quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Concursos ASP Feminina e AEVP/2013; Convocação para o TAF.

Veja o local e horário que você fará a prova do TAF no link abaixo:
http://www.imprensaoficial.com.br/PortalIO/Home_1_0.aspx#29/01/2014

Ao entrar no link, clique em CADERNO EXECUTIVO I do dia 29/01/2014, da página 127 à 135.
Para os candidatos a AEVPs, clique em CADERNO EXECUTIVO I do dia 29/01/2014, da página 135 à 144.
ASPs femininas.

ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA
GABINETE DO SECRETÁRIO
DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS
Centro de Cadastro e Registro de Pessoal
SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA
CONCURSO PÚBLICO – AGENTE DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIA
DE CLASSE I (SEXO FEMININO E MASCULINO)
(ref. EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES E INSTRUÇÕES
ESPECIAIS 1/2013)
EDITAL CCP 11 DE 28-1-2014
CONVOCAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA DE CONDICIONAMENTO
FÍSICO
(somente para o cargo 001 – Agente de Segurança Penitenciária
de Classe I – sexo feminino)
A COMISSÃO DE CONCURSO PÚBLICO, constituída no
Departamento de Recursos Humanos da Secretaria da Administração
Penitenciária pela Resolução SAP nº 202, de 27/09/2012,
publicada no DOE de 28/09/2012, que cuida do Concurso Público
para o cargo de Agente de Segurança Penitenciária de Classe
I (sexo feminino e masculino), regido pelo Edital 1/2013 (Edital
de Abertura de Inscrições e Instruções Especiais), publicado no
DOE de 16/01/2013, retirratificado pelos Editais nº 018/2013 e nº
110/2013, publicados, respectivamente, no DOE de 28/02/2013
e de 21/08/2013, CONVOCA unicamente as candidatas do cargo
001 – Agente de Segurança Penitenciária de Classe I (sexo feminino)
para a prova de condicionamento físico.
1. A realização da prova de condicionamento físico para as
candidatas do cargo 001 – Agente de Segurança Penitenciária
de Classe I (sexo feminino) obedecerá, integralmente, às respectivas
datas/horários/prédios, de acordo com o que consta dos
itens 5.1. até 5.6. deste Edital.
1.1. QUADRO-RESUMO DA APLICAÇÃO (em ordem cronológica
de data de aplicação)
CIDADES - DATAS - LOCAIS
Bauru - 23.02.2014 - Prédio 0101
UNESP - BAURU - FC - PÇA DE ESPORTE DO DPTO. EDUCAÇÃO
FÍSICA
AV. LUIZ EDMUNDO CARRIJO COUBE, S/Nº (PRÓX RADAR
DA UNESP)
VARGEM LIMPA
São José do Rio Preto - 08.03.2014 - Prédio 0501
CENTRO ESPORTIVO INTEGRADO DO ELDORADO - PISTA
DE ATLETISMO
AV. MONTE APRAZIVEL, 2640
ELDORADO
Ribeirão Preto - 09.03.2014 - Prédio 0401
CEFER - CENTRO DE EDUCAÇAO FÍSICA E ESPORTES -
SEÇÃO TÉCNICA
VIA DO CAFÉ – ACESSO PORTAL DA USP – GUARITA AO
LADO DA FORP – USP
VILA MONTE ALEGRE
São Paulo - 16.03.2014
e
22.03.2014 - Prédio 0601
CLUBE ESCOLA SANTO AMARO – JOERG BRUDER
AV. PADRE JOSÉ MARIA, 555
SANTO AMARO
Campinas - 23.03.2014 - Prédio 0201
CENTRO DE ESPORTES DE ALTO RENDIMENTO - SECR.
MUNIC. DE ESPORTES
ROD. ANHANGUERA, KM 89,5
SWISS PARK
Presidente Prudente - 05.04.2014
e
06.04.2014 - Prédio 0301
UNESP-FCT-BLOCO DE AULAS 3 - PISTA ATLETISMO E
GINÁSIO DE ESPORTE
RUA ROBERTO SIMONSEN, 305
CENTRO EDUCACIONAL
2. A candidata deverá COMPARECER ao local da prova com
antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos do horário estabelecido
para o seu início, não sendo admitidas retardatárias,
sob pretexto algum, após o fechamento dos portões.
3. Somente SERÁ ADMITIDA no local da prova a CANDIDATA
QUE ESTIVER:
3.1. MUNIDA de um dos seguintes documentos de identificação
em original, com foto que permita a sua identificação,
uma vez que nenhum documento ficará retido:
a) Cédula de Identidade (RG) ou Registro de Identidade
Civil (RIC);
b) Carteira de Órgão ou Conselho de Classe;
c) Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
d) Certificado de Alistamento Militar;
e) Carteira Nacional de Habilitação (expedida nos termos da
Lei Federal nº 9.503/97);
f) Passaporte;
g) Carteira de Identidade expedida pelas Forças Armadas,
ou pelas Polícias Militares ou pelos Corpos de Bombeiros
Militares;
3.1.1. A candidata que não apresentar um dos documentos,
conforme disposto neste Edital, não realizará a prova de
condicionamento físico, sendo considerada ausente e eliminada
deste Concurso Público. Não serão aceitos – para efeito de
identificação – por serem documentos destinados a outros fins:
Boletim de Ocorrência, Protocolos de requisição de documentos,
Certidão de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral, Carteira
Nacional de Habilitação (emitida anteriormente à Lei nº
9.503/97), Carteira de Estudante, Crachás, Identidade Funcional
de natureza pública ou privada.
3.2. MUNIDA de atestado médico (em original). Esse
atestado deverá ser entregue no dia de realização dessa prova,
observando-se, ATENTAMENTE, que esse/nesse atestado médico:
a) deverá ser proveniente de órgão de saúde ou de clínica
de saúde ou de médico;
b) deverá ser emitido em data não superior a 30 (trinta) dias
a contar da data da aplicação dessa prova (conforme quadroresumo
constante do subitem 1.1. deste Edital);
c) deverá constar, expressamente, que o candidato está
APTO para realizar a prova de condicionamento físico deste
Concurso;
d) deverá conter: local, data, nome e número do CRM do
profissional médico que elaborou o atestado (os quais poderão
ser apresentados por meio de carimbo, ou impresso eletrônico,
ou dados manuscritos legíveis do médico que emitiu o atestado,
acompanhado da sua assinatura); e
e) deverá estar redigido nos moldes do constante no Anexo
IV do Edital de Abertura de Inscrições, e que consta transcrito
a seguir:
ANEXO IV - MODELO DE ATESTADO MÉDICO (para a prova
de condicionamento físico)
TIMBRE/CARIMBO DO ÓRGÃO DE SAÚDE OU DA CLÍNICA
DE SAÚDE OU DO RECEITUÁRIO DO MÉDICO
Atesto, sob as penas da Lei, que o(a) Senhor(a) _________
________________________________________________
________________ , portador(a) do RG _________________
, UF _______ , nascido(a) em _____ / _____ / ______ ,
encontra-se APTO(A) para realizar testes de esforços físicos
exigidos para a prova de condicionamento físico, a fim de concorrer
ao cargo de Agente de Segurança Penitenciária de Classe
I, do Edital de Concurso Público nº 001/2013, da Secretaria da
Administração Penitenciária.
_____________________________ (local e data)
(obs. a data deste atestado não poderá ultrapassar 30
(trinta) dias corridos de antecedência da data da prova de
condicionamento físico)
_____________________________________________
Nome e número do CRM do profissional médico que
elaborou este atestado, os quais poderão ser apresentados por
meio de carimbo, ou impresso eletrônico, ou dados manuscritos
legíveis do médico que emitiu este atestado, acompanhado da
sua assinatura
4. A candidata fica CIENTE de que a prova de condicionamento
físico será realizada na conformidade dos dispositivos
constantes do Capítulo 9 do citado Edital, os quais seguem
abaixo transcritos na íntegra:
9 – DA CONVOCAÇÃO E DA APLICAÇÃO DA PROVA DE
CONDICIONAMENTO FÍSICO
9.1. Serão convocados para a prova de condicionamento
físico os candidatos considerados “APTOS” na prova de aptidão
psicológica.
9.2. A convocação para a prova de condicionamento físico
será publicada oportunamente no Diário Oficial do Estado de
São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos.
9.3. A prova de condicionamento físico, de caráter eliminatório,
será realizada nos mesmos municípios da prova de aptidão
psicológica (vide itens 8.3.1. e 8.3.2. deste Edital).
9.4. A informação relativa à(s) data(s), ao(s) horário(s)/
turma(s) e ao(s) local(locais) da prova de condicionamento físico
será feita oportunamente por meio de publicação do Edital de
Convocação no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) –
Poder Executivo – Seção I – Concursos.
9.4.1. O candidato deverá acompanhar a publicação do
Edital de Convocação no DOE e poderá consultar o site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na respectiva página
do Concurso, ou ainda contatar a Fundação VUNESP, por meio
do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias úteis compreendidos
entre segunda-feira a sábado, das 8 às 20 horas. É de inteira
responsabilidade do candidato acompanhar a convocação, assim
como seu comparecimento em dia, hora e local corretos, conforme
constante do Edital de Convocação publicado no Diário
Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção
I – Concursos.
9.4.2. O candidato somente poderá realizar a prova de
condicionamento físico na data, horário, local e sala constantes
do Edital de Convocação publicado no Diário Oficial do Estado
e que constará, também, no site da Fundação VUNESP (www.
vunesp.com.br), na respectiva página do Concurso, não podendo
ser alegada qualquer espécie de desconhecimento para justificar
o seu atraso ou a sua ausência ou a sua apresentação em dia,
horário ou local diferentes dos estabelecidos nesse Edital.
9.4.3. Não será permitida a sua realização em município,
data, horário, local ou turma diferentes do previsto no Edital
de Convocação.
9.5. Para a realização da prova de condicionamento físico,
o candidato deverá:
9.5.1. comparecer com, pelo menos, 60 (sessenta) minutos
de antecedência do horário previsto, não sendo admitidos retardatários,
sob pretexto algum, após o fechamento dos portões, e
não haverá segunda chamada seja qual for o motivo alegado
para justificar o atraso ou a ausência do candidato;
9.5.2. apresentar documento de identidade, conforme previsto
no item 6.8.1. deste Edital;
9.5.2.1. O candidato que não apresentar um dos documentos,
conforme disposto no item 6.8.1. deste Edital, não realizará
a prova de condicionamento físico, sendo considerado ausente e
eliminado deste Concurso Público;
9.5.2.2. Não serão aceitos – para efeito de identificação
– por serem documentos destinados a outros fins: Boletim de
Ocorrência, Protocolos de requisição de documentos, Certidão
de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional
de Habilitação (emitida anteriormente à Lei nº 9.503/97), Carteira
de Estudante, Crachás, Identidade Funcional de natureza
pública ou privada.
9.5.3. assinar o “Termo de Responsabilidade do Candidato”,
fornecido no local da prova. Esse “termo” não substitui
a entrega do atestado médico conforme determinado no item
9.5.4. deste Edital;
9.5.4. entregar atestado médico específico, em original,
proveniente de órgão de saúde ou de clínica de saúde ou de
médico, emitido em período não superior a 30 (trinta) dias a
contar da data da aplicação desta prova, no qual deverá constar,
expressamente, que o candidato está APTO para realizar a prova
de condicionamento físico deste Concurso, contendo local, data,
nome e número do CRM do profissional médico que elaborou o
atestado, os quais poderão ser apresentados por meio de carimbo,
ou impresso eletrônico, ou dados manuscritos legíveis do
médico que emitiu o atestado, acompanhado da sua assinatura
(vide modelo no Anexo IV deste Edital).
9.5.4.1. O atestado médico, de caráter eliminatório, comprova
as condições de saúde do candidato para a realização da
prova de condicionamento físico.
9.5.4.2. O atestado médico não poderá conter expressão
que restrinja a sua validade no que se refere ao estado/condição
de saúde do candidato para a execução dos testes de aptidão
física propostos no presente Edital; portanto, o texto do atestado
deve ser claro quanto à autorização do médico ao candidato
para realizar a prova de condicionamento físico.
9.6. O candidato que não atender aos itens 9.2. a 9.5.4.2.
deste Edital não poderá realizar a prova de condicionamento
físico sendo, consequentemente, eliminado do Concurso.
9.7. Para a realização da prova de condicionamento físico, o
candidato deverá apresentar-se com trajes e calçados apropriados,
ou seja, basicamente calção ou shorts ou bermuda térmica
ou agasalho e camiseta, meias e calçando algum tipo de tênis
ou sapatilhas.
9.8. Para a realização prova de condicionamento físico,
recomenda-se ao candidato que faça sua refeição, no mínimo,
com antecedência de 2 (duas) horas e 2 (duas) horas depois
da realização dos testes e, aquele que fuma, recomenda-se não
fumar pelo menos 2 (duas) horas antes e 2 (duas) horas depois
dos testes.
9.9. O aquecimento e a preparação para a prova de condicionamento
físico são de responsabilidade do próprio candidato,
não podendo interferir no andamento deste Concurso.
9.10. A Comissão Aplicadora poderá cancelar ou interromper
os testes de condicionamento físico, bem como alterar a data
da aplicação dos mesmos, caso considere que não existam as
condições meteorológicas necessárias para garantir a integridade
física dos candidatos e evitar prejuízos ao seu desempenho,
devendo estipular nova data e divulgá-la oportunamente, sendo
certo que os candidatos realizarão todos os testes, desde o
início, desprezando-se todos os resultados porventura obtidos
na ocasião da interrupção.
9.11. Na aplicação dos testes da prova de condicionamento
físico não haverá repetição da execução dos exercícios, exceto
no caso em que a Comissão Aplicadora, designada pela Fundação
VUNESP, reconhecer expressamente pela ocorrência de
fatores de ordem técnica não provocados pelo candidato e que
tenham prejudicado o seu desempenho.
9.12. Quaisquer anormalidades observadas com os candidatos
durante a aplicação da prova de condicionamento físico
serão registradas pela Comissão Aplicadora.
9.12.1. Os casos de alteração psicológica e/ou fisiológica
temporários (estados menstruais, gravidez, indisposições,
cãibras, contusões, luxações, fraturas etc.) que impossibilitem
a realização dos testes ou diminuam a capacidade física dos
candidatos não serão levados em consideração, não sendo
concedido qualquer tratamento privilegiado.
9.13. Os testes a serem aplicados na prova de condicionamento
físico são os seguintes:
9.13.1. para as candidatas do cargo de Agente de Segurança
Penitenciária de Classe I, do sexo feminino (código 001):
9.13.1.1. FLEXO-EXTENSÃO DE COTOVELOS SOBRE O SOLO
EM APOIO NO BANCO – Posição inicial: decúbito ventral, perpendicularmente
ao banco sueco com os joelhos apoiados sobre
ele, mãos espalmadas e apoiadas no solo na largura dos ombros,
cotovelos estendidos. A avaliada deverá flexionar os braços
(cotovelos) até formar um ângulo menor do que 90 graus ao
aproximar o tórax a 10 centímetros do solo e retornar à posição
inicial somente estendendo repetidamente os cotovelos. As
execuções incorretas ou os movimentos incompletos não serão
computados. Os cotovelos devem estar em extensão total para
o início do movimento de flexão. A avaliada, durante a execução
dos movimentos, deverá permanecer com a coluna ereta e os
joelhos estendidos. A movimentação de quadris ou pernas,
como forma de auxiliar a execução do movimento, o invalidará.
O banco sueco a ser utilizado pelas avaliadas para a execução
deste exercício possuirá altura de, aproximadamente, 30 cm.
Uma linha a 10 (dez) centímetros da borda do banco sueco
será marcada em toda a extensão de seu comprimento, que
delimitará a área em que deverão estar apoiados os joelhos da
avaliada. Caso a avaliada encoste com qualquer parte do corpo
no solo (exceto as mãos), a contagem encerrada. A execução do
teste deverá ser ininterrupta, não sendo permitido repouso ou
pausa entre as repetições. O objetivo é repetir os movimentos
corretamente o máximo de vezes possíveis, em 60 (sessenta)
segundos. O teste é iniciado com as palavras “Atenção... Já!”
e terminado com a palavra “Pare!”. O número de movimentos
executados corretamente em 60 (sessenta) segundos será o
resultado obtido. O cronômetro deverá ser acionado ao ser
pronunciada a palavra “Já” e travado na pronúncia de “Pare!”.
9.13.1.2. RESISTÊNCIA ABDOMINAL – A avaliada coloca-se
em decúbito dorsal (de costas voltadas para o chão), com o
corpo inteiramente estendido, bem como os braços, no prolongamento
do corpo, acima da cabeça, tocando o solo com as
mãos. Através de contração da musculatura abdominal, sem
qualquer outro auxílio, a avaliada adotará a posição sentada,
flexionando simultaneamente os joelhos. É requisito para a
execução correta do movimento que os braços sejam levados
à frente estendidos e paralelos ao solo, e ainda que a linha dos
cotovelos ultrapasse a linha dos joelhos durante a flexão. Em
seguida, a avaliada retorna à posição inicial até que toque o solo
com as mãos, completando um movimento, quando então poderá
dar início à execução de novo movimento. O teste é iniciado
com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a palavra
“Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em
60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O cronômetro
deverá ser acionado ao ser pronunciada a palavra “Já” e travado
na pronúncia de “Pare!”. É permitido o repouso entre os movimentos,
sem interrupção da cronometragem do tempo previsto.
9.13.1.3. CORRIDA DE 50 METROS – A avaliada deve
posicionar-se atrás da linha de largada, preferencialmente em
afastamento ântero-posterior das pernas, devendo o pé da frente
estar o mais próximo possível da referida linha. Ao ser dada a
voz de comando “Atenção...Já!”, momento em que é acionado
o cronômetro, a avaliada deverá percorrer, no menor período de
tempo possível, os 50 (cinquenta) metros existentes entre a linha
de largada e a linha de chegada. A marcha do cronômetro será
interrompida quando a avaliada ultrapassar a linha de chegada
com o tórax. O teste deve ser desenvolvido em pista de atletismo
ou em área de superfície plana convenientemente demarcada.
Caso ocorra a necessidade de se repetir o teste, haverá um
intervalo mínimo de 5 (cinco) minutos. O resultado do teste será
indicado pelo tempo utilizado pela avaliada para completar o
percurso, com a precisão de centésimos de segundo.
9.13.1.4. CORRIDA EM 12 MINUTOS – A avaliada deve
percorrer em uma pista de atletismo ou em uma área demarcada
e plana, a maior distância possível, com precisão de dezena de
metro (10 em 10 metros completos), em 12 (doze) minutos,
sendo permitido andar durante o teste. O teste terá início através
da voz de comando “Atenção...Já!” e será encerrado através
de dois silvos longos de apito no 12º minuto. Aos dez minutos
de corrida será emitido um silvo longo de apito para fins de
orientação aos avaliados, avisando que faltam dois minutos. Ao
término da prova a avaliada não deverá caminhar para frente do
local correspondente ao apito de 12 minutos, podendo caminhar
transversalmente ao percurso da pista.
9.13.2. aos candidatos do cargo de Agente de Segurança
Penitenciária de Classe I, do sexo masculino (código 002):
9.13.2.1. FLEXO-EXTENSÃO DE COTOVELOS EM APOIO DE
FRENTE SOBRE O SOLO – Posição inicial: deitado, em decúbito
ventral (peito voltado ao solo), pernas estendidas e unidas e
ponta dos pés tocando o solo, cotovelos estendidos, mãos espalmadas
apoiadas no solo, com dedos estendidos e voltados para
frente do corpo, com a abertura um pouco maior que a largura
dos ombros, o corpo totalmente estendido. Execução:
a) Flexão dos cotovelos aproximando, o corpo alinhado, do
solo em 10 (dez) centímetros, sem haver contato com qualquer
parte do corpo com o solo, a não ser a ponta dos pés e as mãos.
b) Extensão dos braços voltando à posição inicial, completando
assim 1 (um) movimento completo.
c) A execução do teste deverá ser ininterrupta, não sendo
permitido repouso ou pausa entre as repetições.
d) Caso, na flexão dos cotovelos, o corpo esteja desalinhado
ou toque alguma parte do corpo no solo a contagem será
encerrada.
e) O objetivo é repetir os movimentos corretamente o
máximo de vezes possíveis, em 60 (sessenta) segundos. O teste
é iniciado com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a
palavra “Pare!”. O número de movimentos executados corretamente
em 60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O
cronômetro deverá ser acionado ao ser pronunciada a palavra
“Já” e travado na pronúncia de “Pare!”.
9.13.2.2. RESISTÊNCIA ABDOMINAL – O avaliado coloca-se
em decúbito dorsal (de costas voltadas para o chão), com o
corpo inteiramente estendido, bem como os braços, no prolongamento
do corpo, acima da cabeça, tocando o solo com as
mãos. Através de contração da musculatura abdominal, sem
qualquer outro auxílio, o avaliado adotará a posição sentada,
flexionando simultaneamente os joelhos. É requisito para a
execução correta do movimento que os braços sejam levados
à frente estendidos e paralelos ao solo, e ainda que a linha dos
cotovelos ultrapasse a linha dos joelhos durante a flexão. Em
seguida, o avaliado retorna à posição inicial até que toque o solo
com as mãos, completando um movimento, quando então poderá
dar início à execução de novo movimento. O teste é iniciado
com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a palavra
“Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em
60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O cronômetro
deverá ser acionado ao ser pronunciada a palavra “Já” e travado
na pronúncia de “Pare!”. É permitido o repouso entre os movimentos,
sem interrupção da cronometragem do tempo previsto.
9.13.2.3. CORRIDA DE 50 METROS – O avaliado deve
posicionar-se atrás da linha de largada, preferencialmente em
afastamento ântero-posterior das pernas, devendo o pé da frente
estar o mais próximo possível da referida linha. Ao ser dada a
voz de comando “Atenção...Já!”, momento em que é acionado
o cronômetro, o avaliado deverá percorrer, no menor período de
tempo possível, os 50 (cinquenta) metros existentes entre a linha
de largada e a linha de chegada. A marcha do cronômetro será
interrompida quando o avaliado ultrapassar a linha de chegada
com o tórax. O teste deve ser desenvolvido em pista de atletismo
ou em área de superfície plana convenientemente demarcada.
Caso ocorra a necessidade de se repetir o teste, haverá um
intervalo mínimo de 5 (cinco) minutos. O resultado do teste será
indicado pelo tempo utilizado pelo avaliado para completar o
percurso, com a precisão de centésimos de segundo.
9.13.2.4. CORRIDA EM 12 MINUTOS – O avaliado deve
percorrer em uma pista de atletismo ou em uma área demarcada
e plana, a maior distância possível, com precisão de dezena de
metro (10 em 10 metros completos), em 12 (doze) minutos,
sendo permitido andar durante o teste. O teste terá início através
da voz de comando “Atenção...Já!” e será encerrado através
de dois silvos longos de apito no 12º minuto. Aos dez minutos
de corrida será emitido um silvo longo de apito para fins de
orientação aos avaliados, avisando que faltam dois minutos.
Ao término da prova o candidato não deverá caminhar para
frente do local correspondente ao apito de 12 minutos, podendo
caminhar transversalmente ao percurso da pista.
9.14. A prova de condicionamento físico, de caráter eminentemente
eliminatório, terá notas atribuídas na escala de
0 (zero) a 100 (cem) pontos, conforme consta das respectivas
tabelas de pontuação constantes dos dos itens 9.21.1. e 9.21.2.
deste Edital.
9.15. A nota da prova de condicionamento físico corresponderá
à somatória dos pontos obtidos nos quatro testes de
aptidão física.
9.16. Da avaliação dessa prova, resultará conceito “APTO”
ou “INAPTO”.
9.17. Para ser considerado “APTO” na prova de condicionamento
físico o candidato deverá obter:
a) no mínimo, 10 (dez) pontos em cada um dos testes definidos
nos respectivos itens 9.13.1.1. até 9.13.1.4. deste Edital
(para o cargo 001) ou nos itens 9.13.2.1. até 9.13.2.4. deste
Edital (para o cargo 002): e
b) perfazer nota igual ou superior a 170 (cento e setenta)
pontos.
9.17.1. O candidato que não obtiver a pontuação mínima
em qualquer um dos testes definidos nos respectivos itens
9.13.1.1. até 9.13.1.4. deste Edital (para o cargo 001) ou nos
itens 9.13.2.1. até 9.13.2.4. deste Edital (para o cargo 002)
será considerado “INAPTO”, independentemente das demais
pontuações, sendo automaticamente eliminado dos testes subsequentes.
9.18. Os candidatos considerados “INAPTOS” e os ausentes
nesta prova serão excluídos do Concurso.
9.19. Nenhum candidato considerado “INAPTO” será submetido
a novo exame ou prova, e nem haverá reexame ou
reavaliação.
9.20. A Secretaria da Administração Penitenciária publicará,
no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo
– Seção I – Concursos, bem como determinará a disponibilização
no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), respectiva
página do Concurso:
9.20.1. lista nominal – por código de cargo de cargo em
concurso – dos candidatos considerados “APTOS” na prova de
condicionamento físico, contendo, ainda, seus respectivos números
de inscrição, seus números de documento de identificação e
a(s) nota(s) do(s) teste(s) de condicionamento físico; e
9.20.2. lista – por código de cargo de cargo em concurso –
em ordem de número de inscrição dos candidatos considerados
“INAPTOS” na prova de condicionamento físico, contendo,
ainda, seus respectivos números de inscrição, seus números
de documento de identificação e a(s) nota(s) do(s) teste(s) de
condicionamento físico.
9.21. Os desempenhos dos candidatos em cada teste de
condicionamento físico serão transformados em pontos conforme
tabelas a seguir:
9.21.1. às candidatas do cargo de Agente de Segurança
Penitenciária de Classe I, do sexo feminino (código 001):
TESTES IDADE/PONTOS
Flexo-extensão Abdominal Corrida 50 m Corrida 12 minutos Até 25 anos De 26 a 30 anos De 31 a 35 anos De 36 a 40 anos 41 anos ou mais
04 10 11’’25 1300 m 0 0 0 0 0
06 12 11”00 1400 m 0 0 0 0 10
08 14 10”75 1500 m 0 0 0 10 20
10 16 10”50 1600 m 0 0 10 20 30
12 18 10”25 1700 m 0 10 20 30 40
14 20 10”00 1800 m 10 20 30 40 50
16 22 9”75 1900 m 20 30 40 50 60
18 24 9”50 2000 m 30 40 50 60 70
20 26 9”25 2100 m 40 50 60 70 80
22 28 9”00 2200 m 50 60 70 80 90
24 30 8”75 2300 m 60 70 80 90 100
26 32 8”50 2400 m 70 80 90 100 100
28 34 8”25 2500 m 80 90 100 100 100
30 36 8”00 2600 m 90 100 100 100 100
32 38 7”75 2700 m 100 100 100 100 100
9.21.2. aos candidatos do cargo de Agente de Segurança Penitenciária de Classe I, do sexo masculino (código 002):
TESTES IDADE/PONTOS
Flexo-extensão Abdominal Corrida 50 m Corrida 12 minutos Até 25 anos De 26 a 30 anos De 31 a 35 anos De 36 a 40 anos 41 anos ou mais
04 16 9’’75 1500 m 0 0 0 0 0
06 18 9’’50 1600 m 0 0 0 0 10
08 20 9”25 1700 m 0 0 0 10 20
10 22 9”00 1800 m 0 0 10 20 30
12 24 8”75 1900 m 0 10 20 30 40
14 26 8”50 2000 m 10 20 30 40 50
16 28 8”25 2100 m 20 30 40 50 60
18 30 8”00 2200 m 30 40 50 60 70
20 32 7”75 2300 m 40 50 60 70 80
22 34 7”50 2400 m 50 60 70 80 90
24 36 7”25 2500 m 60 70 80 90 100
26 38 7”00 2600 m 70 80 90 100 100
28 40 6”75 2700 m 80 90 100 100 100
30 42 6”50 2800 m 90 100 100 100 100
32 44 6”25 2900 m 100 100 100 100 100
9.22. A pontuação máxima possível para cada um dos 4
(quatro) testes é de 100 (cem) pontos, conforme estabelecido,
respectivamente, nas tabelas constantes nos itens 9.21.1. e
9.21.2. deste Edital.
9.23. A interpolação de pontos, em relação às tabelas
constantes dos itens 9.21.1. e 9.21.2. deste Edital será feita da
seguinte forma:
a) flexo-extensão de cotovelos em apoio de frente sobre o
solo: 5 (cinco) pontos por movimento completo;
b) resistência abdominal: 5 (cinco) pontos por movimento
completo;
c) corrida de 50 metros: – 0,4 (menos quatro décimos)
ponto a cada 0,01 (um centésimo segundo);
d) corrida em 12 minutos: 1 (um) ponto para cada 10 (dez)
metros percorridos.”
5. A lauda de convocação nominal para a prova de condicionamento
físico consta a seguir, em ordem de CÓDIGO DE
CIDADE DE APLICAÇÃO e em ORDEM ALFABÉTICA.


Veja o local e horário que você fará a prova do TAF no link abaixo:
http://www.imprensaoficial.com.br/PortalIO/Home_1_0.aspx#29/01/2014

Ao entrar no link, clique em CADERNO EXECUTIVO I do dia 29/01/2014, da página 127 à 135.
Para os candidatos a AEVPs, clique em CADERNO EXECUTIVO I do dia 29/01/2014, da página 135 à 144.



AEVPs

SECRETARIA DA ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA
CONCURSO PÚBLICO PARA A CLASSE DE
AGENTE DE ESCOLTA E VIGILÂNCIA PENITENCIÁRIA (SEXO
MASCULINO)
(ref. EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES E INSTRUÇÕES
ESPECIAIS Nº 023/2013)
EDITAL CCP 12 DE 28-1-2014
CONVOCAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DA AFERIÇÃO DE
ALTURA E PROVA DE CONDICIONAMENTO FÍSICO
A COMISSÃO DE CONCURSO PÚBLICO, constituída no
Departamento de Recursos Humanos da Secretaria da Administração
Penitenciária pela Resolução SAP nº 202/2012, publicada
no DOE de 28.09.2012, que cuida do Concurso Público para
o cargo de Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária (sexo
masculino), regido pelo Edital nº 023/2013 (Edital de Abertura
de Inscrições e Instruções Especiais), publicado no DOE de
09.03.2013, retirratificado pelo Edital nº 049/2013, publicado
no DOE de 18.04.2013, CONVOCA para a realização da aferição
de altura e prova de condicionamento físico.
1. A realização da aferição de altura e prova de condicionamento
físico obedecerá, integralmente, às respectivas datas/
horários/prédios, de acordo com o que consta dos itens 5.1. até
5.6. deste Edital.
1.1. QUADRO-RESUMO DA APLICAÇÃO (em ordem cronológica
de data de aplicação):
CIDADES - DATAS - LOCAIS
Bauru - 22.02.2014 - Prédio 0101
UNESP - BAURU - FC - PÇA DE ESPORTE DO DPTO. EDUCAÇÃO
FÍSICA
AV. LUIZ EDMUNDO CARRIJO COUBE, S/Nº (PRÓX RADAR
DA UNESP)
VARGEM LIMPA
São José do Rio Preto - 08.03.2014 - Prédio 0501
CENTRO ESPORTIVO INTEGRADO DO ELDORADO - PISTA
DE ATLETISMO
AV. MONTE APRAZIVEL, 2640
ELDORADO
Ribeirão Preto - 09.03.2014 - Prédio 0401
CEFER - CENTRO DE EDUCAÇAO FÍSICA E ESPORTES -
SEÇÃO TÉCNICA
VIA DO CAFÉ – ACESSO PORTAL DA USP – GUARITA AO
LADO DA FORP – USP
VILA MONTE ALEGRE
São Paulo - 15.03.2014
e
16.03.2014 - Prédio 0601
CLUBE ESCOLA SANTO AMARO – JOERG BRUDER
AV. PADRE JOSÉ MARIA, 555
SANTO AMARO
Campinas - 23.03.2014 - Prédio 0201
CENTRO DE ESPORTES DE ALTO RENDIMENTO - SECR.
MUNIC. DE ESPORTES
ROD. ANHANGUERA, KM 89,5
SWISS PARK
Presidente Prudente - 29.03.2014
e
30.03.2014 - Prédio 0301
UNESP-FCT-BLOCO DE AULAS 3 - PISTA ATLETISMO E
GINÁSIO DE ESPORTE
RUA ROBERTO SIMONSEN, 305
CENTRO EDUCACIONAL
2. O candidato deverá COMPARECER ao local da prova com
antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos do horário esta-
belecido para o seu início, não sendo admitidos retardatários,
sob pretexto algum, após o fechamento dos portões.
3. Somente SERÁ ADMITIDO no local da prova o CANDIDATO
QUE ESTIVER:
3.1. MUNIDO de um dos seguintes documentos de identificação
em original, com foto que permita a sua identificação,
uma vez que nenhum documento ficará retido:
a) Cédula de Identidade (RG) ou Registro de Identidade
Civil (RIC);
b) Carteira de Órgão ou Conselho de Classe;
c) Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
d) Certificado de Alistamento Militar;
e) Carteira Nacional de Habilitação (expedida nos termos da
Lei Federal nº 9.503/97);
f) Passaporte;
g) Carteira de Identidade expedida pelas Forças Armadas,
ou pelas Polícias Militares ou pelos Corpos de Bombeiros
Militares;
3.1.1. O candidato que não apresentar um dos documentos,
conforme disposto neste Edital, não realizará a aferição de
altura e prova de condicionamento físico, sendo considerado
ausente e eliminado deste Concurso Público. Não serão aceitos –
para efeito de identificação – por serem documentos destinados
a outros fins: Boletim de Ocorrência, Protocolos de requisição de
documentos, Certidão de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral,
Carteira Nacional de Habilitação (emitida anteriormente
à Lei nº 9.503/97), Carteira de Estudante, Crachás, Identidade
Funcional de natureza pública ou privada.
3.2. MUNIDO de atestado médico (em original). Esse
atestado deverá ser entregue no dia de realização dessa prova,
observando-se, ATENTAMENTE, que esse/nesse atestado médico:
a) deverá ser proveniente de órgão de saúde ou de clínica
de saúde ou de médico;
b) deverá ser emitido em data não superior a 30 (trinta) dias
a contar da data da aplicação dessa prova (conforme quadroresumo
constante do item 1.1. deste Edital);
c) deverá constar, expressamente, que o candidato está
APTO para realizar a prova de condicionamento físico deste
Concurso;
d) deverá conter: local, data, nome e número do CRM do
profissional médico que elaborou o atestado (os quais poderão
ser apresentados por meio de carimbo, ou impresso eletrônico,
ou dados manuscritos legíveis do médico que emitiu o atestado,
acompanhado da sua assinatura); e
e) deverá estar redigido nos moldes do constante no Anexo
IV do Edital de Abertura de Inscrições, e que consta transcrito
a seguir:
ANEXO IV MODELO DE ATESTADO MÉDICO (para a aferição
de altura e prova de condicionamento físico)
TIMBRE/CARIMBO DO ÓRGÃO DE SAÚDE OU DA CLÍNICA
DE SAÚDE OU DO RECEITUÁRIO DO MÉDICO
Atesto, sob as penas da Lei, que o Senhor _____________
________________________________________________
_________________ , portador do RG _________________ ,
UF _______ , nascido em _____ / _____ / ______ , encontrase
APTO para realizar testes de esforços físicos exigidos para a
prova de condicionamento físico, a fim de concorrer ao cargo de
Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária (sexo masculino)
do Edital de Concurso Público nº 023/2013, da Secretaria da
Administração Penitenciária.
_____________________________ (local e data)
(obs. a data deste atestado não poderá ultrapassar 30 (trinta)
dias corridos de antecedência da data da aferição de altura e
prova de condicionamento físico)
_____________________________________________
Nome e número do CRM do profissional médico que
elaborou este atestado, os quais poderão ser apresentados por
meio de carimbo, ou impresso eletrônico, ou dados manuscritos
legíveis do médico que emitiu este atestado, acompanhado da
sua assinatura
4. O candidato fica CIENTE de que a prova aferição de altura
e prova de condicionamento físico será realizada na conformidade
dos dispositivos constantes do Capítulo 9 do citado Edital, os
quais seguem transcritos na íntegra:
“9 – DA CONVOCAÇÃO E DA APLICAÇÃO DA AFERIÇÃO DE
ALTURA E PROVA DE CONDICIONAMENTO FÍSICO
9.1. Serão convocados para a aferição de altura e prova de
condicionamento físico os candidatos considerados “APTOS” na
prova de aptidão psicológica.
9.2. A convocação para a aferição de altura e prova de
condicionamento físico será publicada oportunamente no Diário
Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção
I – Concursos.
9.3. A aferição de altura e prova de condicionamento físico,
de caráter eminentemente eliminatório, será realizada nos
mesmos municípios da prova de aptidão psicológica (vide itens
8.3.1. e 8.3.2. deste Edital).
9.4. A informação relativa à(s) data(s), ao(s) horário(s)/
turma(s) e ao(s) local(locais) da aferição de altura e prova de
condicionamento físico será feita oportunamente por meio de
publicação do Edital de Convocação no Diário Oficial do Estado
de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos.
9.4.1. O candidato deverá acompanhar a publicação do
Edital de Convocação no DOE e poderá consultar o site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na respectiva página
do Concurso, ou ainda contactar a Fundação VUNESP, por meio
do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias úteis compreendidos
entre segunda-feira a sábado, das 8 às 20 horas. É de inteira
responsabilidade do candidato acompanhar a convocação, assim
como seu comparecimento em dia, hora e local corretos, conforme
constante do Edital de Convocação publicado no Diário
Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção
I – Concursos.
9.4.2. O candidato somente poderá realizar a aferição
de altura e prova de condicionamento físico na data, horário,
local e sala constantes do Edital de Convocação publicado no
Diário Oficial do Estado e que constará, também, no site da
Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na respectiva página
do Concurso, não podendo ser alegada qualquer espécie de
desconhecimento para justificar o seu atraso ou a sua ausência
ou a sua apresentação em dia, horário ou local diferentes dos
estabelecidos nesse Edital.
9.4.3. Não será permitida a sua realização em município,
data, horário, local ou turma diferentes do previsto no Edital
de Convocação.
9.5. Para a realização da aferição de altura e prova de
condicionamento físico, o candidato deverá:
9.5.1. comparecer com, pelo menos, 60 (sessenta) minutos
de antecedência do horário previsto, não sendo admitidos retardatários,
sob pretexto algum, após o fechamento dos portões, e
não haverá segunda chamada seja qual for o motivo alegado
para justificar o atraso ou a ausência do candidato;
9.5.2. apresentar documento de identidade, conforme previsto
no item 6.8.1. deste Edital;
9.5.2.1. O candidato que não apresentar um dos documentos,
conforme disposto no item 6.8.1. deste Edital, não realizará
a aferição de altura e prova de condicionamento físico, sendo
considerado ausente e eliminado deste Concurso Público;
9.5.2.2. Não serão aceitos – para efeito de identificação
– por serem documentos destinados a outros fins: Boletim de
Ocorrência, Protocolos de requisição de documentos, Certidão
de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional
de Habilitação (emitida anteriormente à Lei nº 9.503/97), Carteira
de Estudante, Crachás, Identidade Funcional de natureza
pública ou privada.
- 9.5.3. assinar o “Termo de Responsabilidade do Candidato”,
fornecido no local da prova. Esse “termo” não substitui
a entrega do atestado médico conforme determinado no item
9.5.4. deste Edital;
9.5.4. entregar atestado médico específico, em original,
proveniente de órgão de saúde ou de clínica de saúde ou de
médico, emitido em período não superior a 30 (trinta) dias a
contar da data da aplicação desta prova, no qual deverá constar,
expressamente, que o candidato está APTO para realizar a prova
de condicionamento físico deste Concurso, contendo local, data,
nome e número do CRM do profissional médico que elaborou o
atestado, os quais poderão ser apresentados por meio de carimbo,
ou impresso eletrônico, ou dados manuscritos legíveis do
médico que emitiu o atestado, acompanhado da sua assinatura
(vide modelo no Anexo IV deste Edital).
9.5.4.1. O atestado médico, de caráter eliminatório, comprova
as condições de saúde do candidato para a realização da
prova de condicionamento físico.
9.5.4.2. O atestado médico não poderá conter expressão
que restrinja a sua validade no que se refere ao estado/condição
de saúde do candidato para a execução dos testes de aptidão
física propostos no presente Edital; portanto, o texto do atestado
deve ser claro quanto à autorização do médico ao candidato
para realizar a prova de condicionamento físico.
9.6. O candidato que não atender aos itens 9.2. a 9.5.4.2.
deste Edital não poderá realizar a aferição de altura e prova de
condicionamento físico sendo, consequentemente, eliminado
deste Concurso.
9.7. Para a realização da aferição de altura e prova de condicionamento
físico, o candidato deverá apresentar-se com trajes
e calçados apropriados, ou seja, basicamente calção ou shorts
ou bermuda térmica ou agasalho e camiseta, meias e calçando
algum tipo de tênis ou sapatilhas.
9.8. Para a realização aferição de altura e prova de condicionamento
físico, recomenda-se ao candidato que faça sua
refeição, no mínimo, com antecedência de 2 (duas) horas e 2
(duas) horas depois da realização dos testes e, aquele que fuma,
recomenda-se não fumar pelo menos 2 (duas) horas antes e 2
(duas) horas depois dos testes.
9.9. O aquecimento e a preparação para a prova de condicionamento
físico são de responsabilidade do próprio candidato,
não podendo interferir no andamento deste Concurso.
9.10. A Comissão Aplicadora poderá cancelar ou interromper
os testes de condicionamento físico, bem como alterar a data
da aplicação dos mesmos, caso considere que não existam as
condições meteorológicas necessárias para garantir a integridade
física dos candidatos e evitar prejuízos ao seu desempenho,
devendo estipular nova data e divulgá-la oportunamente, sendo
certo que os candidatos realizarão todos os testes, desde o
início, desprezando-se todos os resultados porventura obtidos
na ocasião da interrupção.
9.11. Na aplicação dos testes da prova de condicionamento
físico não haverá repetição da execução dos exercícios, exceto
no caso em que a Comissão Aplicadora, designada pela Fundação
VUNESP, reconhecer expressamente pela ocorrência de
fatores de ordem técnica não provocados pelo candidato e que
tenham prejudicado o seu desempenho.
9.12. Quaisquer anormalidades observadas com os candidatos
durante a aplicação da aferição de altura e prova de condicionamento
físico serão registradas pela Comissão Aplicadora.
9.12.1. Os casos de alteração psicológica e/ou fisiológica
temporários (indisposições, cãibras, contusões, luxações, fraturas
etc.) que impossibilitem a realização dos testes ou diminuam a
capacidade física dos candidatos não serão levados em consideração,
não sendo concedido qualquer tratamento privilegiado.
9.13. A aferição de altura e prova de condicionamento
físico, de caráter eminentemente eliminatório, será aplicada na
seguinte ordem e conformidade:
9.13.1. aferição de altura (com o candidato descalço, descoberto
e sem meias). Se o candidato não tiver a altura mínima
exigida (item 2.1. deste Edital) ficará impedido da realização dos
testes da prova de condicionamento físico, sendo considerado
eliminado deste Concurso;
9.13.2. execução dos seguintes testes:
9.13.2.1. FLEXO-EXTENSÃO DE COTOVELOS EM APOIO DE
FRENTE SOBRE O SOLO – Posição inicial: deitado, em decúbito
ventral (peito voltado ao solo), pernas estendidas e unidas e
ponta dos pés tocando o solo, cotovelos estendidos, mãos espalmadas
apoiadas no solo, com dedos estendidos e voltados para
frente do corpo, com a abertura um pouco maior que a largura
dos ombros, o corpo totalmente estendido. Execução:
a) Flexão dos cotovelos aproximando, o corpo alinhado, do
solo em 10 (dez) centímetros, sem haver contato com qualquer
parte do corpo com o solo, a não ser a ponta dos pés e as mãos.
b) Extensão dos braços voltando à posição inicial, completando
assim 1 (um) movimento completo.
c) A execução do teste deverá ser ininterrupta, não sendo
permitido repouso ou pausa entre as repetições.
d) Caso, na flexão dos cotovelos, o corpo esteja desalinhado
ou toque alguma parte do corpo no solo a contagem será
encerrada.
e) O objetivo é repetir os movimentos corretamente o
máximo de vezes possíveis, em 60 (sessenta) segundos. O teste
é iniciado com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a
palavra “Pare!”. O número de movimentos executados corretamente
em 60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O
cronômetro deverá ser acionado ao ser pronunciada a palavra
“Já” e travado na pronúncia de “Pare!”.
9.13.2.2. RESISTÊNCIA ABDOMINAL – O avaliado coloca-se
em decúbito dorsal (de costas voltadas para o chão), com o
corpo inteiramente estendido, bem como os braços, no prolongamento
do corpo, acima da cabeça, tocando o solo com as
mãos. Através de contração da musculatura abdominal, sem
qualquer outro auxílio, o avaliado adotará a posição sentada,
flexionando simultaneamente os joelhos. É requisito para a
execução correta do movimento que os braços sejam levados
à frente estendidos e paralelos ao solo, e ainda que a linha dos
cotovelos ultrapasse a linha dos joelhos durante a flexão. Em
seguida, o avaliado retorna à posição inicial até que toque o solo
com as mãos, completando um movimento, quando então poderá
dar início à execução de novo movimento. O teste é iniciado
com as palavras “Atenção... Já!” e terminado com a palavra
“Pare!”. O número de movimentos executados corretamente em
60 (sessenta) segundos será o resultado obtido. O cronômetro
deverá ser acionado ao ser pronunciada a palavra “Já” e travado
na pronúncia de “Pare!”. É permitido o repouso entre os movimentos,
sem interrupção da cronometragem do tempo previsto.
9.13.2.3. CORRIDA DE 50 METROS – O avaliado deve
posicionar-se atrás da linha de largada, preferencialmente em
afastamento ântero-posterior das pernas, devendo o pé da frente
estar o mais próximo possível da referida linha. Ao ser dada a
voz de comando “Atenção...Já!”, momento em que é acionado
o cronômetro, o avaliado deverá percorrer, no menor período de
tempo possível, os 50 (cinquenta) metros existentes entre a linha
de largada e a linha de chegada. A marcha do cronômetro será
interrompida quando o avaliado ultrapassar a linha de chegada
com o tórax. O teste deve ser desenvolvido em pista de atletismo
ou em área de superfície plana convenientemente demarcada.
Caso ocorra a necessidade de se repetir o teste, haverá um
intervalo mínimo de 5 (cinco) minutos. O resultado do teste será
indicado pelo tempo utilizado pelo avaliado para completar o
percurso, com a precisão de centésimos de segundo.
9.13.2.4. CORRIDA EM 12 MINUTOS – O avaliado deve
percorrer em uma pista de atletismo ou em uma área demarcada
e plana, a maior distância possível, com precisão de dezena de
metro (10 em 10 metros completos), em 12 (doze) minutos,
sendo permitido andar durante o teste. O teste terá início através
da voz de comando “Atenção...Já!” e será encerrado através
de dois silvos longos de apito no 12º minuto. Aos dez minutos
de corrida será emitido um silvo longo de apito para fins de
orientação aos avaliados, avisando que faltam dois minutos.
Ao término da prova o candidato não deverá caminhar para
frente do local correspondente ao apito de 12 minutos, podendo
caminhar transversalmente ao percurso da pista.
9.14. A aferição de altura e prova de condicionamento físico,
de caráter eminentemente eliminatório, terá notas atribuídas na
escala de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, conforme consta da tabela
de pontuação constante do item 9.21. deste Edital.
9.15. A nota da prova de condicionamento físico corresponderá
à somatória dos pontos obtidos nos quatro testes de
aptidão física.
9.16. Da avaliação dessa prova, resultará conceito “APTO”
ou “INAPTO”.
9.17. Para ser considerado “APTO” na prova de condicionamento
físico o candidato deverá obter:
a) no mínimo, 10 (dez) pontos em cada um dos testes definidos
nos respectivos itens 9.13.2.1. até 9.13.2.4. deste Edital; e
b) perfazer nota igual ou superior a 170 (cento e setenta)
pontos.
9.17.1. O candidato que não obtiver a pontuação mínima
em qualquer um dos testes definidos nos respectivos itens
9.13.2.1. até 9.13.2.4. deste Edital será considerado “INAPTO”,
independentemente das demais pontuações, sendo automaticamente
eliminado dos testes subsequentes.
9.18. Os candidatos considerados “INAPTOS” e os ausentes
nesta prova serão excluídos do Concurso.
9.19. Nenhum candidato considerado “INAPTO” será submetido
a novo exame ou prova, e nem haverá reexame ou
reavaliação.
9.20. A Secretaria da Administração Penitenciária publicará,
no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo
– Seção I – Concursos, bem como determinará a disponibilização
no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), respectiva
página do Concurso:
9.20.1. lista nominal dos candidatos considerados “APTOS”
na aferição de altura e prova de condicionamento físico, contendo,
ainda, seus respectivos números de inscrição, seus números
de documento de identificação e a(s) nota(s) do(s) teste(s) de
condicionamento físico; e
9.20.2. lista em ordem de número de inscrição dos candidatos
considerados “INAPTOS” na aferição de altura e prova de
condicionamento físico, contendo, ainda, seus respectivos números
de inscrição, seus números de documento de identificação e
a(s) nota(s) do(s) teste(s) de condicionamento físico.
9.21. Os desempenhos dos candidatos em cada teste de
condicionamento físico serão transformados em pontos conforme
tabela a seguir:
TESTES - IDADE/PONTOS
Flexo-extensão - Abdominal - Corrida 50 m - Corrida 12
minutos - Até 25 anos - De 26 a 30 anos - De 31 a 35 anos - De
36 a 40 anos - 41 anos ou mais
04 - 16 - 9’’75 - 1500 m - 0 - 0 - 0 - 0 - 0
06 - 18 - 9’’50 - 1600 m - 0 - 0 - 0 - 0 - 10
08 - 20 - 9”25 - 1700 m - 0 - 0 - 0 - 10 - 20
10 - 22 - 9”00 - 1800 m - 0 - 0 - 10 - 20 - 30
12 - 24 - 8”75 - 1900 m - 0 - 10 - 20 - 30 - 40
14 - 26 - 8”50 - 2000 m - 10 - 20 - 30 - 40 - 50
16 - 28 - 8”25 - 2100 m - 20 - 30 - 40 - 50 - 60
18 - 30 - 8”00 - 2200 m - 30 - 40 - 50 - 60 - 70
20 - 32 - 7”75 - 2300 m - 40 - 50 - 60 - 70 - 80
22 - 34 - 7”50 - 2400 m - 50 - 60 - 70 - 80 - 90
24 - 36 - 7”25 - 2500 m - 60 - 70 - 80 - 90 - 100
26 - 38 - 7”00 - 2600 m - 70 - 80 - 90 - 100 - 100
28 - 40 - 6”75 - 2700 m - 80 - 90 - 100 - 100 - 100
30 - 42 - 6”50 - 2800 m - 90 - 100 - 100 - 100 - 100
32 - 44 - 6”25 - 2900 m - 100 - 100 - 100 - 100 - 100
9.22. A pontuação máxima possível para cada um dos 4
(quatro) testes é de 100 (cem) pontos, conforme estabelecido na
tabela constante no item 9.21. deste Edital.
9.23. A interpolação de pontos, em relação à tabela constante
do item 9.21. deste Edital será feita da seguinte forma:
a) flexo-extensão de cotovelos em apoio de frente sobre o
solo: 5 (cinco) pontos por movimento completo;
b) resistência abdominal: 5 (cinco) pontos por movimento
completo;
c) corrida de 50 metros: – 0,4 (menos quatro décimos)
ponto a cada 0,01 (um centésimo segundo);
d) corrida em 12 minutos: 1 (um) ponto para cada 10 (dez)
metros percorridos.
9.24. Aplica(m)-se, no que couber, na realização da aferição
de altura e prova de condicionamento físico, os dispositivos
constantes do item 6.27. deste Edital.”
5. A lauda de convocação nominal para a aferição de altura
e prova de condicionamento físico consta a seguir, em ordem de
CÓDIGO DE CIDADE DE APLICAÇÃO e em ORDEM ALFABÉTICA.
5.1. BAURU
Prédio 0101 – UNESP BAURU FC PÇA DE ESPORTE DO DPTO.
EDUCAÇÃO FÍSICA
AV. LUIZ EDMUNDO CARRIJO COUBE, S/Nº (PRÓX.RADAR
DA UNESP)
VARGEM LIMPA
BAURU / SP
Data 22/02/2014 - Horário 08:00 h - Turma 01A

2 comentários:

  1. O TAF foi mal aplicado cada aplicador tinha uma opinião alguns eram brandos outros eram rígidos demais, a prova psicológica já fizemos, porém no dia do TAF tivemos que ouvir gritos de aplicadores e pressão psicológica onde foi tirada a concentração da maioria das candidatas...

    ResponderExcluir
  2. O TAF foi mal aplicado, cada aplicador tinha uma opinião diferente, alguns eram brandos outros eram rígidos demais, “a prova psicológica” já fizemos, porém no dia do TAF tivemos que ouvir gritos de aplicadores e pressão psicológica onde foi tirada a concentração da maioria das candidatas

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.