segunda-feira, 23 de junho de 2014

Veja liminar na íntegra sobre os afastamentos dos diretores de Potim II.


Abaixo está a matéria elaborada pelo site Consultor Jurídico, no link abaixo você verá a decisão liminar da juíza na íntegra:
http://s.conjur.com.br/dl/afastamento-diretores-prisao.pdf



Diretores de penitenciária em Potim (SP) são afastados por agressões a presos


23 de junho de 2014, 18:26h

Quatro diretores da Penitenciária II de Potim (SP) foram afastados por conta de acusações de agressões físicas contra detentos. De acordo com a decisão liminar da juíza Sueli Zeraik de Oliveira Armani, da 1ª Vara de Execuções Criminais e Anexo da Corregedoria dos Presídios de Taubaté (SP), eles não poderão ingressar na instiuição até o fim das investigações. O pedido foi feito pela Defensoria Pública de São Paulo.

A juíza afirmou que as situações da denúncia foram demonstradas por meio dos laudos de exame de corpo de delito feitos em mais de 100 detentos, nos relatórios apresentados pelo Conselho da Comunidade de Taubaté e pelo Conselho Nacional de Política Criminal de Penitenciária, além dos relatos dos detentos ouvidos.

“O periculum in mora [perigo da demora] resta igualmente caracterizado, haja vista que a permanência dos representados nos cargos de agentes de segurança penitenciária naquela unidade prisional poderá comprometer a apuração dos fatos. Além disso, não se pode ignorar a existência de inequívocos indícios de que três agentes continuam ameaçando e tentando intimidar presos a fim de que este não lhes comprometam em suas declarações”, acrescentou a juíza.

Segundo os autos, eles negam as práticas. Para a juíza, no entanto, as negativas não estão comprovadas e não são capazes de inocentá-los. Em sua decisão, Sueli lista ainda diversos dispositivos que vedam agressões a detentos, como a Constituição Federal, a Convenção Americana de Direitos Humanos, da qual o Brasil é signatário, e a Convenção contra Tortura e outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes, de setembro de 1989. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-SP.

Clique aqui para ler a decisão.

47 comentários:

  1. Respostas
    1. Será!!! Porque tanto medo de que eles voltem, pois é sabido que já havia uma nove equipe montada para ocupar seus cargos, sábado passado tinha diarista vindo trabalhar já com HT na cintura, quando viu Dr Celso chegar ficou irado e ainda reclamou porque não seria o amigo dos amigos que ficaria, isso é notório ficaram alegres pelo afastamento, porém tristes pois o tiro saiu pela culatra, é isso ai quem faz o mal recebe o mal, pois a churrascada iria voltar tudo de novo e a panela ou melhor o panelão iria voltar tudo de novo.É palhaçada deixar que isso aconteça de novo, pois se a diretoria não voltar que esses babacas demagógicos tbém não voltem isso seria retroceder ao passado e ao erro .

      Excluir
    2. chamar o celso de dr ai tbm ja é demais...fala serio

      Excluir
    3. Boa tarde a todos que estão acompanhando essa injustiça com os Diretores da Penitenciária II de Potim. Chamar alguém de doutor ou de senhor, pode ser apenas forma de respeito e essa não nossa luta. Nossa luta é por justiça aos funcionários do sistema prisional que estão apanhando dentro dos presídios de São Paulo e morrendo nas ruas deste mesmo estado e em especial o caso atual mais notório, dos diretores da Penitenciária II de Potim. Duvido se você nunca chamou um advogado de doutor mesmo sem ele ter te mostrado o titulo de doutorado. E não adianta me dizer que existe uma lei arcaica que permite médico e advogado serem chamados de doutores sem o referido título.
      Assinado: ELEITOR

      Aproveito este momento para pedir a todos os escrevem neste blog como anônimo para assinar como ELEITOR, assim como nós os nossos governantes acompanham este blog pra mensurar a satisfação ou indignação dos seus eleitores. Assim quem sabe eles percebam que somos muitos.

      Mais uma vez, assinado: ELEITOR

      Excluir
    4. Bem pensado parceiros.
      Se tem q muda,ranca as raizes tbm

      Excluir
    5. Bem colocado suas palavras, nossa luta é para q nenhum asp venha ser agredido mais,entao, nao conheço esse diretor ,mas pelo q percebo ele estava sim correndo com os asps e ecarando esse abuso com rigor.
      É lamentavel. Le

      Excluir
    6. Esses Diretores Estão nessa situação pois não conseguiram montar sua própria equipe.... ficaram pisando fofo em terreno desconhecido cheio de pessoas maldosas e que jura ser fieis por causa de uma merda de pró-labore... nojento isso pessoas que fazem o impossível pelo seu cargo vendem até a alma se necessário e pior a maioria incompetente, é nojento isso e pior ainda nesse momento estão em cima do muro nem para dar a cara a tapa para defender esses diretores injustiçados por que não sabe como vai ficar o doce...em tão ficam iguais corvos na carniça esperando a presa morrer para ver que lado vão se jogar eta p2 cheia de pessoas demagógicas e infelizes...só por Deus....mas aí presta atenção esse caras se pá volta viu!!!!

      Excluir
  2. Gente....Aonde é que vamos parar....(nós, agentes penitenciários)? Li a decisão liminar da juíza, e constatei que nossos colegas estão em maus lençóis, funcionários exemplares e íntegros postos em desconfiança e abaixo dos sentenciados(estes sim, já julgados e condenados). Não é preciso muita inteligência para saber que se mexer com o ladrão o "bicho pega". Diretores que estavam apenas cobrando disciplina na unidade e que certamente não estavam agradando a bandidagem, então o que acontece? A corda rompe para o lado mais fraco, ou seja, o do agente. Caro Gustavo, espero que vc volte logo a "cerrar" meus cigarros na revisora. Adão/Marcelino, tô contigo! Caso o bem prevaleça sobre o mal, logo estarão de volta. Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Quem deve ser punido é os bandidos e não os agente ,onde vamos parar desse jeito o bandido tem mais valor que os trabalhadores e honestos .Vergonha desses juízes...

    ResponderExcluir
  4. Nesse meio as coisas são engraçadas, fiz uma denuncia na Ouvidoria do IAMPSE, por e-mail, pois por telefone foi impossivel, depois também pelo Sindicato SIFUSPESP isso no final de fevereiro de 2014 pois que segunda consta a Santa Casa de Presidente Prudente tinha um cota de internação, sendo eu informado que nessa época seria no total de 12 internações, e que se essas internações desses 12 ficassem lá por um mês por exemplo, não poderia ficar internado mais ninguém ( nem Filhos, Pais ou nós Ususários) pelo IAMPSE, a NÃO ser que alguém morresse ou alguém tivesse alta e até hoje sequer alguém do IAMPSE, Ouvidoria, Defensoria ou Direitos Humanos foi apurar ou entrou em contato comigo, mesmo eu denunciando. É pra acabar

    ResponderExcluir
  5. Enquanto isto iremos apanhar de vagabundos e não teremos direto de resposta, pois ninguém quer nos ouvir, apenas a pastoral de voz,será que vai precisar morrer um asp para que algo seje feito?

    ResponderExcluir
  6. Não sei, não... os afastados parecem ser, segundo relatos postados nesse blog, pessoas íntegras e comprometidas com o bom andamento da unidade prisional.

    Mas uma coisa há de ser dita: alguns agentes deixam a cadeia ir "desandando" aos poucos e quando alguém quer que a unidade "volte aos trilhos", acaba tomando medidas mais contundentes...

    Com isso, há alguns excessos sim (eu vejo sempre excessos por parte de ALGUNS integrantes do GIR) e, esses excessos, uma hora faz o "angu desandar"... foi o que deve ter acontecido no presente caso...

    Não adianta gente... hoje em dia não dá mais para ficar "socando" ladrão como acontecia antigamente... hj em dia o povo dos Direitos Humanos, Pastoral, Defensoria Pública, Conselho de Comunidade e mais um monte de gente que ganha dinheiro defendendo bandido, vão ficam em cima de quem ainda insiste em dar umas 'madeiradas' em preso folgado...

    Hoje, o ASP inteligente trabalha em cima da lei, pois a lei que defende o bandido é a mesma que tem 'brechas' para fuder o vagabundo...

    Trabalhei com um DCSD que era só o preso começar a "despontar" na liderança da cadeia, que o bonde dele cantava "dois pontos depois de onde Judas perdeu as botas"...

    Se os afastados contratarem um advogado que preste (e acho bom fazer isso), fatalmente esse defensor achará contradições nas declarações dos presos, já que foram vários presos ouvidos e, diante da quantidade de informações, fatalmente contradições aparecerão..

    Só resta dizer à Excelentíssima Juíza que, como corregedora administrativa dos presídios, ela deixar (sim, ela) amontoar presos em celas, também constitui crime de tortura, na modalidade omissiva, visto que cabe ao Poder Judiciário, via VEC, pedir a interdição de presídios que afrontem os direitos do presos...

    É a velha máxima: "a corrente arrebentou no elo mais fraco, pq o elo mais fraco aceitou fazer parte da corrente"... Capice???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeita sua colocação!!! Concordo com o colega em tudo o que disse, na realidade, foi o que tb disse abaixo, porém com outras palavras. Ainda tenho esperança que um dia os ASPs aprendam que manter a disciplina não é descer pancada nos vagabundos e comecem a usar a lei em benefício próprio. Quando isso acontecer, vão começar a se dar bem!

      Excluir
    2. Caro amigo então seria melhor abolir o GIR, QUANDO om ASP, agredido ou ficar de refém com um espeto na garganta, use a diplomacia, tudo é bonito no papel, se fossemos cumprir a lei na integra não poderia haver superlotação, todos teriam direito a trabalho, medico, dentistas, atendimento psicológico, social, sua Unidade possui todos esses profissionais, possui o n° de agentes necessários, você tem computadores suficientes para exercer suas funções, você possui um escâner para revista pessoal, então não seja demagogo, o sistema esta falido e você esta falando em aplicar as leis, quantos benefícios estão parados nas VEC sem serem julgados, pois se fossem 1/4 da população carceraria não estaria atras das grades o que aliviaria as Unidades prisionais. Acorda você não esta em pais de 1° mundo não !!!

      Excluir
    3. Bem colocado suas palavras.
      Nao adianta vim com intolerancia em cima de Dgs ou Gir julgando alguma atitude, pq com o sistema falido e o clima q essas "leis" estao causando la dentro,nao tem como mante teoria nenhuma. Só pratica. Le

      Excluir
  7. Onde nós vamos parar??? Do jeito em que está, não muito longe!
    O problema dos agentes é o seguinte: Só se tem disciplina na base da pancada, truculência.
    Tem-se a ideia de que preso bom é preso morto e que eles estão ali para tentar corrigir o preso de qualquer maneira.
    O X da questão é que temos leis que condenam esse tipo de ato e eu não sei por que os agentes ainda insistem nesse tipo de disciplina medieval, mesmo sabendo que mais cedo ou mais tarde alguém irá denunciá-los e poderão perder seus empregos e até sua liberdade, se tornando um encarcerado (olha a ironia).
    Eu sei que não tem santos lá dentro, que só tem o esgoto da sociedade, digamos assim, que a maioria que está lá é altamente perigosa e que o agente precisa manter o respeito no recinto. Só que existem outras maneiras de manter o respeito e implantar um regime disciplinar mais apropriado, não o ideal, mas um que seja compatível com a atual situação do sistema prisional paulista.
    Sei também das péssimas condições de trabalho que os agentes são submetidos além do péssimo salário. Mas isso não dá o direito de implantar um sistema baseado na pancadaria.
    Bem, sei que serei criticado por essa opinião, mas é minha opinião.
    Quanto aos funcionários, correm o sério risco de perderem seus empregos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sera que é o padre José quem tá falando guarda com certeza não é!!!!!!

      Excluir
    2. Vc deve ser HUMANITARIO......, presta concurso pra assistente social..........................VAI DAR CERTO

      Excluir
    3. É isso aí "Pastoral do Demônio" diz isso para o guarda da PII Potim que levou um socão na cara semana passada(ASP Erimar), diz prá ele: "Toda vez que vc for agredido, você deve devolver a agressão com boas maneiras e palavras amáveis, só assim vc estará reeducando o sentenciado". Assim é fácil né? No c´. dos outros pimenta é refresco....Acorda Pastor!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
    4. Meu caro. Criar hematomas é a coisa mais facil que tem. Basta bater de forma correta que a mancha fica lá. Presos tambem batem um ao outro dentro das celas para cobrarem algo - se for pra ferrar guarda ou diretoria, é só morrer uns maços, que sempre terão voluntários. Parece que vc trabalha no Adm. Quanta falta de noção. E quanto aos diretores, que pena, acho que já eram. A SAP trabalha assim, a fila sempŕe anda.

      Excluir
    5. La em Tupi paulista houve denuncias contra os funcionários e Diretores, mas pelo que fiquei sabendo tudo não passou de uma mentira deslavada e o próprio promotor reverteu as acusações contra os menores que estavam lá no tempo da Febem. Por isso, muito cuidado quando se falar mal dos Agentes. Existem excessos e todo mundo sabe disso, mas nem sempre determinadas ações devem ser vistas como excessos. Do jeito que vai, daqui a pouco a Rita Cadilac é que vai ser diretora por ai.

      Excluir
    6. Exatamente amigo.
      O vagabundo nao comete exagero qd agride um asp, agora se o Gir da o trco,ja caem d pau julgano excesso. Le

      Excluir
  8. Mais um ASP agredido até quando iremos nos calar, depois desta liminar os diretores vão fechar os olhos para não perder seus cargos, pois tem muitos que já não correm em apoio em caso de agressão com essa agora já era.

    ResponderExcluir
  9. Senhores colegas mais um amigo foi agredido em Mirandópolis, cade os Sindicatos nesta Hora, já mostramos que temos força para parar essa é a hora, ou iremos esperar algo pior acontecer, pois a SAP não se manifesta nem para defender seus diretores quanto mais nos ASPs.

    ResponderExcluir
  10. Jenis qual o seu posição sobre tudo o que esta acontecendo, poderia dar seu parecer?

    ResponderExcluir
  11. Cara.
    So Deus na causa, pq realmente é moda no Brasil as leis,autoridades ficarem do lado do crime.
    E nos la frente a frente,se pelomenos essa automatizaçao foser total e imediata, acabaria em 95% os problemas. Deploravel essa corja q os defendem acima de td. Le

    ResponderExcluir
  12. tem é muito covarde no sistema , funça que é zuado no fundão e não toma atitude nenhuma, fica bem quietinho, quando a Diretoria cobra disciplina e respeito esse mesmo funça corre na corregedoria para chorar e se a Diretoria não toma atitude esse funça vai lá também!!!

    ResponderExcluir
  13. PENSA NO SEGUINTE! PQ ESSA SENHORA JUIZA DE DIREITO, NÃO PEGA UM DESSES VAGABUNDOS QUE ESTÃO PRESOS E COLOCA COMO SEU SEGURANÇA PESSOAL OU COMO SEU MOTORISTA DE CONFIANÇA. ISSO É O FIM DA PICADA . MEUS IRMÃO EU NÃO PARO DE FAZER OUTROS CONCURSOS E DIGO AOS SENHORES A FAZER O MESMO, POIS ESSA SAP INFELIZMENTE SÓ DEIXA A DESEJAR E A JUSTIÇA BRASILEIRA IDEM FORTE ABRAÇO A TODOS.

    ResponderExcluir
  14. É bem isso aí mesmo! Todos nós que trabalhamos no sistema penitenciário sabemos que não existe disciplina sem truculência. Cadeias de verdade, da revisora pra dentro, estão todas nas mãos dos vagabundos.Cadeias que dizem ser "modelo" e que não tem faxina e nem seguro, são sustentadas na base da "canada", e quando um "irmão" é incluído na Unidade, mais que depressa ele vai de bonde, pois o diretor logo arruma um comunicado pra manda-lo pra tranca por não querer perder o controle da "cadeia modelo". Até preso semiaberto que teria direito a saída temporária a "diretoria modelo" inventa comunicado de evento para arrastar o beneficio do drão para não correr o risco dele se evadir na fugidinha do dia das mães.
    O servidor público tem o "múnus público", representa o Estado e, em hipótese alguma, o Estado pode compactuar com atitudes de servidores que afrontam as leis. O servidor deve, a todo custo, exercer suas atribuições da forma correta. Se ele não consegue estabelecer a disciplina impondo respeito perante os presos, pois a maioria das cadeias está na mão do comando, isso é um fardo que temos que carregar por termos optado por ser funcionário publico.
    O funcionário que quer se impor mediante violência está transgredindo o ordenamento e se colocando em pé de igualdade com o detento, que foi preso justamente por não obedecer as leis. O servidor que bate em um detento dentro de uma cela de inclusão ou sala de diretoria é oportunista, igual o detento que agride o guarda que está sozinho dentro do pavilhão.

    ResponderExcluir
  15. Quanto a agressão a guarda, acho que o único jeito de resolver é para cada ASP agredido, um dia sem visita, em todo sistema, se o governo não toma providências, então vamos nós....

    ResponderExcluir
  16. Jenis e você o que pensa de tudo isso ? Será que a moda pega ? diretores deveriam serem todos concursados isso daria maior respaldo para eles e para nós

    ResponderExcluir
  17. Se a moda pega como vamos trabalhar.Temos que parar o sistema "JÀ",achar que objetos (facas ,espetos, celulares, maconha, cocaína e drone) encontrados na blitz não são ofensivos é demais.....

    ResponderExcluir
  18. mas estas irregularidades administrativas ocorrem também no CDP de Vila Independência será que no interior existe mais fiscalização da gestão prisional?

    ResponderExcluir
  19. Creio que muitas ocorrências com os presos são causadas pela inexperiência dos diretores, ausência de estratégia operacional e rotinas pré-estabelecidas. A apreensão de materiais ilícitos é comum nas unidades prisionais é necessário aprimorar os mecanismos de prevenção para tentar amenizar estas ocorrências. Outro detalhe que deve ser ressaltado é a adoção de métodos mais eficazes para a execução das tarefas nos setores de sub portaria e portaria nas unidades prisionais. Ocorrências desta natureza vão ser cada vez mais audaciosas e os chefes devem ter o discernimento para resolver estas ocorrências de maneira legal ou paliativa desde que com segurança para o corpo funcional e a atividade carcerária. Creio que nesta operação faltou comando, planejamento e uma operação desorganizada, ou seja, o que era para ser um mérito coletivo tornou-se uma catástrofe. Infelizmente não há como reconhecer que a responsabilidade e os riscos da operação são dos servidores que comandam e a punição atendeu a escala hierárquica. Lamentavelmente este tipo de fiscalização não é regra e na Administração Penitenciária existem incontáveis diretores desqualificados, ilegalidades sem fim, desvios de verbas e má gestão pública. Certamente a lição nos revela que as ocorrências na Administração Penitenciária quando são de conhecimento dos órgãos de fiscalização, imprensa e setores da sociedade são objeto de fiscalização imediata e uma sentença rápida. Apesar de não ter conhecimento do conteúdo formal da ocorrência, tenho que me pautar na efetividade jurídica, porque aparentemente foi realizado o devido processo legal. O que realmente incomoda a nossa categoria é o fato de que esta fiscalização deveria ser estendida imediatamente na Secretaria da Administração Penitenciária, Coordenadorias e Unidades Prisionais porque a atividade carcerária em São Paulo é um poço de ilegalidades que prejudicam severamente a todos que vivem em São Paulo e principalmente o agente penitenciário que trabalha nas atividades de assistência ao preso na carceragem prisional.

    ResponderExcluir
  20. O pior é SAP não se manifestar, como se os asps fossem culpados ou pior já foram condenados sem direito a defesa. Isso é inadmissível, estamos largados a própria sorte. Quando entrei no sistema tinha orgulho agora tenho vergonha, pois os valores se inverteram e nós viramos bandidos para a sociedade.

    ResponderExcluir
  21. Como foi comentado se facas, espetos não for ofensivo o que sera que terá que acontecer para que se caracterize agressão ao guarda, TA difícil e vai ficar pior!!!!

    ResponderExcluir
  22. Jenis qual a sua posição sobre tudo o que esta acontecendo agressão a funcionários em diversas Unidades afastamentos de diretores, poderia dar seu parecer?

    ResponderExcluir
  23. Hoje ocorre uma inversão de valores onde os asp são agredidos covardemente e tem que provar que são vitimas, pois existem muitas instituições em defesa do preso que leva dinheiro para realizarem esses tipos de denuncia, pois da mídia, pois não vale a pena dizer na mídia que o ASP apanhou não da IBOPE, porque esses padres não vão dar assistência em orfanatos, abrigos de velhos, apoiarem lares para drogados, porque será ???? Mas quando funcionários dispostos a realizar um bom trabalho assim o fazem são punidos como é o caso dos diretores da PII de POtim, não digam que eles eram maus ou bons digam se corriam pelo certo, davam apoio aos ASPs quando necessitado, pelo que li em vários comentários inclusive do guarda agredido Ivemar em seu depoimento ele diz que teve todo apoio da diretoria, mas o que eles ganharam com isso, pelo que vi apenas criticas, diferente da PM pois vi em varias postagens a respeito da morte do PM DE LUCA ocorrido em Suzano, onde todos se uniram e vão para cima dos bandidos, admiro os PMs, pois são unidos em um só ideal, mexeu com um mexeu com todos, enquanto nós estamos vendo companheiros serem julgados inocentemente o que fazemos acabamos de apedrejar, por isso que nunca chegaremos a lugar nenhum, ou mudamos nossa maneira de agir e nós unimos para fortalecermos ou sempre seremos esquecidos, pois temos dois sindicatos que só se criticam entre si, na hora necessária não aparece, este ano ocorrerá eleição porque não se unir e elegermos um verdadeiro representante para categoria, pois se quisermos conseguiremos. REFLITAMOS!!!! desejo que esses quarto homens valorosos, pois se dispuseram a ajudar e apoiar os funcionários e ganharam a ingratidão de todos , a vocês quatro um grande abraço e pode ter certeza tem minha admiração.

    ResponderExcluir
  24. Essa decisão é sem noção. Se essa senhora estivesse presente na hora do ocorrido, certamente, ela teria feito elogios aos funcionários que ela está afastando de suas funções.
    Assinado: ELEITOR

    ResponderExcluir
  25. Só sabe como é o ambiente em que se trabalha quem está nele. As pessoas não falam do risco que os funcionários são expostos por diretores que dão ordem absurdas, e ameaçam os funcionários dando "bonde" para outro turno, eh ou não turma...

    ResponderExcluir
  26. Olá Jenis!!! Se tivesse mais uma meia dúzias de guardas como vc o nosso sistema talvez funcionaria melhor, Então meu caro sou asp lotado na p2, não tenho muito tempo de casa, sinto-me solidário aos colegas afastados pois até então os mesmos são corretos, trabalham bem, acelerados pra chuchu e quem esta por perto tem que mostrar serviço senão o bicho pega é a forma de trabalho deles, penso também não só neles e também em seus familiares que enfrentarão com certeza essa barra junto deles, espero que saiam dessa... Mas aí gostaria também de ser solidário e deixar uma lembrança a um colega, pois pelo tanto que nos conhecemos e ouço falar dele sujeito honesto, correto, zica com os funças mas também sabe se impor perante os vagabundos no seu dia a dia, cito este colega pois até onde eu sei o Gustavo e o Nilson apoiaram injustamente a retirada dele de seu cargo que os mesmo exercia desde a outra gestão inclusive era de confiança da gestão Brandão, pois quando faleceu o Diretor Adm. Do Brandão todos sabem que foi ele quem segurou o rojão e não deixou a peteca cair e isso teve muita repercussão, inclusive em outras unidades pois esse ex-diretor era bem conhecido e tinha bastante contatos, e que ironia do destino hoje essa mesma pessoa de quem estou me referindo esta puxando carrinhos na radial, dizem que até serviço de pintura e na manutenção vem executando, pois bem colegas isso sim não é pra qualquer um na minha opinião o cara esta sendo tirado, pois depois de tanto tempo como diretor, pelo que me consta não posso afirmar mas me parece que o mesmo tem nível superior, vai vendo!!!! Eu duvido só vendo mas eu não acho que vou ver um de vocês na mesma situação desse camarada.... ou vou pura ironiaaa pois somos todos agentes penitenciários e uma hora sabe como é....sorte a todos!!!!!.... espero que vocês não passem pelo mesmo.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um que frequenta os churrascos...kkkkkkkk...
      Quem disse q ele segurou o rojão na saida do Fábio?
      Ah fala sério cambada de puxa saco.
      Sabe de nada inocente

      Excluir
    2. Se for o ex-diretor que estou pensando, este comentário este comentário acima esta corretíssimo, e na minha opinião esta sendo tirado mesmo....pois agora cada um deita sua cabeça no travesseiro e reflita, pois a injustiça não tem data e nem hora marcada, todos nós estamos sujeitos!!!!!!

      Excluir
  27. MEUS CAROS AMIGOS NO CDP DE FRANCA TAMBÉM ESTA DIFICIL TRABALHAR OPRESSAO TOTAL POR PARTE DA DIRETORIA, E A SAP NAO FAZ NADA, VAMOS DIVULGAR ISSO PARA VER SE ALGUEM DE ALTO ESCALÃO TOMA ALGUMA ATITUDE E POSSA INVESTIGAR

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.