sexta-feira, 10 de março de 2017

Construção de presídio Federal no Rio Grande do Sul deve ser concluído até o fim do ano.


Construção de presídio Federal no Rio Grande do Sul deve ser concluído até o fim do ano



O ministro da Justiça, Osmar Serraglio, anunciou que o governo federal deve entregar até o final do ano o presídio de segurança máxima, previsto no Plano Nacional de Segurança Pública, para o Rio Grande do Sul. A intenção foi comunicada nessa quarta-feira (8) em reunião com o governador José Ivo Sartori e o secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer. Sartori cumpriu agenda em Brasília, acompanhado de secretários, para tratar de assuntos prioritários para o Estado, como o plano de segurança, já oficializado, e a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, ainda em andamento.

"A incumbência que recebi do presidente Temer é a de que (o presídio) seja entregue até o final do ano. Por se tratar de um modelo diferente que estamos adotando, existe a possibilidade de execução bastante rápida", adiantou o ministro. O anúncio da construção de uma penitenciária federal no Estado foi feito pelo presidente Michel Temer, em janeiro deste ano.

No entanto, o governador afirmou que ainda não há decisão sobre o local de instalação, apesar de existirem municípios interessados em receber a unidade. "Vamos definir a cidade o mais rápido possível e na hora certa divulgaremos. Precisamos de uma área condizente com as necessidades e de fácil deslocamento", explicou. Por isolar presos perigosos, de todas as partes do país, esse tipo de presídio exige escoamento específico e proximidade de um aeroporto.

Acompanharam o governador, os secretários da Fazenda, Giovani Feltes; do Planejamento, Gestão e Governança, Carlos Búrigo; o chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi; e o deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa, Gabriel Souza.

Fonte: Governo do Estado do RS

Um comentário:

  1. ****JENIS******** GOSTARIA QUE PUBLICASSE ALGUMA NOTÍCIA SOBRE AS AGENTE DE SEGURANÇA FEMININA DE 2013 QUE ESTÃO ESQUECIDAS E AINDA NÃO ESCOLHERAM VAGAS E CONTINUAM PROVISÓRIAS EM UNIDADE PRISIONAIS DE SÃO PAULO, ENORME DESRESPEITO DA SAP PELO FATO DESSA SITUAÇÃO JÁ DURAR 01 ANO E 05 MESES, AS UNIDADES NOVAS ESTÃO SENDO PREENCHIDAS COM LPTE E AS ASPS PROVISÓRIAS AINDA CONTINUAM SEM DESTINO.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.