segunda-feira, 27 de junho de 2016

Quanto à situação ocorrida no CDP Capela do Alto entre os ASPs da unidade e o GIR.

A situação que vivemos é muito delicada nos dias de hoje no sistema prisional paulista, é óbvio que quando um colega é agredido por presos, a vontade é cobrar a altura, mas nesses 22 anos de trabalho, vi vários colegas assinarem B.O. por tortura, principalmente após o ano de 1.997, que foi criado o crime de tortura, vi mais de 100 colegas entre membros do GIR e funcionários da PII de Potim serem indiciados por tortura, muitos ficaram muito preocupados

Nesse longo tempo entre 1997 (ano que foi criado a lei de tortura) até agora conversei com alguns amigos que acreditam até que serão exonerados ou presos por processos criminais de tortura que respondem, portanto é muito delicado tecer comentários sobre o ocorrido em Capela, só quem estava lá no momento sabe o que realmente aconteceu.

Me desculpem os colegas de Capela e os colegas do GIR, mas não vou fomentar essa briga e essa divisão entre ASPs do GIR e ASPs da unidade, principalmente com comentários de forma anônima... 

Sei que houve exaltação em Capela, ouvi as duas partes e percebi que esse stress foi causado pelo stress da própria situação, que é natural pela vontade de fazer justiça e cobrar na mesma altura, já que existe dificuldade até para enviar um vagabundo para o RDD, além do que vivemos em um ambiente muito extressante, portanto temos que ponderar, fazer uma reflexão e não tentar achar culpados ou ficar acusando um ao outro, o inimigo é outro.

Espero notícias sobre o colega Serafim que foi agredido pelos presos.

12 comentários:

  1. Tem ASP que quer se comparar com bandido e "fazer justiça com as próprias mãos". Claro que a vontade é arrancar todos os dentes dos vagabundos que agrediram o colega na base da porrada, mas calma lá, temos de ser profissionais, temos de respeitar e seguir as leis, sabem porque os vagabundos estão presos? porque acham que não devem seguir e obedecer as leis. Não nos comparemos a essa corja.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Aeeeeeeeeee Sherek danado!!!!!!!!!!!!!!!

      Excluir
  3. Enquanto houver pessoas com pensamentos e opiniões em cima do muro , as coisas não irão mudar . Se nós não nos unirmos em vez de ficarmos em uma briga de classes e é isso que nossos governantes querem , para que eles saiam do foco estamos fadados a vivenciar mais situações como essa do CDP de Capela do Alto !!!

    ResponderExcluir
  4. Venho através deste blog, propor a todos que em forma de protesto contra o governo, e em repúdio contra essas agressões que nossa categoria vem sofrendo, e as agressões não vem apenas dos vagabundos que estão presos, más também deste governo que nos humilha com descaso, proponho que marquemos uma data para toda categoria trabalhar com camiseta na cor vermelha.

    ResponderExcluir
  5. Não meu parceiro, vermelho sangue da revolta da indignação, isso não têm nada haver com política...acorda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como não tem nada a ver com política???? A situação so esta desse jeito por nos permitirmos ser manipulados por "pessoas com boas intenções" acorda vc!!!!

      Excluir
  6. manda miguelzão do CDP H pra la que resolve, ele é foda ai ele leva waltinho vixiiiiii ja era capela....

    ResponderExcluir
  7. Enquanto vocês brigam o desgoverno dá gargalhadas...(asps.aevps) o inimigo é outro como diz o colega acima. Enquanto houver desunião não irão a lugar nenhum. Comecem a cobrar de quem realmente é a culpa. Secretaria e governador.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.