terça-feira, 10 de janeiro de 2017

São Paulo não é exemplo de Sistema Prisional, o PCC nasceu aqui.

Muito interessante o texto compartilhado pelo ASP Anderson Gimenes sobre a comparação que andam fazendo sobre o sistema prisional do país com o do estado de São Paulo.

Veja: 



"A crise do Sistema Penal nesta semana foi assumida por várias autoridades públicas, tanto nas esferas estaduais 

(http://veja.abril.com.br/brasil/para-evitar-confronto-sp-ja-transferiu-71-presos-rivais-do-pcc/), 
quanto nas federais 
(http://m.agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-01/ministro-da-justica-convoca-reuniao-com-secretarios-de-seguranca-de-todo-pais) 
e após terem assumido tais problemas em público, os representantes da Segurança Pública, do Judiciário e dos Assuntos Penitenciários de todo país, pretendem no próximo dia 17 em uma reunião que acontecerá em Brasília, discutir medidas imediatas e objetivas no controle desta crise.
Só não podem vir a se esquecer todos os participantes desta reunião, que as idéias provenientes de membros do Estado de São Paulo e ex(s) representantes dele, não são passíveis do recebimento de muita credibilidade. Podem sim até acreditarem que são eles de uma trajetória administrativa, em que muito se construiu prisões e que muitos dentro delas foram encarcerados, mas também não se esqueçam, que eles não resolveram nenhum problema da violência, e que pelo contrário, foi aqui mesmo no estado de São Paulo que se criou o PCC, que hoje é parte desta crise.
Sendo assim federalizar o modelo paulista é inviável e só contribuiria para expansão e hegemonia desta facção, que hoje age e administra a criminalidade e o tráfico de drogas, tanto dentro, quanto fora do dos presídios.
Prova disto são estas notícias:
-> http://www.meon.com.br/mobile/noticias/regiao/tres-agentes-de-seguranca-sao-agredidos-por-preso-em-sao-jose
-> ,   http://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2017/01/policia-civil-investiga-morte-de-detento-na-penitenciaria-de-martinopolis.html pois aqui o chicote estrala todos os dias faz muito tempo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.