de um GIR Feminino também.

 
Essa matéria é de julho desse ano, como eu estava em campanha, confesso que não tinha visto ainda.
 
 
 
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.