quarta-feira, 22 de março de 2017

Sete presos que tiveram sintomas de intoxicação recebem alta em Hortolândia-SP.

Fonte: G1

Sete presos que tiveram sintomas de intoxicação recebem alta em Hortolândia
Autoridades confirmaram a morte de um detento, mas o nome dele não foi divulgado.
Por G1 Campinas e região
22/03/2017 19h00 Atualizado há 5 minutos

Sete presos internados com intoxicação alimentar no hospital Mário Covas, em Hortolândia (SP), receberam alta nesta quarta-feira (22). Eles retornaram para a Penitenciária 3 do Complexo Campinas-Hortolândia. Outros cinco continuam na unidade médica. Um detento morreu na madrugada de terça-feira.
Vinte e seis detentos foram atendidos no Complexo Campinas-Hortolândia com ajuda do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), segundo a Prefeitura. Os nomes dos presos não foram divulgados.
Amostras dos alimentos servidos na P3 foram coletadas para análise. Segundo a Polícia Civil, informações detalhadas sobre o que causou o problema só devem sair quando o laudo sanitário ficar pronto. O prazo é de 30 dias.

Funerária recolheu o corpo de um preso no Completo Penitenciário Campinas/Hortolândia (Foto: Reprodução/EPTV) Funerária recolheu o corpo de um preso no Completo Penitenciário Campinas/Hortolândia (Foto: Reprodução/EPTV)


Intoxicação
A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) informou que os presos que passaram mal relataram terem comido macarrão e estrogonofe levados por parentes dos internos no final de semana passada.
A pasta disse que amostras destes alimentos não foram coletadas porque não havia mais após o almoço de domingo (19).
O Complexo Campinas/Hortolândia tem 10.756 detentos. Na P3, são 1.474. Os presos que passaram mal são da ala 2.
A Organização dos Advogados do Brasil (OAB) disse que desde o início do ano já recebeu mais de 100 reclamações relacionadas ao complexo, que vão desde superlotação até falta de higiene. O órgão afirmou ainda que já pediu a Justiça uma investigação no presídio.
Morte
O corpo do preso será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Americana (SP) para que seja possível determinar a causa do óbito. A funerária responsável pelo recolhimento do corpo disse que aguardava o registro da ocorrência na delegacia de Hortolândia para realizar o traslado.

7 comentários:

  1. Jenis por acaso vc. tem o nome dos deputados da base do Alckmin, eles que votarão o novo estatuto dos servidores públicos do estado de São Paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Novo estatuto??? Gzuis.... tamiflu!!!

      Excluir
  2. Transparência com os gastos dos sindicatos, balancete mensal já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. idiota sonhador, se nem balancete anual é publicado, quanto mais mensal.

      Excluir
  3. URGENTE!!!AGENTE AGREDIDO NO CPP DE VALPARAISO!!! O PRESO MORDEU O FUNCIONÁRIO E DEU O MAIOR SHOW NA CHEGADA DA SAÍDA TEMPORÁRIA.

    ResponderExcluir
  4. No mês de abril vai vir um presentinho do coelho da pascoa para o funcionalismo publico paulista, desconto do IMPOSTO SINDICAL, para sustentar parasitas, vagabundos e sanguessugas. Para onde vai este dinheiro? O funcionalismo deveria doar sangue em protesto contra esta patifaria

    ResponderExcluir
  5. Vamos lutar para que se construa com o dinheiro arrecadado dos funças da SAP um HOSPITAL para: funcionários, seus dependentes, seus ascendentes.
    Que se divulgue balancete mensal dos gastos sindicais.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.