segunda-feira, 14 de outubro de 2013

16 suspeitos de participarem do CRBC são presos após ação do MP.


CRBC é uma das facções que existem nos presídios paulistas, mas ficam em pouquíssimos presídios, não chega nem a 5% da população carcerária.
Observe que na maioria dos presídios paulistas não se encontra facas em blitz, mas nesse presídio encontraram 103 facas, segundo o site Terra.
Fonte: http://noticias.terra.com.br/brasil/policia/sp-16-sao-presos-apos-acao-do-mp-contra-faccao-criminosa,4eba5d855c7b1410VgnVCM10000098cceb0aRCRD.html
14 de Outubro de 2013•13h24 • atualizado às 13h26

SP: 16 são presos após ação do MP contra facção criminosa



Dezesseis pessoas foram presas durante operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), denominada Operação Revolução. Os detidos são suspeitos de fazerem parte da facção criminosa Comando Revolucionário Brasileiro da Criminalidade (CRBC), que predomina na penitenciária José Parada Neto, de Guarulhos, no Centro de Detenção Provisória (CDP) III de Pinheiros e na colônia do semiaberto do Belém.



Dos 17 alvos da operação, 16 foram presos. Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas cidades de Guarulhos, Americana, Itapecerica da Serra, no interior de São Paulo, e Tamandaré, em Pernambuco.



O líder da facção, conhecido como Velho Rinaldo, foi preso na cidade de Tamandaré, em um casarão próximo ao mar. Com ele, foram apreendidos um revólver calibre 38, 19 munições, R$ 59.000,00 em espécie, celulares e veículos. Foram apreendidos com os demais comparsas celulares, veículos e documentos.



A operação também promoveu o ingresso e revista realizada por 80 homens do Grupo de Intervenção Rápida - GIR e de outros 80 servidores da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP-SP) na penitenciária José Parada Neto, que resultou com a apreensão de 29 celulares, 38 chips, 4 cartões de memória, 103 facas, 26 porções de maconha e 26 porções de cocaína.



10 comentários:

  1. os presos aplicavam o " GOLPE DA TIA " com ajuda de 6 funcionários que já foram transferidos para outras unidades ,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Golpe da tia é quando a irmã do meu pai vem correndo e me dá uma voadora na coluna com os dois pés, ao estilo subzero

      Excluir
  2. pqp, essa geração nova de GP tá phoda... nem sabe o que é o golpe da tia... essa é mais velha que o diretor de pinheiros II, o velho Mun-rá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elvis, você deveria ter mais respeito ao comparar o Diretor de Pinheiros II desta maneira maldosa, afinal, Ele em muito tentou te ajudar e não deste valor.

      Excluir
  3. Além da tiração, pois lá tem GP honesto, ainda tenho q ler essas bizarrices aqui....tinha GP convocado que foi esculachado la mesmo a algum tempo atras pelas mesmas razões que os seis relatados num comentario e se achando o honesto....como se lá, não soubessemos da sua caminhada....raça desunida de.............vamos chegar a lugar nenhum assim....

    ResponderExcluir
  4. Rolei de rir com o velho mun-rá....kkkk o ser eterno.....kkkkkk... o mun-rá foi carcereiro do Império...kkkkk

    ResponderExcluir
  5. Alias, só pra contar, tem plantao diurno que faz ao menos 02 blitz por semana e no total achamos mais celulares que esses ai mencionados....tiração total isso aí, embora ela aconteça por conta da existencia de alguns lixos no nosso convivio...

    ResponderExcluir
  6. mun-rá foi de doer... o DG de lá nao viu o dilúvio, mas ainda pisou na lama

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo. Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook,
Jenis de Andrade no Orkut e
@jenisdeandrade no Twitter.