terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Guardas prisionais fazem vigília junto à residência oficial do primeiro-ministro em Portugal. #ficaadica


Isso é em Portugal, manifesto conduzido pelo Sindicato Nacional do corpo da Guarda Prisional, mas aqui no estado de São Paulo vamos esperar o que de sindicatos que apenas querem marcar reuniões para tirarem fotos ou de sindicatos que dão sustentação política a governantes. 

Leia matéria da RTP:
Os guardas prisionais estão a fazer uma vigília de protesto junto à residência oficial do primeiro-ministro, em Lisboa. Em causa estão questões relacionadas com promoções na carreira, pagamento de subsídio de turno e atualização da tabela salarial.

A vigília foi convocada pelo Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional que já anunciou uma greve para os dias 7 e 8 de fevereiro.

O sindicato diz que está à espera que a ministra da Justiça marque uma reunião.

Assista matéria televisiva no link abaixo:















8 comentários:

  1. Maior da hora o sotaque deles, rsrs e a atitude, acho que a piada antiga que português é burro cabe pra nós, pelo menos entre nós agentes penitenciários. Parabéns Guardas portugueses!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Cara, gostei muito, vale a pena assistir o vídeo que está no link, uma verdadeira lição.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. idiotas somos nos agentes Brasileiros, que estamos em meio a um caos e estamos iguais a cachorrinhos na coleira .. sindicados pau mandados, não existe sindicado para defender a profissão , todos os sindicatos são para defender interesses do governo ludibriando os que ali depositam sua confiança .. não vejo nada , absolutamente nada de sindicato nenhum paulista sobre essa situação , é uma piada isso

      Excluir
  4. que vergonha asps paulistas!!!!e depois eles é que são burros...

    ResponderExcluir
  5. Manda a PM de SP lá pra Portugal dar umas borrachadas lá que os Guardas portugas vão correr para a Turquia!

    ResponderExcluir
  6. Acho q os ASPS deveriao fazer o msm ou ate pior ,mas em frente aos sindicatos.

    ResponderExcluir
  7. Os ASP's somente não! Todos os Brasileiros gostam ou "preferem" as coisas como estão. Fazem vaquinha pra ir pescar, fazem pacotes de viagem em 12X no cartão pra ir pro Nordeste, não dispensa um churrasco no fim de semana, mas juntar uns ônibus e ir pra Brasília lutar por melhoras nem pensar, ir pra frente do palácio do governo, ir pra frente das unidades nunca dá, nunca pode! Espera sempre que outros vão brigar por nós. Super herói não existe. É lógico, todos temos direito à curtir uma folga, um passeio, um merecido descanso, mas lutar por melhorias é um ganho duradouro, sempre que lutarmos, mesmo derrotados essa batalha vai refletir no futuro positivamente, enquanto nossa omissão refletira para a eternidade de forma negativa. Eu lembro da greve de 2013 da Policia Civil quando eles foram violentamente agredidos nas ruas de São Paulo, porém fiquei impressionado, qualquer cidadezinha do interior mandou ônibus, algumas até dois, apanharam SIM, mas até hoje o governo pensa duas vezes em desafia-los, estão, assim como nós, sem equipamentos e com péssimas condições de trabalho, mas os reajustes, pingam mas chegam. E nós? Até hoje tem colega que em 2014 arregou, por causa de troca, de LPT, de cargo de chefia, etc, que não "podia" ficar nas fraudadas assembléias e gostam de citar com malícia e sarcasmo a surra que levamos da PM e do engodo à que fomos vítimas por parte dos sindicatos, mas nós lutamos e eles? Agora que mais um cabresto nos foi colocado (DEJEP) mais ainda nos desunimos, agora sim que não lutaremos e agora sim nada mais vais acontecer! OU ESTOU ERRADO! Só ouço reclamações e críticas, idéias e atitudes não existem... E o mau engraçado é que tem gente criticando os GP's além-mar, ora pois!!!

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo. Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.