segunda-feira, 7 de julho de 2014

ASPs em estágio probatório sofrem desrespeito pela SAP no Complexo Pinheiros-SP


Segundo Agentes Penitenciários que concluíram o curso de ASP em 1º de abril, não foi dado a oportunidade de escolher vagas em outros presídios, foram lotados nos CDPs do Complexo Pinheiros e estão sendo proibidos de se inscreverem na LPT, mesmo já passados 6 meses da posse, como diz a própria resolução da LPT.


 
Segundo esses colegas, existem 200 Agentes Penitenciários nessa situação, temos relatos também que existem muitas agentes femininas nessa mesma situação nas penitenciárias femininas  da capital.(vejam comentário sobre as ASPs Femininas também, abaixo do texto)
 
É óbvio que esse número de ASPs novatos em apenas 4 CDPs é excelente para se trabalhar no complexo, mas sabemos que temos CDPs e Penitenciárias trabalhando com menos de 12 ASPs em um plantão, acredito eu, que o governo está com medo de uma nova greve durante o período eleitoral, porisso mantém um número grande de agentes nessas unidades que seriam o "ponto fraco" da SAP em uma greve.
 
Sugiro que procurem um advogado e façam denúncias de assédio moral sobre qualquer arbritariedade da Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo.
 
Independente de estarem em estágio probatório, tenham UNIÃO, que ninguém poderá com vocês!!!
 
 
Veja que o artigo 2º da Resolução SAP 410/06, onde diz que após 6 meses de efetivo exercício é permitido se inscrever na LPT:
 
Artigo 2º - Poderão se inscrever na LPT os Agentes de Segurança Penitenciária e os Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária que contam, no mínimo, com 6 (seis) meses de efetivo exercício no cargo.
Veja nesse link a resolução SAP sobre LPT:http://jenisandrade.blogspot.com.br/2012/12/qual-diferenca-entre-lpt-e-lptrlista.html
 
 

Veja o email que recebi de um colega de trabalho nessa situação, é óbvio que o email é anônimo e sabemos porque:
 
Gostaria de fazer uma denuncia. Em 06/01/2014 cerca de 200 pessoas tomaram posse em seus cargos de Agente de Segurança Penitenciária (Concurso 2011).
 
Na data do dia 09/01/2014 esses 200 Agentes, iniciaram o curso na escola EAP (Escola da Administração Penitenciária), sendo que o mesmo terminou na data de 01/04/2014. Lembrando que até então não escolhemos nossas vagas.
 
A partir do dia 02/04/2014 fomos locados no CDP I Pinheiros, e distribuídos nas outras 3 unidades que compõem o complexo, CDP II, CDP III e CDP IV. Todos nós, os 200 agentes do qual converso todos os dias, estamos indignados com este descaso criado pela Secretaria da Administração Penitenciária, do qual estamos jogados nestas unidades, sem saber nosso futuro funcional, sendo prejudicada de várias formas, inclusive nosso direito de nos inscrevermos na tão cobiçada LPT. Já se passam 3 meses que estamos nessa situação, sem a possibilidade de arrumar uma moradia em SP, pois não sabemos em qual unidade ficaremos lotados realmente, vários companheiros de trabalho estão cogitando a hipótese de exonerar do cargo por conta deste descaso, do qual estamos sendo tratados.
 
Inclusive, entramos em contato com o DRHU várias vezes, e a informação que está sendo passada é que o DRHU não tem a quantidade de agentes que foram formados nessa turma de 200, não sabe onde a maioria se encontra, não sabem nos dizer quando a situação será resolvida, apenas usam a famosa areia para nos prejudicar ferozmente.
 
Creio que até o pessoal do departamento pessoal do CDP I de Pinheiros não está feliz com esta situação, pois alem do corrido trabalho de cuidar de seus próprios funcionários, ganharam de brinde mais 200 funcionários que foram jogados lá, para esperar uma possível decisão do governo. O futuro só a Deus pertence, e indigno é está secretária que chama seus funcionários, para deixarem jogados no canto, sem saber ao certo qual será seu futuro.
 
Lembrando que ainda tiveram a cara de pau de avisar que nossa situação poderá ser resolvida até 31/07/2014, digo, poderá, ou seja, o tão pouco que conheço dessa secretária já imagino o tipo de gente que trabalha neste lugar, isso nos revolta, inclusive, revolta nossos companheiros que já estão lotados nas unidades que já tem sua vida funcional estabilizada que também nos apóiam todos os dias nessa luta, desse descaso do governo. Isso é uma vergonha para o estado mais rico do pais, que não tem a competência de alocar 200 funcionários em escolha de vaga, e jogam os mesmo em qualquer vala, para que tenha seus dias prejudicados.
 
Agora te digo querido funcionário amigo, cadê os sindicatos, não somos um funcionário e sim 200 funcionários abandonados. Tanto pelo governo como pelos sindicatos que falam que nos vão dar todo o apoio do mundo. Porém enquanto você lia mais uma lei contra nosso sistema foi aprovada (Sem revista intima de visitas). Fala governo e nós? Como ficamos?. Assinado, funcionário lotado no complexo de pinheiros, que não teve sua escolha de vaga liberada, e que muito menos vai conseguir colocar seu nome na LPT.
 
Indignação, falo a todos para não prestarem este concurso, pois isso que estamos passando é puro desrespeito ao funcionalismo publico.
 
Obrigado Jenis, por nos dar a oportunidade de mostrar nossa situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.