quinta-feira, 30 de março de 2017

Prefeito de Taubaté pede Base de Escolta de presos para Alckmin

Fonte: Gazeta de Taubaté.

http://gazetadetaubate.com.br/ortiz-pede-agente-de-escoltas-para-alckmin/


Ortiz pede agente de escoltas para Alckmin
29 de março de 2017

Segundo prefeito, 80 PMs deixam de fazer policiamento na cidade todos os dias para escoltar presos ao fórum; governador aposta em teleaudiências para resolver problema

Redação / Gazeta de Taubaté
redacao@gazetadetaubate.com.br

O prefeito de Taubaté, Ortiz Junior (PSDB), aproveitou a visita de Geraldo Alckmin (PSDB) à cidade nessa terça-feira para pedir uma mudança no sistema de escolta de presos.

De acordo com o prefeito, a Polícia Militar tem desfalque diário de 80 policiais, que são destacados para fazer a escolta de presos para audiências, em Taubaté e em Tremembé.

Segundo Ortiz, esse é o “grande gargalo” de Taubaté em relação à segurança pública.

O prefeito pede que a cidade passe a contar com agentes de escolta, categoria profissional que foi implantada pelo governador na capital.

“Por mais esforço que a prefeitura faça com a Atividade Delegada e com a locação de veículos quatro rodas e motocicletas, reforma do batalhão, ou nos 40 colaboradores que cede todos os dias pra Polícia Civil, por exemplo, e por mais esforço, ainda falta a guarda de escolta”, disse Ortiz.

O pedido foi oficializado por meio de ofício. “Se há região que tem problemas de violência no Estado, é essa a região que tem que ser prioritária”, disse Ortiz. “[O Estado deve] colocar aqui a guarda de escolta e liberar esses policiais que são deslocados no dia a dia, e colocar eles novamente no policiamento”, completou.

APOIO/ Durante o evento em Taubaté, o governador disse que aposta em outra ideia: a realização de audiências à distância, o que eliminaria a necessidade de escolta.

“Não deveria existir escolta, porque o preso deveria ser ouvido na penitenciaria por teleaudiência. Esse é um fato que não tem nenhum sentido, você gastar dinheiro com viatura policial para transportar preso para o fórum, quando você pode por teleaudiência ouvi-lo na própria penitenciaria. Nós temos insistido junto ao poder judiciário e ao presidente do Tribunal de Justiça para que amplie a tele audiência para a região”, disse Alckmin.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.