terça-feira, 10 de janeiro de 2017

São Paulo não é exemplo de Sistema Prisional, o PCC nasceu aqui.

Muito interessante o texto compartilhado pelo ASP Anderson Gimenes sobre a comparação que andam fazendo sobre o sistema prisional do país com o do estado de São Paulo.

Veja: 



"A crise do Sistema Penal nesta semana foi assumida por várias autoridades públicas, tanto nas esferas estaduais 

(http://veja.abril.com.br/brasil/para-evitar-confronto-sp-ja-transferiu-71-presos-rivais-do-pcc/), 
quanto nas federais 
(http://m.agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2017-01/ministro-da-justica-convoca-reuniao-com-secretarios-de-seguranca-de-todo-pais) 
e após terem assumido tais problemas em público, os representantes da Segurança Pública, do Judiciário e dos Assuntos Penitenciários de todo país, pretendem no próximo dia 17 em uma reunião que acontecerá em Brasília, discutir medidas imediatas e objetivas no controle desta crise.
Só não podem vir a se esquecer todos os participantes desta reunião, que as idéias provenientes de membros do Estado de São Paulo e ex(s) representantes dele, não são passíveis do recebimento de muita credibilidade. Podem sim até acreditarem que são eles de uma trajetória administrativa, em que muito se construiu prisões e que muitos dentro delas foram encarcerados, mas também não se esqueçam, que eles não resolveram nenhum problema da violência, e que pelo contrário, foi aqui mesmo no estado de São Paulo que se criou o PCC, que hoje é parte desta crise.
Sendo assim federalizar o modelo paulista é inviável e só contribuiria para expansão e hegemonia desta facção, que hoje age e administra a criminalidade e o tráfico de drogas, tanto dentro, quanto fora do dos presídios.
Prova disto são estas notícias:
-> http://www.meon.com.br/mobile/noticias/regiao/tres-agentes-de-seguranca-sao-agredidos-por-preso-em-sao-jose
-> ,   http://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noticia/2017/01/policia-civil-investiga-morte-de-detento-na-penitenciaria-de-martinopolis.html pois aqui o chicote estrala todos os dias faz muito tempo."

10 comentários:

  1. De minha parte eu digo o seguinte, o dia em que eu ver um colega que realmente tenha trabalhado dentro de um unidade prisional.....digo aquele que tranca, escolta, faz a contagem, trabalhou em diversos postos da segurança por anos e não por alguns dias....aí sim!!! Eu darei crédito,por enquanto, não passam apenas de equipes demagogas e enganosas, que decidem com base apenas em contos de fadas.
    Está é a minha opinião!

    ResponderExcluir
  2. Proposta do Dep. João Campos para federalizar os presídios:
    http://www.jornalopcao.com.br/ultimas-noticias/deputado-goiano-propoe-federalizacao-do-sistema-penitenciario-brasileiro-84360/

    ResponderExcluir
  3. http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-783108822-livro-diario-de-um-agente-de-seguranca-penitenciaria-_JM
    "Leia e saberá como é difícil guardar tudo aquilo que a sociedade jogou fora ao julgar impróprio ao convívio social e conheça o tão quanto útil e necessário é este profissional para sociedade, mas que por ela é tão pouco reconhecido e valorizado".

    ResponderExcluir
  4. Data bomba - fevereiro 2017

    Vale a pena ler pessoal

    https://br.noticias.yahoo.com/data-bomba-fevereiro-de-2017-pcc-vai-romper-tregua-com-governo-de-sp-marcola-vai-seguir-na-solitaria-010703961.html

    ResponderExcluir
  5. Até agora os tucanos e principalmente o "Santo" negociaram com o PCC e criaram um monstro que já mostrou suas guarras em 2006, quero ver até quando o cara de chuchu vai tapar o sol com a peneira....

    ResponderExcluir
  6. Pessoal acessem as páginas abaixo vale a pena saber o significado do SANTO e seu envolvimento com a Opus dei.

    www.contee.org.br/2turno06/m17.htm

    tocadocoelhovoador.blogspot.com.br/2015/04/opus-dei-morte-de-thomaz-alckmin.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Thomaz Alckmin era filho do narigudo.

      Excluir
  7. Ao meu ver, somos sim exemplos. Vejam em que estado de calamidade estão a grande maioria das prisões espalhadas por essa federação. As facções surgem em todo lugar onde existam prisões, inclusive em paises tidos como de primeiro mundo. Nós, agentes, vivenciamos o dia a dia daquele "lixo" que a sociedade detesta e sabemos o quanto sera dificil resolver essa questão. Enquanto não houver politcas voltadas para a educação, saneamento basico, trabalho e etc para o povo, jamais havera uma diminuição real da criminalidade. Mas, isso levara anos e anos e até agora, nenhum governante teve a coragem e o amor ao pais de agir com seriedade nessa questão. Enfim, guerreiros, sigamos fazendo a nossa parte e na esperança de um dia alguem nos veja com bons "olhos" e nos valorizem. Impossivel? Talvez sim, talvez não, sei la.

    ResponderExcluir
  8. Vamos mostrA as mazelas do sistema paulista , está é a hora, polícia penal , já

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo. Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.