sábado, 11 de fevereiro de 2017

Agentes Penitenciários estão em estado de GREVE.


Esse movimento está tentando a aprovação da PEC 308, acredito que você deve apoiar mesmo que não concorde plenamente com a PEC 308 mas vê com bons olhos, de certa forma faz com que nossa classe seja reconhecida nacionalmente e é um bom "teste" para ver até onde vai a UNIÃO dos trabalhadores dessa categoria no Brasil todo.

Apesar que eu particularmente acho mais interessante lutar pelo adicional de periculosidade, conforme postei aqui: http://jenisandrade.blogspot.com.br/2017/01/sindicatos-e-federacoes-lutem-pelo-pl.html mas como fui voto vencido, sigo o que a maioria decidiu.

É preciso apoiar esse movimento GREVISTA, só assim seremos respeitados.

Veja matéria da FENASPEN: 


FENASPEN DECIDE POR ESTADO DE GREVE E PARALISAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES NO SISTEMA PRISIONAL.
10/02/2017 10:57:22




1. A Federação Sindical Nacional dos Servidores Penitenciários (Fenaspen), representante dos agentes penitenciários em todo o território brasileiro nas demandas de cunho nacional, decidiu, durante reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, ocorrida na manhã desta quinta-feira (9) em Brasília(DF), que a categoria estará a partir de agora em estado de greve permanente e irá realizar movimento paredista de atividades realizadas nas unidades prisionais em todo o país no dia 15/03/2017;



2. Os agentes penitenciários reivindicam a aprovação da Emenda Constitucional n°. 308/2004, que cria a Polícia Penal no âmbito da União, dos Estados e do Distrito Federal. A PEC tramita há mais de uma década na Câmara dos Deputados, porém ainda não tem previsão para votação da matéria, à qual foi a diretriz mais votada por diversos segmentos sociais quando ocorreu a Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg), em 2009, sendo considerada pela Fenaspen como uma das medidas que devem ser adotadas, prioritariamente, para solucionar problemas relacionados à insegurança existente nas unidades prisionais, com reflexos na segurança social;



3. A Polícia Penal representa um marco regulatório institucional das atividades exercidas no âmbito do sistema prisional, possibilitando que sejam exercidas atribuições de forma profissionalizada, padronizada e integrada com outros órgãos de segurança pública, que coíbam a prática de crimes a partir das unidades prisionais, garantindo assim segurança jurídica aos profissionais;



4. A Fenaspen considera que a explosão da crise no sistema prisional é decorrente da histórica omissão estatal em relação ao sistema. A não votação da PEC 308/2004 é uma prova concreta disso. O agigantamento do sistema prisional, somado à omissão estatal, contribuiu para a perda de controle do Estado sobre o sistema, resultando em práticas criminosas que subvertem a ordem e a segurança pública, ampliando os riscos para os agentes penitenciários no seu labor cotidiano. Por isso, torna-se urgente a adoção de medidas que proporcionem um maior controle do Estado e evite que novas tragédias venham ocorrer, bem como a segurança social seja afetada e a imagem do país manchada a nível internacional;



5. O movimento pela aprovação da PEC 308/2004 iniciará com uma paralisação de 24h no dia 15/03/2017, caso não seja definida a votação da proposta. Posteriormente será realizada uma paralisação de 48h, seguida de outra de 72h e uma greve geral nacional por tempo indeterminado. A Federação decidiu também que será realizada nova reunião em 22/03/2017 para avaliar o movimento e definir as novas datas de paralisação e da greve;



6. A Fenaspen informa que será produzido um material padronizado específico para o movimento paredista e que a comunicação oficial às instituições pertinentes será encaminhada pela Federação para que os sindicatos filiados em todo o país possam protocolar junto às autoridades constituídas. Por fim, a Fenaspen solicita que as entidades filiadas repassem às suas respectivas bases o inteiro teor dessa decisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.