quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Diretor é destituído após desmanche ser achado em presídio paulista, sindicalista não concorda, segundo a RAC.


Fonte: http://correio.rac.com.br/_conteudo/2015/02/capa/campinas_e_rmc/238959-diretor-e-destituido-apos-desmanche-ser-achado-dentro-de-cpp.html

Diretor é destituído após desmanche ser achado em CPP
Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o carro não era roubado, mas não poderia estar dentro da unidade carcerária

04/02/2015
jaqueline.ishikawa@rac.com.br

CPP tem rigoroso esquema de revista dos presos que retornam do trabalho externo
Fiat Uno desmanchado foi achado no interior do CPP de Hortolândia
O diretor do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Hortolândia foi destituído de seu cargo pelo secretário de Administração Penitenciária, Lourival Gomes, após desmanche de veículo irregular ser descoberto dentro da unidade nesta terça-feira à tarde (3). De acordo com a SAP, servidores penitenciários encontraram carcaça e peças de um veículo em uma empresa de sucata que fica na área externa do CPP e que trabalha com mão-de-obra carcerária e imediatamente acionou policiais do 1º Distrito Policial.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a polícia constatou que o veículo em questão, um Fiat Uno Mille, foi comprado após ter dado perda total em acidente de um terceiro, que foi acionado para prestar esclarecimentos. À polícia, o comprador explicou ter adquirido o carro como sucata, inclusive pagou por peso, e que o cortava para mandar a um ferro-velho. No DP, ficou provado problema de questão administrativa, em que não houve baixa do veículo junto ao Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito), e o carro foi apreendido para regularização.


Apuração

A SAP afirmou, por meio de nota, que ordenou que a Corregedoria Administrativa do Sistema Penitenciário realize rápida e rigorosa apuração do caso. Além disso, o secretário determinou a revisão e a rescisão do contrato de alocação de mão-de-obra da empresa, o qual inclui o uso da estrutura da unidade.

Para o diretor regional do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária (Sindasp), Carlos Rufino, a troca da direção foi exagerada. "Mesmo sabendo que não havia nada demais, houve a troca de toda a direção por conta desse fato irrelevante. A diretoria era muito bem vista pelos funcionários e nunca teve problema algum. Além disso, o diretor participava muito dos eventos", ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.