quinta-feira, 20 de março de 2014

Agentes Penitenciários são retirados pela PM da frente de CDP paulista. Orgulho de ser ASP.


ISSO MESMO GUERREIROS, NÃO SE SINTAM INTIMIDADOS!!!
GREVE E PROTESTO É UM DIREITO CONSTITUCIONAL!!!
APÓS ESSAS MANIFESTAÇÕES E PROTESTOS, TENHO ORGULHO DE DIZER:
SOU AGENTE DE SEGURANÇA PENITENCIÁRIA.

Fonte: http://correio.rac.com.br/_conteudo/2014/03/capa/campinas_e_rmc/161851-governo-manda-pm-para-cdp-de-hortolandia-para-furar-greve.html
Força Tática da PM tira agentes de CDP 'no braço'
Agentes estavam sentados em greve em frente à cadeia; PM abriu o portão para levar presos

20/03/2014 - 11h30 | Raquel Valli
raquel.valli@rac.com.br

Foto: Cecilia Polycarpo/ AAN
Agentes sentados em greve para bloquear a abertura do portão resistiram pacificamente à retirada
Agentes sentados em greve para bloquear a abertura do portão resistiram pacificamente à retirada









A Força Tática da Polícia Militar retirou literalmente no braço os agentes penitenciários que estavam sentados em frente ao portão do Centro de Detenção Provisória (CDP) Campinas-Hortolândia, na manhã desta quinta-feira (20), em greve. Depois da retirada, o portão foi aberto e viaturas da PM entraram na cadeia levando cerca de 30 detentos que estavam no 2° Distrito Policial (DP) campineiro.

Os cerca de 20 agentes resistiram à retirada, mas pacificamente.

É esperada, ainda nesta quinta, a chegada de mais 30 presos ao CDP, também vindos do 2° DP.

Na terça-feira (18) o governo paulista afirmou que não negociaria com os grevistas enquanto a greve não fosse encerrada. A categoria reivindica, entre outros aspectos, 20% de reajuste salarial, para cobrir a inflação, mais 5% de aumento real.

“Não é mais fácil o governador Geraldo Alckmin (PSDB) negociar conosco? Não seria mais democrático? Ele defende a democracia, mas é um ditador. Não quer negociar. E, então, o que ele faz? Coloca a polícia contra a polícia”, afirmou o diretor regional do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo (Sindasp), Carlos Rufino, que está em frente ao CDP.

De acordo com o sindicalista, os serviços essenciais estão sendo realizados normalmente. “A nossa greve é aqui fora, não lá dentro”.

O major Arquimedes de Souza, do 48° Batalhão de Sumaré, que comanda a ação da PM em frente ao CDP, ainda não falou com a imprensa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.