sábado, 11 de fevereiro de 2017

Agentes Penitenciários estão em estado de GREVE.


Esse movimento está tentando a aprovação da PEC 308, acredito que você deve apoiar mesmo que não concorde plenamente com a PEC 308 mas vê com bons olhos, de certa forma faz com que nossa classe seja reconhecida nacionalmente e é um bom "teste" para ver até onde vai a UNIÃO dos trabalhadores dessa categoria no Brasil todo.

Apesar que eu particularmente acho mais interessante lutar pelo adicional de periculosidade, conforme postei aqui: http://jenisandrade.blogspot.com.br/2017/01/sindicatos-e-federacoes-lutem-pelo-pl.html mas como fui voto vencido, sigo o que a maioria decidiu.

É preciso apoiar esse movimento GREVISTA, só assim seremos respeitados.

Veja matéria da FENASPEN: 


FENASPEN DECIDE POR ESTADO DE GREVE E PARALISAÇÃO NACIONAL DE ATIVIDADES NO SISTEMA PRISIONAL.
10/02/2017 10:57:22




1. A Federação Sindical Nacional dos Servidores Penitenciários (Fenaspen), representante dos agentes penitenciários em todo o território brasileiro nas demandas de cunho nacional, decidiu, durante reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, ocorrida na manhã desta quinta-feira (9) em Brasília(DF), que a categoria estará a partir de agora em estado de greve permanente e irá realizar movimento paredista de atividades realizadas nas unidades prisionais em todo o país no dia 15/03/2017;



2. Os agentes penitenciários reivindicam a aprovação da Emenda Constitucional n°. 308/2004, que cria a Polícia Penal no âmbito da União, dos Estados e do Distrito Federal. A PEC tramita há mais de uma década na Câmara dos Deputados, porém ainda não tem previsão para votação da matéria, à qual foi a diretriz mais votada por diversos segmentos sociais quando ocorreu a Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg), em 2009, sendo considerada pela Fenaspen como uma das medidas que devem ser adotadas, prioritariamente, para solucionar problemas relacionados à insegurança existente nas unidades prisionais, com reflexos na segurança social;



3. A Polícia Penal representa um marco regulatório institucional das atividades exercidas no âmbito do sistema prisional, possibilitando que sejam exercidas atribuições de forma profissionalizada, padronizada e integrada com outros órgãos de segurança pública, que coíbam a prática de crimes a partir das unidades prisionais, garantindo assim segurança jurídica aos profissionais;



4. A Fenaspen considera que a explosão da crise no sistema prisional é decorrente da histórica omissão estatal em relação ao sistema. A não votação da PEC 308/2004 é uma prova concreta disso. O agigantamento do sistema prisional, somado à omissão estatal, contribuiu para a perda de controle do Estado sobre o sistema, resultando em práticas criminosas que subvertem a ordem e a segurança pública, ampliando os riscos para os agentes penitenciários no seu labor cotidiano. Por isso, torna-se urgente a adoção de medidas que proporcionem um maior controle do Estado e evite que novas tragédias venham ocorrer, bem como a segurança social seja afetada e a imagem do país manchada a nível internacional;



5. O movimento pela aprovação da PEC 308/2004 iniciará com uma paralisação de 24h no dia 15/03/2017, caso não seja definida a votação da proposta. Posteriormente será realizada uma paralisação de 48h, seguida de outra de 72h e uma greve geral nacional por tempo indeterminado. A Federação decidiu também que será realizada nova reunião em 22/03/2017 para avaliar o movimento e definir as novas datas de paralisação e da greve;



6. A Fenaspen informa que será produzido um material padronizado específico para o movimento paredista e que a comunicação oficial às instituições pertinentes será encaminhada pela Federação para que os sindicatos filiados em todo o país possam protocolar junto às autoridades constituídas. Por fim, a Fenaspen solicita que as entidades filiadas repassem às suas respectivas bases o inteiro teor dessa decisão.

38 comentários:

  1. Só falta combinar com os russos kkk estado de greve onde? Quando? Só pra tenta virar Polícia? Kkkk partiu pesca. . .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que cabeça que pensa pequeno, tem muito mais por trás da pec 308. Gente como você segura a classe onde está

      Excluir
    2. Vai pesca mesmo vacilão. Boa pesca !

      Excluir
  2. Penitenciária da SAP está muito longe de ser uma unidade de segurança. Preocupa-se mesmo é em colocar parasitas da sociedade para "trabalhar", vagabundos que foram expulsos de colégios para "estudar"; e tudo sem o menor critério. É uma verdadeira banca de negócios misturada com assistencialismo exagerado. Segurança e disciplina colocados em níveis bem inferiores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. infelismente hoje o sistema prisional só quer estatisticas...numeros para maquiar que esta tudo sob controle....trabalhamos entre panelinas que só penso em fazer nome para secretarios e os asps que se espludão lá dentro....nomeiam diretores que si quer entraram dentro de uma unidade si quer trabalhou lá na carceragem....fica deficil

      Excluir
  3. Na baixada eu sei que ninguém pára pq os asps são todos comédias, todos tem medo de diretoria e faz o que mandam, é até vergonhoso ver essa cambada de puxa saco e sei disso pq sou diretor e enquanto existirem esses trouxas vou me divertindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha o raciocínio do "diretor", é cada um que aparece rsrs.

      Excluir
  4. Icém saiu automatizada...Bom começo... Agora a respeito de Greve essa categoria não merece... Bando de covardes... Desunidos... Só sabem falar mal dá vida dos outros colegas,e se jogar e largar o colega na podre... Diretores traidores dá categoria, sindicatos lixos... Cuidem de suas famílias e abandone cadeia.... Tirar as doze e já era...

    ResponderExcluir
  5. Sou Agente de escolta há 3 anos e fui asp 10 anos, sempre mantive a esperança de um dia nos tornarmos uma categoria valorizada não só pela sociedade mas como também pelos nossos colegas de profissão, pois esses colegas só sabem criticar e não fazem o mínimo para mudarmos esse cenário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como assim valorizado pela sociedade ? Acorda pra vida mané! A sociedade odeia polícia e simpatiza com ladrões. Vai lutar por aumento de salário que você vai viver melhor.

      Excluir
  6. Nossa por que não fazem a greve dia 15/12/17???? Se é pra parar pq não essa semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro tem q avisar pra dar tempo do Alckmin e outros governadores darem um reajuste. Sabe aquela história q um colega contou recentemente no blog? Que qdo ouve desentendimento do vagabundo no pavilhão ele começa a ir beem devagar na direção pra turma do deixa disto apaziguar os ânimos! Então, é a mesma coisa! Emanuel

      Excluir
    2. Pra que o Alckmin e outros governadores decidam se de fato terão ou não que dar o reajuste (verão se as categorias estão falando sério qdo dizem que entrarão de greve e quais serão as consequencias). Recentemente um colega postou q qdo ocorre alguma desavença entre os presos no pavilhão ele vai beeem devagar pra verificar o q está acontecendo e dando, assim, a oportunidade pra turma do deixa disto apaziguar os ânimos. Então, é a mesma coisa! Entendo este prazo e esta veiculação do estado de greve desta forma, Abç! emanuel

      Excluir
  7. União e força faz toda a diferença, unidos venceremos.Deixem as criticas de lado, pois critica não agrega em nada, só piora o ser humano, temos que nos por para cima, priorizar nossas qualidades, somos bons em nosso trabalho, juntos seremos melhores, por nos, pelas nossas famílias merecemos o melhor.Já passamos por tanto e estamos de pé. Força e fé juntos somos fortes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade amigo, oq não falta é gente pra criticar, por a mão na massa ninguém põe, e ainda tenta diminuir quem o faz.

      Excluir
  8. Enquanto não houver uma União verdadeira e real entre os servidores da SAP,asp,aevp,e demais,teremos que agradecer pelas migalhas,ou nos unimos ou nos destruímos é uma questão lógica.OU lutamos juntos ou seremos vencidos separados.

    ResponderExcluir
  9. Decisão foi tomada em assembleia geral em Brasília, nesta sexta-feira (10); Sindapen avalia se vai aderir ao movimento


    Agentes penitenciários pedem a aprovação da PEC 308

    FOTO: DIVULGAÇÃO
    Agentes penitenciários de todo o país estão, a partir desta sexta-feira (10), em estado de greve por tempo indeterminado. A decisão foi tomada na manhã de hoje, em assembleia geral, realizada em Brasília, da Federação Nacional dos Agentes do Sistema Penitenciário (Fenaspen). A medida tem como objetivo pressionar o governo a aprovar a PEC 308, que institui a criação da Polícia Penal e tramita no Congresso há mais de 10 anos.

    Além do estado de greve, os agentes penitenciários também decidiram realizar uma paralisação das atividades por 24 horas no próximo dia 15 de março. Caso as reivindicações não sejam atendidas, eles definirão outra data para a realização de uma paralisação de 48 horas. Por fim, caso a situação persista, uma paralisação poderá alcançar as 72 horas, havendo, ainda, a possibilidade de greve geral por tempo indeterminado.

    Apesar de não ser filiado ao Fenaspen, o Sindicato dos Agentes Penitenciários de Alagoas (Sindapen) deve manter em contato com os demais sindicatos do país, a fim de que possam debater a possibilidade de participação no movimento. Segundo o presidente do Sindapen, Kleyton Anderson, "todos lutam pela mesma causa".

    "Vou me reunir com os presidentes dos demais sindicatos para saber o posicionamento deles. Também temos interesse na aprovação da PEC. Se a maioria for de acordo, participaremos da paralisação", disse.

    Em documento encaminhado a todos os agentes penitenciários e ao qual a Gazetaweb teve acesso, a Fenaspen afirma que a crise no sistema prisional no país é decorrente da omissão do Estado, e que a não instituição da Polícia Penal "é uma prova disto".

    "A FENASPEN considera que a explosão da crise no sistema prisional é decorrente da histórica omissão estatal em relação ao sistema. A não votação da PEC 308/2004 é uma prova concreta disso. O agigantamento do sistema prisional, somado à omissão estatal, contribuiu para a perda de controle do estado sobre o sistema, resultando em práticas criminosas que subvertem a ordem e a segurança pública, ampliando os riscos para os agentes penitenciários no seu labor cotidiano. Por isso, torna-se urgente a adoção de medidas que proporcionem um maior controle do estado e evite que novas tragédias venham ocorrer, a segurança social seja afetada e a imagem do país manchada a nível internacional", diz trecho do comunicado.

    A federação informou também que uma nova reunião será realizada no dia 22 de março, com o objetivo de avaliar os rumos do movimento.

    ResponderExcluir
  10. A PEC308 sendo aprovaa muda alguma coisa para os AEVPs?

    ResponderExcluir
  11. Meu sonho como ASP há 25 anos... Concurso para diretorias,coordenadorias...Mas pelo andar dá carroagem vou aposentar e não vou ver esse milagre nessa SAP lixo.

    ResponderExcluir
  12. Os agentes devem mesmo lutar pela aprovacao da pec308/2004 só assim serão reconhecidos como parte da segurança publica, e a solução pra esta crise nos presídios onde as facções estão mandando e desmandando,tem que pressionar os des governos senão nada ira mudar.eu não sou agente mas sou um cidadão preocupado com este pais .avante pessoal.

    ResponderExcluir
  13. Pessoal chegou a hora! Vamos parar de se lamentar e vamos em busca de nossa valorização, vamos lutar para sermos reconhecido, vamos deixar de ser pau mandando de diretoria, com a aprovação dessa pec tudo vai mudar .digo tudo mesmo .a criação de uma Polícia penal vai abrir nossas porta para um reconhecimento seremos respeitados, deixaremos de ser olhados com ar de desconfiança, acabaremos com uma série de disse me disse, o asp está sendo esquecido no fundão dos corredores, pode ter certeza somos muitos podemos fazer a diferença e as outras reivindicações irão surgir naturalmente .deixa de
    Achar que as coisas estão boas do jeito que está .vamos brigar agora é hora de nos fazer ser ouvido e aos desinteressados e bundoes de plantão, parem de brincar de polícia e luta pra conseguerem a realidade .vamos lá greve já! ! Policia penal agora .

    ResponderExcluir
  14. É hora de unirmos e enviar milhares de mensagens para os nossos deputados e senadores,e ir pra greve nacional,é um absurdo uma matéria tão importante para a segurança publica nacional já ter sido aprovada pelas comissões especiais e em mais de uma década esses incompetentes "políticos"ainda não ter conseguido votar a matéria,é vergonhoso ao estremo quando vemos uma injustiça como a reforma previdenciária ser idealizada e aprovada em 6 messes,pelo menos é o que espera nosso presidente e nossos parlamentares:"gente o trâmite é praticamente o mesmo"que seja logo votado a matéria, porque assim vamos logo desencanar desse suplício e com isso cair logo a ficha,pois se for aprovada veremos que ainda temos uma maioria politica preocupada e empenhada a dar um desfecho positivo para toda essa crise constitucional que tanto prejudica a nossa população no tocante a segurança e principalmente a nós profissionais que enfrentamos todas as consequências da pior forma.ágora é o seguinte se eles os "políticos" reprovarem a pec,ai o negócio é o seguinte confirmara aquilo que muitos temem e o que eu já estou certo,esse país já erá, estamos todos num pais regido pela incompetência,corrupção, conivência e pelo crime organizado: ai meus irmãos sera melhor para a nossa própria conscientização, pois não dá para ficar enchugando gelo e colocando a própria vida e de nossos familiares!reflitam e vamos sim apoiar a iniciativa,que aliás é coisa rara quando parte desses que dizem serem nossos representantes! Abraço a todos e que Deus nos ilumine nossos caminhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ACHEI O TEXTO ABAIXO NA INTERNET. CHAMA O MUNDO SEM POLICIA DE AURILIO NASCIMENTO.Abç aos colegas! Emanuel


      Vamos nos ater ao Rio de Janeiro, em um mundo sem policia. Nas primeiras horas, não haveria muita diferença. As pessoas, aos poucos, iriam procurar a certeza de que realmente não mais existia a polícia. Os ricos demonstrariam um pouco de preocupação, ainda sem querer acreditar.

      Uma semana sem polícia. Nesta primeira semana, a maioria das pessoas daria início a pequenas transgressões. Os sinais de trânsito não mais seriam respeitados. Os mais afoitos começam a entrar em lojas, restaurantes e supermercados, e de lá sairiam sem pagar. Não agiriam como ladrões, nervosos e correndo. Agiriam com calma e cinismo.

      Um mês sem polícia. A Justiça faria uma reunião de emergência. O ponto principal a se discutir seria como viabilizar as decisões dos juízes, sejam prisões, reintegração de posse, ou qualquer cumprimento obrigatório de uma ordem judicial. Não chegaria a nenhuma conclusão, pelo simples fato de que não há mais a polícia para fazer cumprir a lei. Surge um mercado negro efervescente de venda de armas. Todos querem ter uma.

      Seis meses sem polícia. Os homicídios multiplicam-se por dez. Os corpos permanecem nas ruas. Não há mais os bombeiros e nem peritos, e nem policiais para investigar. Almas ainda caridosas recolhem os corpos. Os políticos, antes detentores de um imenso poder, são caçados como galinhas gordas, e executados friamente. Alguns oferecem seus bens em troca da vida. Os presídios foram abertos, já que não mais existem guardas, e uma imensa horda de criminosos passa a vagar pelas ruas. As agências bancárias não mais funcionam, face ao grande número de roubos.

      Um ano sem polícia. A cidade se torna um caos. Grupos armados passam a dominar ruas e bairros. O dinheiro deixa de circular pela inexistência dos bancos. Os ricos constroem apressadamente bunkers. Não há para onde fugir, pois em todo o mundo não há mais polícia.

      Dois anos sem polícia. O comércio como no passado não mais existe. Volta-se ao escambo. A regularidade é o roubo, a extorsão e o homicídio.

      Dez anos sem a polícia. A sociedade encontra-se totalmente esfacelada. Todos os sistemas de produção foram dizimados. A população foi reduzida em mais de quarenta por cento, e continua diminuindo face a imensa matança. Mata-se por qualquer motivo, desde uma antiga desavença até mesmo porque não se gostou da forma como o outro nos olhou. Os grupos que se formam tornam-se mais poderosos pela força, expandem seus domínios, e passam a sequestrar e escravizar pessoas, principalmente mulheres. Os homens são obrigados a trabalhos forçados.

      Vinte anos sem a polícia. Os limites geográficos antes conhecidos como cidades e bairros não mais existem. Foram reordenados pelos grupos que impuseram seus domínios, e receberam nova denominação. Água, comida e agasalho serão acessíveis apenas aos que possam conseguir pela violência. Os mais fracos mendigam. As mansões e os prédios de luxo foram tomados dos mais ricos. Bandos de vândalos e saqueadores perambulam pela noite, matando, roubando e destruindo. O consumo de drogas é afinal totalmente liberado. A cultura e a produção literária deixaram de existir em dez anos no mundo sem polícia. Os mais novos não aprenderam nem a ler. Aliada aos homicídios generalizados, as doenças matam ainda mais. Não se produz nenhum tipo de remédio, exceto os caseiros. A sociedade como a conhecíamos, com uma policia tentando manter a lei e a ordem, acabou. Prevalece a barbárie, a lei do mais forte. A existência do homem aproxima-se do fim.

      No túmulo, a cantora Rita Lee, que dezenas de anos antes chamou os policiais de cachorros e filhos de prostituta, chora ao saber da desgraça, e pede desculpas. Mas agora é tarde. No mundo sem polícia, a sociedade acabou.


      Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/comissario-de-policia/o-mundo-sem-policia-3796007.html#ixzz4YSdVhBDm

      Excluir
    2. ELE ESQUECEU DE CITAR UM TIPO DE CRIME QUE AUMENTARIA 1000%: ESTUPRO E ESCRAVIDÃO SEXUAL FEMININA.

      Excluir
  15. O sistema prisional de SP só vai ter união o dia que acabar as troca é essa maldita LPT . Só aí Sim o ASP. Vai se unir pois no pé que tá ou seja tem guarda que CHEGA na cadeia e Primeiro vai consultar a LPT prá depois fazer a contagem.... Faça me o favor.Nao entenderam? Vou resumir. O cabra quando aluga um sítio pra ser lavrador ele não está nem aí com o vizinho pois se der certo blza se não der Tchau fui , já o cabra que compra um sítio a primeira coisa que faz é cativar o vizinhos os amigos pois ali vai ser a sua vida.Entao prestou concurso carrega a mudança e veste a camisa...UFA FALEI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "UFA FALEI"

      Ja vi q vc é gey kkkkk
      Pensa q é facil assim palhaço, nem faz idéia do q muitos pais de família do interior enfrenta .
      Seu fanfarrão

      Excluir
  16. boa noite... Eu sou do concurso de 2014, acompanho este blog ha algum tempo.... leio muitos que ja estão no sistema reclamando " que muitos sao desunidos e tudo mais". Como voces querem melhorias se nem ao menos lutam para te-las.... Puro medo de ficar sem o "emprego"....
    acredito que nesta luta, nos que estamos esperando nossa vez, devemos nos unir aos que ja estão no sistema e lutar pela melhoria do que acreditamos..... fica aqui uma dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem entrou no sistema ja ta dando conselho amigo? Quando entrei na SAP pensava o mesmo que vc q iria mudar o mundo, mas depois de trabalhar meses trabalhando por dois ou mais funcionários vc acaba entendendo que nada vai mudar e se vc contrariar quem está no comando leva bonde. Espero ter explicado bem como funciona pra vc.

      Excluir
  17. Enquanto nossa classe não deixar problemas individuais de lado e não focar em um problema geral que é o descaso com nós viveremos sendo esculachados a União faz a força sim. Em 2006 olharam para nós quando estava tendo a mega rebelião mas não nos organizamos. Temos que nos organizar porque a ordem pública está nas nossas mãos e eles sabem disso.
    Greve já pec 308.


    Quem não luta pelos seus direitos não merece te-los vamos parar de nos acovardar e ir para cima. Não temos medo de assassinos de ladrões e traficantes e vamos ter medo de um monte de burguês e diretores?
    Pra cima galera essa é a melhor hora.

    ResponderExcluir
  18. Cada Unidade Prisional tem sua realidade. Valorizar o Sistema Prisional é estarmos UNIDOS, não importando em que esfera de Poder ou região geográfica atuamos. O crime não respeita limites ou fundamentos de nossa sociedade. Seja na busca por melhores salários, por regulamentação profissional adequada, o SEGREDO é estarmos juntos, coesos... e atentos a nossas atitudes, para que nestá seara encontremos o respaldo e adesão de diferentes entes sociais. NÃO sendo soldados de somente uma guerra, mas heróis de uma longa jornada. DEUS esteja conosco nesta tarefa.

    ResponderExcluir
  19. Vamos ver quanto vai custar pro bolso do ASP esse estado de greve. Da última vez me furtaram 150 reais do meu holerith!!!

    ResponderExcluir
  20. Pessoal eu gostaria de saber quando é que essa classe vai parar de ficar se ofendendo e começar a ser unidade de verdade pois o vier para a melhoria dá classe é bem vindo,mas parece que tem gente que corre contra qualquer coisa... Vamos parar de briguinha infantil e ser adultos respeitando o outro sem ofensas,eu estou a favor e luto por tudo que vier de bom para essa categoria.

    ResponderExcluir
  21. VOCE AI, OH ASP QUE NÃO APOIA A PEC 308, É MELHOR VOLTAR A CORTAR CANA E SER BOIA FRIA NOS INTERIORES OU MELHOR SAI DO SISTEMA E DEIXA QUEM GOSTA DA PROFISSÃO.

    ResponderExcluir
  22. Respostas
    1. TEMOS QUE DIVULGAR ESSE ESTADO DE GREVE NOS JORNAIS PARA APOPULACAO FICAR CIENTE DO PRAZO QUE ESTAMOS DANDO AOS GOVERNANTÊS PRA NAO CAIR DE PAU EM CIMA DO MOVIMENTO

      Excluir
    2. Concordo! Copia o texto q o Jens postou e encaminhe pros jornais da sua cidade.

      Excluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.