quarta-feira, 9 de julho de 2014

Apreendidos antes de entrar em presídio paulista, 40 celulares no caminhão que entrega leite.


Fonte: http://www.atribuna.com.br/pol%C3%ADcia/quase-40-celulares-s%C3%A3o-apreendidos-antes-de-entrar-em-cpd-de-mongagu%C3%A1-1.391646


Litoral Sul
Quase 40 celulares são apreendidos antes de entrar em CPD de Mongaguá
Eduardo Velozo Fuccia
Seis celulares, além de dois chips, quatro carregadores e um fone de ouvido, que seriam introduzidos no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Dr. Rubens Aleixo Sendin, em Mongaguá, foram descobertos dentro de um pacote de leite.

Transportados no caminhão da empresa que fornece alimentação ao presídio, único de regime semiaberto na região, os aparelhos de telefonia móvel foram descobertos quando a carga do veículo era passada pela máquina de Raio X.

O caminhão estava parado no pátio da portaria do CPP de Mongaguá quando o Raio X acusou a presença de objetos estranhos na embalagem de leite. O caso foi registrado na Delegacia de Mongaguá e inquérito será instaurado para apurar responsabilidade criminal pelo episódio.

O motorista do veículo alegou ignorar que havia os celulares e demais acessórios no pacote de leite. A gerência da empresa fornecedora de alimentos será intimada a fornecer os nomes dos funcionários que abasteceram o caminhão.

Em Praia Grande

Trinta e três celulares, vários carregadores e fones de ouvido foram apreendidos na casa de Deusa Brasil, de 50 anos, na Vila Mirim, em Praia Grande. Segundo informações da Polícia Civil, os aparelhos seriam arremessados para o interior de estabelecimentos prisionais da região, entre os quais o CPP de Mongaguá.

Baseados em denúncia anônima, policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos foram até a residência de Deusa e encontraram os aparelhos na cozinha. Eles já estavam todos embalados com fita isolante em um único pacote preso na extremidade a uma corda de náilon.

De acordo com a mulher, os objetos lhe foram entregues por um rapaz chamado “Eduardo”, que ficou de buscá-los posteriormente. Ainda conforme ela, o homem alegou que deixava os aparelhos na residência a pedido de um filho de Deusa chamado Marconi.

Ex-detento, Marconi ainda não foi localizado. Ele está em liberdade há cerca de um mês e, segundo a sua mãe, ficou quase dois anos preso por roubo no Centro de Detenção Provisória de Praia Grande, na Penitenciária II de São Vicente e no CPP de Mongaguá.

8 comentários:

  1. A COISA JÁ ESTA RUIM E VEM UMA DEPUTADA DO P.T QUERER ACABAR COM A REVISTA INTIMA TAMBEM. SERÁ QUE ELA ESTA COM MEDO DOS SEUS FAMILIARES PASSAREM POR ISSO QUANDO FOREM FAZER VISITA NA CADEIA. TIPO ZÉ DIRCEU, GENUÍNO E OUTROS P.TRALHAS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inocentes sabem muito bem quem coloca celular nos presidios

      Excluir
  2. CELULAR NO LEITINHO DO LADRAO ??????? IMAGINEM O QUE TEMOS PRO ALMOÇO !!!!! GIR E POTE

    ResponderExcluir
  3. Ex Detento sai de Liberdade na segunda e Retorna para arremessar celular na quarta feira a noite no CPP de Mongaguá, foi pego pelos agente e levado ao DP de Mongagua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haaaaaaa, me ajuda ai ow!
      Essa porcaria de saidinha nunca vai acabar? Pqp.

      Excluir
  4. Ai eu te pergunto Percival:
    Voce gosta de canjica?

    ResponderExcluir
  5. VERGONHOSO, e o GOVERNO FEDERAL DO PT E CIA , QUEREM ACABAR COM A REVISTA ÍNTIMA , E CAFÉ ASSIM IMAGINA NO ALMOÇO KKKKKKK..... TEM DE TER BLOQUEADOR EM TODAS UNIDADES PRISIONAL DE SÃO PAULO JÁ

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.