quinta-feira, 29 de outubro de 2015

PM é indiciado por homicídio de agente em São Carlos, segundo A Cidade.


PM é indiciado por homicídio de agente em São Carlos

'Vocês vão morrer, corram', teria dito PM antes de atirar com submetralhadora, relatou sobrevivente

Jornal A Cidade / Micaela Lepera


Matheus Urenha / A Cidade
Advogado Paulo França afirma que o irmão Lúcio Flávio se fingiu de morto para não morrer (foto: Matheus Urenha / A Cidade)


A Polícia Civil de São Carlos indiciou o sargento da Polícia Militar Marcos de Souza pelo homicídio do agente penitenciário Edson Honório Ferreira, 46 anos, e pela tentativa de homicídio do agente penitenciário Lúcio Flávio de França, 35 anos, ambos de Ribeirão Preto.

Os homens teriam sido confundidos com ladrões durante uma abordagem policial na madrugada do dia 6 de outubro em São Carlos.

Em depoimento à polícia, Lúcio disse que ele e Édson estavam prestando serviço de monitoramento de cabos para uma empresa de telefonia quando foram abordados por uma viatura policial. De acordo com a vítima, eles se identificaram como agentes penitenciários e foram instruídos a entregar suas armas, que estavam no console do carro.

Lúcio afirma que os policiais colocaram as armas em cima do capô da viatura e, neste momento, o sargento teria gritado “Vocês vão morrer, corram.” Em seguida, teria disparado.

Os agentes penitenciários foram atingidos por vários disparos de uma submetralhadora. Edson morreu no local.

O irmão de Lúcio, Paulo França, 37 anos, conta que o irmão levou nove tiros e que teve que se fingir de morto para não morrer de verdade. “Ele fala que depois que eles já estavam caídos, os policiais atiraram com as armas deles para alegar que houve um confronto.”

Revide
Segundo o delegado Gilberto de Aquino, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de São Carlos, as versões do agente penitenciário e do PM são conflitantes. O sargento teria dito que desligou o giroflex ao abordar os suspeitos e que somente revidou aos disparos dos agentes.

“Mesmo que a versão do policial seja a verdadeira, ele errou ao desligar o giroflex, porque isso fez com que os agentes penitenciários não soubessem que o carro que estava se aproximando era uma viatura da polícia. Eles podem ter se assustado ao ver homens armados e atirado”, destaca Gilberto de Aquino.
Ainda conforme o delegado, os agentes penitenciários não foram atingidos nas costas, mas sim no tórax, joelhos e braços.

PM não se manifesta sobre o caso

O A Cidade questionou a Corregedoria da PM sobre o indiciamento do sargento Marcos de Souza pela Polícia Civil, mas não obteve nenhum posicionamento sobre as investigações na esfera administrativa.

A Secretaria da Segurança Pública se limitou a informar que a PM de São Carlos instaurou um (IPM) inquérito policial militar para apurar o caso.

“A investigação segue coletando provas para esclarecer a ocorrência e não serão passadas mais informações para não atrapalhar os trabalhos policiais”, informou a SSP por meio de nota.

Em entrevista ao A Cidade, na data do crime, o ex-PM Valmir Honório Ferreira, afirmou acreditar que o irmão Édson tenha sido vítima de excesso por parte dos policiais. “A abordagem foi totalmente inadequada”, disse à época.


4 comentários:

  1. Ponha esse FDP sob nossa custódia e vamos dar-lhe o que ele merece. Coxinha não é amigo de Agente, são covasrdes, traiçoeiros e perigosos. Os Agentes que tem um minimo de inteligência já aprenderam que lugar de coxinha é da porta pra fora da sub portaria e na rua, é mais preocupante topar comu uma viatura deles do que com bandidos. Bandidos você defende e eles te desarmam e depois te matam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo em numero genero e grau,só nós damos valor para os pm´s mas eles tao se lixando pra gente ou outra categoria,não se iludam eles não são amigos de ninguém,eles tao matando a revelia e o corporativismo prevalece,conclusão Disparo acidental de arma de fogo no cumprimento legal da profissão ,alerta fiquem longe deles.

      Excluir
  2. queria muito tirar uma dúvida sobre o concurso asp

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.