quinta-feira, 6 de abril de 2017

Após decisão do STF, OPERAÇÃO LEGALIDADE será nossa principal ARMA.


Após a decisão do STE, (clique aqui e veja), onde proíbe as carreiras policiais (se você continua achando que não somos vistos nessa hora como polícia, leia abaixo o texto do meu amigo Amilcar) de fazer GREVE, a OPERAÇÃO LEGALIDADE, sugestão levantada em algumas assembléias de sindicatos por Agentes Penitenciários, mas que os sindicatos não tiveram peito pra puxar esse "bonde", será nossa única ARMA contra o desgoverno para lutar por melhores condições de trabalho e reajuste salarial que já estamos há 32 meses sem ao menos a correção da inflação.
Se você não escutou ainda sobre a operação legalidade, veja:



Texto do meu amigo e colega de trabalho Amilcar.

"Para nos anular, regularizar ou punir (Deveres), somos enquadrados sob o signo de "policia" , diga-se ao" RTP", Regime de Trabalho Policial", para efeito de Direitos, somos meros servidores públicos, , "uma moeda", duas faces". Para efeito de Lei Maior, Constitucional, "não existimos como profissionais". Não há registro ou classe no MTE (Ministério do Trabalho e Emprego)", são funções e tarefas de caráter estatal ou federal, porem Criados e normatizados por Leis e Decretos dos mesmos Órgãos Estaduais ou Federais ( já foi também no passado, de caráter municipal, depois cancelado e normatizado ao nível de estados) ou seja, necessita e carece de inclusão e reconhecimento Constitucional, ja´que é função inerente e exclusivo de poder de estado. Por isso cada Estado lota o serviço subsidiado em Secretarias diferentes, justiça, cidadania, segurança pública, etc, etc, a bel prazer e conveniências de seus governantes. Uma solução é a PEC 308/04, que poderá regularizar tudo isso"









34 comentários:

  1. Por ventura o STF não desrespeitou mais uma vez a Constituição Federal? pois ASP nao está no artigo 144. Primeiro deveria inserir para depois sim cobrar o nao direito a greve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O próprio asp quer fechar seu espaço cada um tem que ter a oportunidade de trabalhar onde desejar ao invés de operação legalidade queremos reajuste salarial chega de desviar o foco.

      Excluir
    2. Por onde começar a operação legalidade??? Por você que está lendo e porventura está em desvio de função. Não espere que outro comece. Seja o primeiro. ''Mas e se eu for o primeiro e o único??''. Não existe outra forma de pressionar o governo que seja mais eficaz que a operação legalidade. Vamos a luta! Ah, e se alguém sair da gaiada pra nos ajudar fazendo a operação legalidade, por favor, não tente ocupar o lugar dele. Traíragem não vale!

      Excluir
    3. Concordo com o amigo que cada um tem que ter a oportunidade de trabalhar onde desejar e inclusive receber equivalente ao seu merecimento, trabalha como Oficial Administrativo, recebe o salário de tal! Recebe como ASP trabalhe como ASP!

      Excluir
  2. Jenis, agora que me enquadraram como "policia", mereço aposentar igual a eles ou não? Acho que foi uma medida tipo: "tem mal que vem pra bem".Vou questionar meu advogado daqui uns dias sobre isso.

    ResponderExcluir
  3. Dirão que não somos policiais e ainda assim também não temos o direito à greve e ponto... simples assim.

    ResponderExcluir
  4. Si!!! Fudemos, com esses pés de breque, fazendo dejeto dejegue a troco de esmolas, operação legalidade, não ROLA para os asps.

    ResponderExcluir
  5. N somos policia como pode isso

    ResponderExcluir
  6. Sou totalmente favorável a essa operação legalidade, entretanto, acho muito difícil essa ideia ganhar a adesão que precisa, pois, a classe de agente penitenciário é muito desunida e o Q.I do agente é muito fraco para pensar que todos juntos somos fortes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q.I fraco, português péssimo e força de vontade ZERO.
      enquanto não nos unirmos, ASP´s e AEVP´s, continuaremos sofrendo juntos.

      sou AEVP desde 2002 e nunca vi união entre as classes.

      Juntos somos mais fortes, pode ter certeza.

      Excluir
  7. os sindicatos devem definir uma pauta unica só para constitucionalizar nossa classe ou policia ou carcereiro ou agente de segurança penitenciário ou sermos regisdos pela carreira nobre de assistente social que já existe e por sinal muito competente como a do agente segurança penitenciário

    ResponderExcluir
  8. Esse negócio de operação legalidade é uma das coisas mais esdrúxulas que eu já ouvi na minha vida e nós meus dez anos como as.O sujeito faz das tripas,coração pra se jogar da carceragem, alguém em sa consciência acredita esses caras estão preocupados com porra de operação legalidade? Tem cara que que acabou de prestar o concurso de asp, tá lá na posição dois mil e tra -lê-la e já tá aí no blogue procurando saber como é que ele faz pra se jogar quando entrar em exercício, caso seja nomeado,então só quem não sabe o que é cadeia acredita nessa idiotice.

    ResponderExcluir
  9. É mais fácil o Geraldinho igualar o salário do asp ao da polícia federal do que esses caras que se jogam das carceragens largarem esse osso.

    ResponderExcluir
  10. Essa tal de operação legalidade também nunca acontece é só areia kkk

    ResponderExcluir
  11. Operação legalidade é ir no hospital Dia do iamspe, ao lado do hospital do servidor, no pronto socorro e pedir atendimento, em menos de meia hora vc está sentado na frente de um psiquiatra, aí é só vc falar APENAS A VERDADE, sem exagerar, sem inventar nada, de como é um plantão seu! Se pegar um médico zica só fale que as vezes vc olha a pilha de contas se acumulando, as crianças tendo q sair de escola, deixando de fazer cursos, que vc não viaja nem pra pra praia grande já tem alguns anos e que pensa nisso e fixa o olhar no seu oitão e começa a pensar besteira.... Te garanto que ele vai te dar 15 dias de afastamento e algumas receitas de remédios controlados! Pronto, operação legalidade em ação! Imagine só um terço dos guardas tirando 15 dias ao mesmo tempo???? O sistema vira um caos maior dq a maior das greves!!!

    ResponderExcluir
  12. Não vamos poder fazer greve!mas não por causa da decisão do STF,e sim porque somos uma categoria que simplesmente não tem sindicato para nos representar,lembre que os que dizem fazer isso só se preocupá com o famigerado "imposto sindical" e cada vez mais ter sócio "otário"!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Para serem excluídos do novo projeto da previdência não somos polícias, e para não fazer greve somos polícia ?????? que profissão do @#$%¨&&&¨%$#@! que fui ser, ou seja não somos reconhecidos.

    ResponderExcluir
  14. Basta os sindicatos pegarem firme na operação legalidade, pois ninguém seria punido e conseguiríamos alguma melhora!!!

    ResponderExcluir
  15. Engraçado mesmo, na hora de punir, somos considerados da segurança pública e, até mesmo, policiais! Mas na hora dos direitos, como o colega citou no texto, somos meros servidores públicos, inexistentes na Constituição e em outras leis.

    ResponderExcluir
  16. operação Legalidade rola sim para os asps, é uma ótima ideia do colega Marcos, o problema é os marisia, o país está assolado em corrupção e os guarda não se unem nem para defender a própria classe, basta não querer trbalhar em desviu, pronto, qual a dificuldade!

    ResponderExcluir
  17. Como assim, Agentes de Segurança Penitenciaria não pode fazer greve, será que somente eu não estou entendendo? no meu entendimento na área de segurança somos os unicos a ficar de fora, pois não pertencemos a secretaria de segurança publica, mas sim a SAP, e não fomos mencionados como Policiais de nenhuma esfera.

    ResponderExcluir
  18. De acordo com STF, somos integrantes das forças de segurança, mas e os direitos, cade a inserção no artigo 144 da CF, mais uma vez eles rasgaram a Constituição em favor do desgoverno e em detrimento do trabalhador.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ja que o sindicato nao faz nada porque nao entra com uma açao junto ao supremo sobre explicaçoes do arti 144 da cf, sobre a nossa categoria onde ela esta;/;}

      Excluir
    2. bom dia a todos asp esse ano completo 16 anos como asp temos 3 sindicatos brigando pela fatia do bolo mas nenhum defende a categoria.participei das duas greve.do tem uma maneira de atingir o reconhecimento e valorização.fazendo outra greve.diferente das anteriores é só não dar a visita no domingo.e so dessa forma que vamos conseguir algo.ai da ibope abraço a todos guerreiros fica com Deus

      Excluir
  19. Sou totalmente favorável a essa atitude da operação legalidade, entretanto, acho muito difícil essa ideia ganhar a adesão que mereça e precisa, pois, a nossa classe é muito desunida e o Q.I do agente é muito baixo para perceber que juntos somos fortes.

    ResponderExcluir
  20. Desfiliação em massa dos sindicatos.

    ResponderExcluir
  21. acho melhor agora pois não temos mais nada . e não precisamos mais de sindicato, esta é a melhor coisa que aconteceu pois vamos cair na real o governador vai dar reajuste quando ele quiser e como ele quiser;não vai ter mais sindicatos jogando areia em nossos olhos ou vendendo ilusão alguma. desfiliaçaõ em massa já de todos os sindicatos mas todos nenhum vale nada sem exeção.

    ResponderExcluir
  22. Lendo esses comentários chego a conclusão que realmente fica difícil conseguirmos alguma coisa... A categoria é muito heterogênea em todos os aspectos.
    Ao invés de ficar criticando os ASP´s que trabalham na ADM, tente fazê-los entender que esta ferramenta é uma das poucas, senão a única que temos para tentarmos conseguir alguma melhoria; que seria apenas algo temporário, haja vista a dificuldade para encontrar candidatos para trabalhar como diaristas na maioria das UP´s.
    Pensando bem, se apenas os ASP´s motoristas em todo o estado deixarem de dirigir, já traria uma grande confusão para a secretaria, se isso ocorrer também com os ASP´s administrativos, muitas cadeias param...
    Infelizmente pra isso teríamos que depender desses sindicatos incompetentes para orquestrar esse movimento de forma eficaz.
    Temos que tentar algo e esta ferramenta pode sim nos trazer algum resultado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo.
      Muitos acima falam em operação legalidade. Bacana. Outros tantos criticam os ASPs em desvio. Bacana também. Porém, perceberam que estão criticando a si mesmos, brigando entre sí? Essa classe de agentes é tão limitada que desde que entrei no estado lá atrás é sempre a mesma tosca conversa. "Diarista não presta"; "Diarista tem que descer"; "Diarista é seguro"; "Plantonista é vagabundo"; Plantonista é safado". Cara, deixa de ser otário. Assim como tem guarda ruim como diarista, tem outros tantos vagabundos e sujos na guarda. Bem como existem agentes íntegros nos turnos e nos diaristas também.
      Mas ao invés de focar em aumento, a grande maioria dos agentes infelizmente prefere brigar entre si do que se unir e pedir aumento salarial, valorização, bônus e afins.
      Sabem quando essa classe conseguirá alguma coisa? NUNCA!!!
      Mas não se preocupem, continuem sendo os palhaços do circo enquanto o tio Alckmin senta com um belo saco de pipoca nas mãos na plateia e morre de rir de nós.
      Acordem senhores. Enobreçam/elevem/enriqueçam seus pensamentos. Tá fácil demais para os governantes pisarem em nossos pescoços. Unam-se ou morram na praia.

      Excluir
  23. é isto ai parceiro , to contigo,faço minhas ,suas palavras.

    ResponderExcluir
  24. Piada é ler alguns sindicatos com mimimi de não poder fazer greve, inclusive o sindespe e demais do sistema, já faz tempo que todos eles não tiveram peito pra fazer uma greve de verdade onde são suspensas as visitas e tudo mais. Agora ficar postando coisas como tivessem feito alguma coisa pelas categorias, eles estão dando graças a DEUS que saiu essa do careca la, assim eles lavam as mãos, já não tinham peito de fazer uma GREVE de verdade, imagina agora.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.