quinta-feira, 26 de setembro de 2013

População divide espaço com presidiários nos hospitais paulistas.(vídeo)


Veja matéria televisiva no link abaixo:
http://www.ifronteira.com/multimidia-videos-52776
 


 

16 comentários:

  1. O PRESO ROUBA, MATA, NAO CONTRIBUI PARA A SOCIEDADE E TEM PRIORIDADE NO ATENDIMENTO. ENQUANTO VOCE SEU TROUXA, QUE PAGA IMPOSTOS E CONTRIBUI PARA A SOCIEDADE VAI FICANDO PARA TRAZ. DA PROXIMA VEZ PENSE BEM ANTES DE VOTAR

    ResponderExcluir
  2. Aqui no CDP Diadema teve uma vez , onde um preso ocupou um quarto sozinho ( 3 leitos) no Hospital Piraporinha por varios dias até uma vaga no CHOC, pq o preso era louco , acabou quebrando quase tudo no quarto recem reformado. No entanto no pronto socorro tinha gente jogada pelo chao sem leito para ser atendido... Culpa de tudo isso mais uma vez é do PSDB e nossa querida SAP, ....

    ResponderExcluir
  3. Mas isso não é novidade... Este ano nos 12 meses acho que fique uns 7 meses no Regional de Osasco....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parceiro, na boa...voce ficou porque quis.
      Já faz tempo que o ASP não tem mais a obrigação de acompanhar mala no hospital. Essa obrigação é da PM.
      Aqui nas unidades da região não ficamos mais já faz bem uns dois anos e meio.
      Vou tentar achar a Resolução Conjunta e postar aqui. Se algum companheiro tiver...por favor.
      Nessa parte as diretorias daqui da região "trincaram" conosco e fizeram valer a Resolução.

      Excluir
    2. Achei a Resolução:

      RESOLUÇÃO SSP-231/2009 - ESCOLTA DE PRESOS
      DOE de 03/09/2009, executivo 1, página 67
      Resolução SSP – 231, de 1º-9-2009
      Regulamenta as atividades de escolta de presos
      O Secretário da Segurança Pública
      Considerando o imperativo de máxima eficiência da segurança durante os necessários deslocamentos de presos;
      Considerando a necessidade de racionalizar o emprego dos recursos humanos e materiais dos órgãos que lhe são subordinados;
      Considerando, ainda, a necessidade de priorizar a atividade de polícia judiciária, afeta com exclusividade à Polícia Civil, resolve

      Artigo 1º – Incumbe à Polícia Militar, no território do Estado ou fora dele, a escolta de presos, provisórios ou definitivos sob qualquer regime de cumprimento de pena, recolhidos nos estabelecimentos prisionais sob administração da Secretaria da Segurança Pública, SSP, ou da Secretaria da Administração Penitenciária, SAP, nas suas movimentações para comparecimento em Juízo, em quaisquer Comarcas do Estado, nos deslocamentos para fins de submissão a tratamento médico, psicológico, odontológico ou hospitalar ou nas remoções entre os referidos estabelecimentos prisionais.

      Parágrafo Único – Constitui, também, atribuição da Polícia Militar a guarda de presos, provisórios ou definitivos, vinculados a estabelecimentos prisionais da Secretaria da Segurança Pública, SSP, ou da Secretaria da Administração Penitenciária, SAP, que deva ser exercida em hospitais, casas de saúde, consultórios, ambulatórios médicos ou odontológicos e estabelecimentos de saúde congêneres, em todas as áreas do Estado.

      Artigo 2º – Incumbe à Polícia Civil, em todo o território do Estado, o transporte e a escolta de presos, desde suas unidades até o estabelecimento prisional de acolhimento inicial, dos presos autuados em flagrante delito e dos capturados por força de mandados judiciais.

      Artigo 3º – O Delegado Geral de Polícia e o Comandante Geral da Polícia Militar, no âmbito das respectivas atribuições, disciplinarão, em atos administrativos próprios, as atividades tendentes ao fiel cumprimento desta Resolução.

      Artigo 4º – Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas todas as disposições que lhe forem contrárias.

      Excluir
  4. ESSES CARCEREIROS NÃO MUDAM MESMO.

    ResponderExcluir
  5. S.A.P. ( secretaria de amor ao preso )

    ResponderExcluir
  6. Pois é, enquanto uns criticam com razão, pois é um verdadeiro deboche quanto o preso chega para um atendimento, só fata o tapete vermelho... Essa Secretaria é uma comédia mesmo, o governador é uma comédia, o secretário é uma comédia, e o povo também é uma comédia, pois é capaz de votar de novo no PSDB, ai tudo fica como está... não adianta, está tudo errado mesmo, ESSES VAGABUNDOS SÃO TRATADOS A PÃO DE LÓ, O GOVERNO GOSTA DE MALTRATAR OS TRABALHADORES E PASSAR A MÃO EM VAGABUNDO, o Brasil precisa mudar, mas pra isso, valorize o seu voto... não vote em vagabundo, dá nisso!!!!

    ResponderExcluir
  7. Então pessoal eu acho o seguinte a população de são paulo tem mais é que si fuder mesmo 20 anos de psdb em são paulo i não aprende, ano que vem aquele inseto do alkmin vai entregar um trecho de trem i a população imbecil vai votar nele de novo .

    ResponderExcluir
  8. MENTALIDADE MEDIOCRE DOS "AGENTES PENITENCIARIOS". AO ENVÉS DE FICAR PERSEGUINDO PRESOS, PORQUE NÃO VÃO ESTUDAR PARA MELHORAR DE VIDA.

    ResponderExcluir
  9. Nao sei mais o que é pior pra nos, se é o governo do PSDB ou se é o governo do PT.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza o atual governo, que durante todo este tempo que esteve governando não fez nada para reconhecer nosso trabalho.

      Excluir
  10. Cade a resoluçao Anônimoquinta-feira, setembro 26, 2013 9:16:00 PM ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taí a Resolução:
      RESOLUÇÃO SSP-231/2009 - ESCOLTA DE PRESOS
      DOE de 03/09/2009, executivo 1, página 67
      Resolução SSP – 231, de 1º-9-2009
      Regulamenta as atividades de escolta de presos
      O Secretário da Segurança Pública
      Considerando o imperativo de máxima eficiência da segurança durante os necessários deslocamentos de presos;
      Considerando a necessidade de racionalizar o emprego dos recursos humanos e materiais dos órgãos que lhe são subordinados;
      Considerando, ainda, a necessidade de priorizar a atividade de polícia judiciária, afeta com exclusividade à Polícia Civil, resolve

      Artigo 1º – Incumbe à Polícia Militar, no território do Estado ou fora dele, a escolta de presos, provisórios ou definitivos sob qualquer regime de cumprimento de pena, recolhidos nos estabelecimentos prisionais sob administração da Secretaria da Segurança Pública, SSP, ou da Secretaria da Administração Penitenciária, SAP, nas suas movimentações para comparecimento em Juízo, em quaisquer Comarcas do Estado, nos deslocamentos para fins de submissão a tratamento médico, psicológico, odontológico ou hospitalar ou nas remoções entre os referidos estabelecimentos prisionais.

      Parágrafo Único – Constitui, também, atribuição da Polícia Militar a guarda de presos, provisórios ou definitivos, vinculados a estabelecimentos prisionais da Secretaria da Segurança Pública, SSP, ou da Secretaria da Administração Penitenciária, SAP, que deva ser exercida em hospitais, casas de saúde, consultórios, ambulatórios médicos ou odontológicos e estabelecimentos de saúde congêneres, em todas as áreas do Estado.

      Artigo 2º – Incumbe à Polícia Civil, em todo o território do Estado, o transporte e a escolta de presos, desde suas unidades até o estabelecimento prisional de acolhimento inicial, dos presos autuados em flagrante delito e dos capturados por força de mandados judiciais.

      Artigo 3º – O Delegado Geral de Polícia e o Comandante Geral da Polícia Militar, no âmbito das respectivas atribuições, disciplinarão, em atos administrativos próprios, as atividades tendentes ao fiel cumprimento desta Resolução.

      Artigo 4º – Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas todas as disposições que lhe forem contrárias.


      Excluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.