quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Presos engolem microcelulares, fones de ouvido e droga em Pres. Bernardes


Fonte: G1


ISSO PORQUE ESSE PRESÍDIO É UMA DAS "SUPER MAX" DO DESGOVERNO DE SÃO PAULO!

DEPOIS VEM O MINISTRO DA JUSTIÇA E FALA QUE SCANNER CORPORAL NÃO RESOLVE.
Veja a fala desse incompetente no link abaixo:
http://jenisandrade.blogspot.com.br/2017/01/ministro-da-justica-diz-que-o-problema.html




12/01/2017 16h35 - Atualizado em 12/01/2017 19h32

Presos engolem microcelulares, fones de ouvido e droga em Pres. Bernardes

Até a tarde desta quinta-feira (12), eles expeliram dez aparelhos telefônicos.
Exames de raios-x mostraram a presença dos materiais nos detentos.

Heloise Hamada e Gelson NettoDo G1 Presidente Prudente
Exame de raio x constantou a presença dos materiais nos detentos (Foto: SAP/Divulgação)Exame de raios-x constatou a presença dos materiais dentro dos detentos (Foto: SAP/Divulgação)
Dois detentos da Penitenciária "Silvio Yoshihiko Hinohara", em Presidente Bernardes, foram encaminhados ao hospital após engolirem microcelulares, fones de ouvido, fios e droga. Os objetos foram localizados dentro dos corpos dos setenciados nesta quarta-feira (11), durante procedimento de revista geral. Conforme a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP) informou na tarde desta quinta-feira (12), eles já começaram a expelir os materiais.
Penitenciária "Silvio Yoshihiko Hinohara" está localizada na Rodovia Raposo Tavares, km 586, em Presidente Bernades (Foto: Arquivo/G1)Penitenciária 'Silvio Yoshihiko Hinohara' está
localizada na Rodovia Raposo Tavares, em
Presidente Bernades (Foto: Arquivo/G1)
Ainda de acordo com a SAP, durante a revista, os detentos "despertaram suspeitas nos agentes de que teriam engolido objetos ilícitos com o objetivo de ocultá-los".
"Foram isolados e encaminhados ao Hospital de Presidente Bernardes, onde foram submetidos a exames de raios-x, sendo constatada a presença de objetos estranhos no estômago dos dois reeducandos. Ambos foram removidos ao Hospital Regional [HR] de Presidente Prudente com indicação de cirurgia", explicou a secretaria.
Contudo, no HR, a equipe médica entendeu que não haveria necessidade de procedimento cirúrgico, "sendo prescritos laxantes para evacuação dos objetos".
A SAP informou que eles voltaram ao presídio, onde “estão isolados dos demais”. “Até o presente momento, o primeiro sentenciado eliminou seis microcelulares, quatro fones de ouvido e três pedaços de fio através de vômito e evacuação. O segundo sentenciado eliminou, através de vômitos e evacuação, quatro aparelhos microcelulares, duas porções de substância esverdeada que presume-se tratar de maconha e um fone de ouvido”, informou.
A pasta também salientou que os dois presos responderão a Processo Administrativo Disciplinar, “sujeitos às penalidades previstas na legislação”.
O presídio tem capacidade para abrigar 1.247 detentos e conta atualmente com uma população de 1.923. Além disso, também tem uma ala de progressão penitenciária com capacidade para 204 presos, mas com uma população atual de 170, conforme os dados da SAP.
Vizinha ao RDD
A Penitenciária "Silvio Yoshihiko Hinohara" está localizada no km 586 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270) e fica ao lado do Centro de Readaptação Penitenciária (CRP), unidade prisional em que funciona o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), que é um sistema mais rígido de cumprimento de pena.
No mês passado, a SAP transferiu para o RDD, em Presidente Bernardes, 13 líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios. Entre eles, estava Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, que é considerado o principal chefe da organização. A remoção foi determinada pela Justiça, após um pedido da Polícia Civil, no encerramento da Operação Ethos, que apontou o envolvimento de advogados com a facção.
Material foi expelido pelos detentos nesta quinta-feira (12) (Foto: Cedida)Material foi expelido pelos detentos nesta quinta-feira (12) (Foto: Cedida)
Detentos engoliram microcelulares, fios, fones de ouvido e droga (Foto: Cedida)Detentos engoliram microcelulares, fios, fones de ouvido e droga (Foto: Cedida)
Detentos engoliram microcelulares, fios, fones de ouvido e droga (Foto: SAP/Divulgação)Detentos engoliram microcelulares, fios, fones de ouvido e droga (Foto: SAP/Divulgação)

2 comentários:

  1. Engolem em Laus e trazem para a capital, já que o scanner corporal da cadeia de trânsito da capital é para visita e advogado!

    ResponderExcluir
  2. JENIS, VC É BLOGUEIRO, ENTÃO INTERCEDA JUNTO A REVISTA VEJA, POIS NOTICIARAM ERRADO. DISSERAM, TRATAR-SE DO MESMO PRESIDIO ONDE ESTÃO OS LIDERES DA FACÇÃO CRIMINOSA.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo. Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.