sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

Só tem COPA se o PCC e o CV deixar, diz carta encontrada em presídio paulista, segundo o Araraquara.com

Fonte: http://www.araraquara.com/noticias/cidades/NOT,0,0,918514,Carta+com+salve+para+a+Copa++e+encontrada+na+Penitenciaria.aspx



Carta com 'salve' para a Copa é encontrada na Penitenciária

São pelo menos oito manuscritos com 'ordens' para ajudar família de morto, deixar de pagar por drogas e ameaças



23/01/2014 - 07:17

Tribuna Impressa - Araraquara - Gabriela Martins


Reprodução/Tribuna Impressa
Entre as cartas encontradas na Penitenciária de Araraquara, havia a afirmativa de que só vai haver Copa se facções deixarem

Pelo menos oito cartas manuscritas foram encontradas na Penitenciária de Araraquara, durante revista realizada por agentes de segurança e do Grupo de Intervenção Rápida, na manhã de ontem.

A ação foi adotada após um agente ter sido agredido por um preso em um dos pavilhões da penitenciária.

Entre as cartas havia uma de “salve geral”, em que membros do PCC (Primeiro Comando da Capital) afirmariam que: “Só tem copa se o PCC e CV deixar (sic)”. A carta foi encontrada no pavilhão disciplinar e, nela, estava ainda uma espécie de calendário com os dias dos meses de janeiro e fevereiro deste ano.

Em um dos banheiros do local, foram encontradas cartas com telefones e endereços, a suspensão do pagamento do “setor da fumaça” [presos que vendem drogas dentro da penitenciária] e o rebatismo e a nota de falecimento de um ‘irmão’, que morreu durante troca de tiros com policiais militares de São Paulo.

Em outro ponto da penitenciária, mais manuscritos com telefones foram encontrados.

Recorrente

Essa não é a primeira carta com “salve geral” com ameaça à Copa é encontrada na penitenciária da cidade. Em outubro, outra, que seria enviada por líderes do PCC, foi apreendida.

Nela, os presos pediam a membros da organização criminosa que estão em liberdade para planejar atentados contra turistas durante a Copa do Mundo.

Seria em reação caso líderes da facção fossem transferidos para o regime prisional diferenciado — no qual o preso fica em celas individuais e é monitorado o tempo todo por câmeras de segurança.

Com a promessa de que só haveria Copa se os bandidos quisessem, a carta, com data de 10 de outubro de 2013, deixa clara a intenção do grupo: “Viemos através desse salve pedir ajuda. Caso a polícia venha a tirar presos da penitenciária de [Presidente] Venceslau, eles não vão entrar mais nas trancas [celas]”.

E as orientações seguem: “Se eles colocarem nas prisões o batalhão de choque e algum for machucado, a resposta será na rua”.

Para SAP, não houve destaque na apreensão

A SAP informa que ontem foi realizado procedimento rotineiro de revista na unidade, com a participação dos agentes de segurança penitenciária e do Grupo de Intervenção Rápida. “Não houve apreensão de nenhum objeto relevante. Destacamos também que a unidade encontra-se operando dentro das normas de rotina e segurança”, informa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.