quarta-feira, 7 de agosto de 2013

'Barrado' desde 2002, crack volta a prisões de São Paulo, segundo a Folha SP. Porque e como estava "barrado"?


Para os que discordam da grande influência do crime organizado no sistema prisional e quando dizem essa realidade vive dizendo que querem apenas dar visibilidade a essa facção, me responda:

Os presídios paulistas ficaram todo esse tempo sem crack, sem cachaça e sem facas porque?

Se você acha que é devido a política eficiente do governo PSDB nesses 18 anos, esqueceu que foram apreendidos 8.000 celulares só no ano passado(muitos já dentro dos presídios), além da grande quantidade de cocaína e maconha que são encontrados nos presídios paulistas, podendo ser comprovado nos B.Os. das apreensões feitas pelos HONRADOS servidores penitenciários. 

Sabemos muito bem disso, mas alguns teimam em não querer ver a verdade, de querer tampar o sol com a peneira, sabemos também que o grande culpado disso tudo, são os governantes, pois sempre reclamamos a falta de SCANNER CORPORAL, BLOQUEADORES DE CELULAR, CÃES FAREJADORES, FALTA DE SERVIDORES PENITENCIÁRIOS, HIPERLOTAÇÃO DE PRESOS nos presídios paulistas, temos unidades que trabalham com mais do triplo da população carcerária e menos de um terço dos agentes penitenciários necessários no fundão da cadeia.

Ah... já participei de "blitz" que foram encontrados mais de 50 facas e muitas garrafas de "maria louca"(bebidas alcóolicas feitas de forma artesanal), faz uns dez anos que dificilmente se encontram facas e essas bebidas nas unidades prisionais paulistas. Porque será???

http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/08/1322217-barrado-desde-2002-crack-volta-a-prisoes-de-sao-paulo.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.