segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Uso de farda fora de serviço é vetado em Guarulhos



Era só o que faltava...
É como se estivessem dito, já que não podemos com eles, vamos nos esconder...

Fontes: http://atarde.uol.com.br/brasil/materias/1470731-uso-de-farda-fora-de-servico-e-vetado-em-guarulhos

http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/uso-de-farda-fora-de-servico-e-vetado-em-guarulhos

http://noticias.r7.com/sao-paulo/uso-de-farda-fora-de-servico-e-vetado-em-guarulhos-03122012
Seg , 03/12/2012 às 08:39

Uso de farda fora de serviço é vetado em Guarulhos

Artur Rodrigues e Bruno Paes Manso | Agência Estado



Esconder a farda a caminho ou na volta do trabalho virou regra em Guarulhos. A ordem foi dada depois que o setor de inteligência polícia descobriu que o Primeiro Comando da Capital (PCC) ordenou que integrantes da facção matem dois PMs do 15.º Batalhão em 30 dias - já se passaram 8 desde então.


A facção quer vingar dois criminosos mortos em outubro em Guarulhos após um assalto a banco. Em um ano em que 95 PMs foram mortos, os integrantes da corporação já mantinham rotina discreta. Mas, agora, até mesmo usar o uniforme parcialmente é proibido. "O comando proibiu andar de farda ou meia farda, que é só a calça e a bota, na condução, de moto ou a pé para que não sejamos alvos de ataque", disse um cabo do 15.º Batalhão.


"A polícia está de luto neste Natal, todo mundo tem um amigo que foi morto", acrescenta o policial. Os PMs dizem que, sem a farda, têm de pagar o ônibus - eles têm direito à gratuidade da passagem quando andam devidamente identificados.



O porta-voz da PM, capitão Sérgio Marques, confirmou a proibição. "O objetivo é preservar os policiais de ataques. Principalmente sobre a dobradinha de andar de moto e fardado, que deixa o policial mais vulnerável", diz. Segundo ele, outra medida tomada foi diminuir as folgas para aumentar o efetivo na rua. "Só de equipes das Forças Táticas são 30 em Guarulhos, o que refletiu na diminuição de homicídios", diz Marques.



No sábado (01) à noite, mais um PM foi morto. O subtenente da reserva, Luiz Carlos Ribeiro, foi baleado em uma briga de bar, na zona oeste de São Paulo. As mortes de PMs ganharam destaque no mesmo dia no jornal The New York Times. À tarde, bandidos mataram o ex-PM Claudio Honório de Moraes foi morto em frente a um bar em Guarulhos. Outras cinco pessoas ficaram feridas. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

6 comentários:

  1. Jenis ouvir um comentário de um présidio na cidade de Jales-SP, sabe dizer se procede. Até porque naquela região em num raio de 150km não há unidade prisional.

    ResponderExcluir
  2. k.k.k.é isso que os Brasileiros criaram com a nossa tolerancia mil.

    ResponderExcluir
  3. Em pirajui na Penitenciaria Feminina estamos sendo obrigadas a sair acompanhando 20 presas do semi aberto para trabalhar varrendo as ruas da cidade e nós com uniforme e a bandidas com o uniforme da prefeitura pq elas não podem sofrer preconceito e nós podemos correr riscos....

    ResponderExcluir
  4. GATA, NAO USE A CAMISETA, JA Q VC SE DISPOE A FAZER TRABALHO NA AREA EXTERNA. PARTICULARMENTE EU NAO FARIA, NAO TEM ESSA DE SER OBRIGADA, SERVIÇO NA EXTERNA FAZ QUEM QUER FAZER, MAIS CADA UM É CADA UM...SOU DE BAURU E TRABALHO EM REGINOPOLIS, BEIJU BOA SORTE

    ResponderExcluir
  5. Jenis vc sabe informar se realmente ira construir o cdp de nova independencia e se vai fazer mais uma penita em lavinia.....

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.