quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Agente penitenciário é baleado em cidade paulista.

Fonte: http://www.diariodemarilia.com.br/Noticias/124518/Agente-penitencirio-baleado-e-bancrio-agredido-e-esfaqueado-em-noite-violenta
Agente penitenciário é baleado e bancário agredido e esfaqueado em noite violenta

Por sorte, os ferimentos em ambos não foram graves e eles não correm risco de morte. Nenhum suspeito pelos crimes foi identificado e preso pela polícia, que investiga



O final da noite da última terça-feira (6) ficou marcado pela violência em dois assaltos registrados pela polícia em Marília em um espaço de tempo de apenas meia hora. Na zona norte, um agente penitenciário resistiu a ação criminosa e acabou baleado com sua própria arma. Já na região central, um bancário foi agredido e esfaqueado diversas vezes. Por sorte, os ferimentos em ambos não foram graves e eles não correm risco de morte. Nenhum suspeito pelos crimes foi identificado e preso.

De acordo com informações da Polícia Militar, o primeiro caso aconteceu por volta das 23h na rua Quitéria Pereira, no Palmital. O agente penitenciário O.M.S., 26, chegava em sua casa quando foi surpreendido por uma moto com dois ocupantes.

Na sequência, um dos homens segurou a vítima pelo pescoço e tentou retirar a arma que ela carregava, porém efetuou um disparo que atingiu o lado direito das nádegas. O tiro assustou os assaltantes, que fugiram em alta velocidade em sentido ignorado sem levar nenhum pertence do seu alvo.

O agente penitenciário foi rapidamente levado por familiares ao Hospital das Clínicas, onde recebeu atendimento médico e passa bem. Enquanto ele era socorrido, policiais militares faziam diligências pela cidade, sem sucesso.

Trinta minutos depois, por volta das 23h30, enquanto viaturas ainda procuravam por suspeitos da primeira tentativa de roubo, o bancário J.L.G., 50, era surpreendido por três homens ao parar com seu carro no semáforo localizado no cruzamento das ruas Carlos Gomes e Maranhão.

A ação dos criminosos foi rápida. Sem dar tempo de reação, eles agrediram o bancário com socos e ainda desferiram golpes de faca pelo corpo dele para, em seguida, entrar no automóvel. Os ladrões fizeram ameaças de morte e exigiram que a vítima entregasse todo o dinheiro que tinha e dirigisse pelo caminho indicado por eles.

O bancário entregou R$ 60. Os assaltantes o mandaram estacionar pela rua Arthur Calina, no Costa e Silva, na região sul da cidade, e desembarcaram, fugindo a pé em direção desconhecida.

A vítima comunicou o ocorrido e foi socorrida pelo Resgate do Corpo de Bombeiros também ao Hospital das Clínicas. Segundo a equipe médica da instituição, ele sofreu ferimentos superficiais nos dois braços, pescoço e também no rosto. Após ser medicado, ele foi liberado.

Novo alerta geral foi emitido na cidade pela Polícia Militar. Várias buscas foram desencadeadas, mas novamente ninguém foi preso. Ambos os casos foram registrados no Plantão Policial e estão sendo apurados pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais). A autoria dos crimes ainda é desconhecida.

6 comentários:

  1. coitado do agente alem de levar um tiro na bunda vai responder uma baita sindicancia e sua arma sera apreendida pela bosta da policia civil de sp .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SINDICANCIA NÃO VAI DAR PORQUE ELE TAVA DE FOLGA E O TIRO PEGOU NELE MESMO CERTO.E NO CASO NO I.P.ELE PODERA ALEGAR LEGITIMA DEFESA POREM SÓ DEU AZAR DE TOMAR O TIRO.TENDEU JÃO?

      Excluir
  2. Teve um ASP em Osasco II que comprou uma Pistola 938 ja faz um tempo, a arma na mão dele ninguem ficava perto, ai ele mesmo atirou no pé dele depois ele falou que foi um assalto, eu acho que e mesmo esquema logo logo a verdade vem a tona, o historinha mau contada desse ASP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos os agentes de Marilia concordam com você, inclusive a policia civil diz que não vai nem investigar, o local do fato é um lugar tranquilo, bairro familiar, muita gente na rua no horário do suposto evento, entendeu.......

      Excluir
    2. O amigo este ASP que vç ta falando deu um tiro no pé dentro da portari e ele não falou nada de assalto,digo porque eu estava presente, o apelido dele era 13.

      Excluir
  3. Melhoras para o colega de profissão e ao bancário. Que Deus Abençoe ambos !

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.