quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Agente agredido em CDP de Riolândia durante motim, segundo o G1(vídeo)




Assista a matéria jornalística no link abaixo:

http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2015/12/agente-penitenciario-e-agredido-por-presos-no-cdp-de-riolandia.html?utm_source=facebook

22/12/2015 18h47 - Atualizado em 22/12/2015 19h41
Agente penitenciário é agredido por presos no CDP de Riolândia
Agente foi rendido enquanto liberava os presos para banho de sol.
Após agressões, policiais fizeram revista na unidade penal e nos presos.
Do G1 Rio Preto e Araçatuba

22/12/2015 18h47 - Atualizado em 22/12/2015 19h41
Agente penitenciário é agredido por presos no CDP de Riolândia
Agente foi rendido enquanto liberava os presos para banho de sol.
Após agressões, policiais fizeram revista na unidade penal e nos presos.
Do G1 Rio Preto e Araçatuba


Um agente penitenciário do CDP, Centro de Detenção Provisória, de Riolândia (SP), foi agredido nesta terça-feira (22) enquanto realizava a liberação dos presos de um dos pavilhões do presídio para o banho de sol. Segundo a Polícia Civil, o agente foi rendido por 12 detentos e ficou refém por uma hora.

De acordo com a polícia, os detentos exigiram conversar com o diretor da unidade para reclamar do sistema de visitas, que depois da implantação de um scaner corporal ficou mais rigoroso. Depois da conversa com o diretor, os presos libertaram o agente. Segundo a SAP, Secretaria de Administração Penitenciária, houve a intervenção de outros servidores da área de segurança, que conseguiram retirar o agente, que estava ferido.
A vítima foi atendida por agentes de saúde do presídio e depois foi encaminhada para atendimento médico em um hospital e realização de exame de corpo de delito. A diretoria da unidade penal disse que vai instaurar sindicância para apurar a identificação e para responsabilizar os presos agressores.
Depois das agressões, policiais fizeram uma revista na unidade e nos presos. A Secretaria da Administração Penitenciária determinou a transferência de presos tidos como possíveis líderes das agressões para a penitenciária I de Presidente Venceslau (SP), onde permanecerão isolados, para facilitar a apuração dos fatos.
Em nota, a SAP disse que “assim que identificados os responsáveis por essa conduta violenta, a Direção da Unidade Penal também providenciará suas internações no Centro de Readaptação Penitenciária, em regime disciplinar diferenciado, pelo prazo de 360 dias”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.