domingo, 23 de março de 2014

Sr. Lourival Gomes, pede pra sair!!! Entregue as chaves da SAP ao Alckmin.


O Sr. Lourival Gomes, secretário da SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) de São Paulo, é servidor do sistema prisional paulista há 43 anos, foi de escriturário a guarda de presídio(nomenclatura da época para ASP), além de ter sido diretor de segurança, diretor geral e coordenador da COESPE, conhece perfeitamente a nossa realidade como servidores penitenciários, apesar que sempre defendeu o governo do estado de São Paulo, principalmente nas vezes que esteve como secretário da SAP e quando era coordenador da COESPE, inclusive defendeu o governo do estado em duas reuniões das comissões de segurança pública e assuntos penitenciários da ALESP, apesar que nessas comissões o governo não precisa que o defenda, pois os deputados da situação que são maioria absoluta na ALESP "blindam" o governo defendendo-o e fazendo perguntas que não são difíceis de se responder.
Só que conhecer a realidade é bem diferente do que ser solidário aos seus subordinados, coisa que não está sendo no momento e talvez nunca foi, acredito que o Sr. Lourival seja um homem realizado profissionalmente, acredito também que nesses 43 anos de trabalho o Sr. Lourival fez muitos amigos no sistema prisional paulista, de auxiliar de serviços gerais a diretores gerais, nesse longo tempo é possível que foi amigo de famílias em que o avô e o pai foram servidores penitenciários e agora o filho é servidor  penitenciário, sei inclusive de "mestrões" do "fundão" de cadeia e até mesmo sindicalistas que ofereceram jantar ou até mesmo já tomaram um cálice em algumas tabernas junto com o Sr. Lourival, mesmo após o Sr. Lourival ter passado a ter status de "estrela", sim... estrela, pois quem anda com quase uma dezena de seguranças e com carro blindado, tem status de estrela.
Senhor Lourival, não siga o exemplo do Sr. Antonio Ferreira Pinto, ex secretário da SSP e da SAP, que após ser esculachado pelo governo Alckmin em público passou a fazer oposição e críticas ao governo Alckmin, será muito mais louvável e nobre se o senhor pegar as chaves da SAP, chamar a imprensa e fazer a entrega simbólica dessa SAP, que há muito tempo está na lama, devido ao descaso total desse governo que é do mesmo grupo político há 20 anos no poder em São Paulo.
Vivemos uma realidade caótica no sistema prisional paulista, com CDPs que deveriam ter 768 presos e alguns estão com mais de 2.600 presos, há 20 anos atrás, quando o senhor ainda era do "baixo clero", presídios que eram para 900 presos dificilmente chegava a ter 890 presos, mesmo o Carandiru que era o único presídio paulista acima da capacidade não ultrapassava 30%(trinta porcento) acima da capacidade, hoje muitos ultrapassam os 300%(trezentos porcento), como pode o senhor que viveu uma realidade distinta dessa de hoje, não se pronunciar ao nosso favor diante do CAOS que vivemos?
Vivemos um CAOS tão grande, que sempre vemos pela imprensa que o crime organizado comanda crimes de dentro dos presídios paulistas, onde a imprensa adora nos colocar como os verdadeiros culpados, só que trabalhamos com imensa falta de funcionários, falta de tecnologias existentes, como Scanner Corporal, Bloqueadores de Celular, ao meu ver existe uma falta de 30 mil agentes de segurança penitenciária em São Paulo, 5.000 Agentes de Escoltas, 3.000 oficiais administrativos, 1.000 oficiais operacionais, 3.000 auxiliar de serviços gerais, 300 médicos, 300 enfermeiros e 300 dentistas, além da falta de pelo menos 100 presídios, acredito que o senhor gostaria de contar com esses profissionais, com as tecnologias existentes e com as populações carcerárias de acordo com a capacidade de cada unidade.
Sr. Lourival Gomes, faço um apelo, coloque a mão na consciência, reflita sobre esse apelo de um agente penitenciário paulista indignado com a tirania do governo Alckmin, mesmo tendo algumas atitudes arbitrárias e autoritárias na gestão do senhor como secretário da SAP, exemplo são as transferências arbitrárias de servidores penitenciários, que basta discordar ou debater com um de seus dirigentes e não falar amém aos caprichos desses, que muitas vezes são incompetentes, não sabem lidar com o grupo e morrem de medo de quem discorde deles, é óbvio que temos exceções, mas na sua maioria esses dirigentes só são diretores porque são amigos dos amigos, isso não existiria se o senhor tivesse implantado um concurso para diretores, ao menos que fosse nos moldes da secretaria da educação, onde diretor de escola é concursado, outro exemplo é a tão falada LPT (lista prioritária de transferência), onde impera outra arbitrariedade, para fazer inscrição ou ser transferido por ela, nao pode estar respondendo processo administrativo, ou seja, esse servidor é condenado antes do julgamento, além de faltar transparência nessa LPT, onde não sabemos quem está melhor ou pior colocado nas listagens, mostre a esse governo tirano e ditador que nos chamou de chantagistas e mandou "meter a polícia" em cima desses honrados servidores que muitas vezes o senhor disse que são abnegados e verdadeiros heróis.
Como pode o governo nos chamar de chantagistas e mandar "meter" a polícia em cima de nós, em vez de negociar com a categoria, se o senhor mesmo já participou de várias negociações com criminosos com o intuito de acabar com rebeliões, jamais iríamos agir com violência para forçar uma negociação, estamos agindo com responsabilidade, exercendo nosso direito constitucional de fazer greve,  mantendo a segurança nos presídios paulistas e as necessidades básicas dos custodiados, como saúde, alimentação e banho de sol, mesmo com déficit de servidores e HIPERLOTAÇÃO.
Sr Lourival Gomes, reflita sobre o que lhe disse o deputado Pedro Tobias em uma dessas reuniões da comissão de segurança pública e assuntos penitenciários, onde o mesmo disse: "O senhor será secretário eterno, ninguem quer essa secretaria, pode ficar sossegado". Será que o senhor está sossegado?
A SAP está na lama há muito tempo...
Sai da lama, Sr. Lourival Gomes!!!
Veja o vídeo que o deputado Pedro Tobias foi irônico com o secretário da SAP:

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.