terça-feira, 8 de outubro de 2013

Presos usam corda para conseguir celular em CDP paulista.

Fonte: http://www.dgabc.com.br/Noticia/486813/presos-usam-corda-para-conseguir-celular-em-cdp-de-diadema?referencia=ultimas-editoria
Presos usam corda para conseguir celular em CDP de Diadema




Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC



Agentes penitenciários do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Diadema descobriram mais uma forma usada para tentar jogar celulares dentro da unidade. E esta não poderia ser mais explícita: uma corda que ligava a tela de proteção do pátio, onde os detentos tomam sol, a um poste da Rua Caramuru, na entrada principal da cadeia.

Dois detentos confirmaram serem os autores da ideia. Eles aproveitavam o momento de banho de sol para jogar a corda, que tinha uma pedra embrulhada em uma meia amarrada em uma ponta e os aparelhos telefônicos na outra. Ambos responderão por dano qualificado ao patrimônio público.

Os agentes penitenciários suspeitaram após, no último sábado, flagrarem seis aparelhos celulares jogados dentro do pátio da unidade, além de três chips, baterias e carregadores. Por isso montaram campana para verificar como e de onde poderiam estar entrando os objetos proibidos.

É pelo menos o décimo caso envolvendo entrada de celulares na cadeia diademense neste ano.


O Governo Estadual reiterou a intenção de instalar bloqueadores de celulares nos presídios paulistas. Segundo a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária), só no primeiro semestre deste ano foram apreendidos 6.300 telefones com detentos, contra 13.248 em todo o ano de 2012. A unidade local do CDP tem 1.383 presos onde cabem 576.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.