segunda-feira, 10 de abril de 2017

Presos serram grade da janela e tentam fugir da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau, segundo G1.

Fonte: G1

Presos serram grade da janela e tentam fugir da Penitenciária 2 de Presidente Venceslau

Detentos foram rendidos e encaminhados para o Pavilhão Disciplinar. Com um dos homens, foi apreendida uma corda artesanal de cerca de cinco metros.
Por G1 Presidente Prudente
10/04/2017 13h50 Atualizado há 5 horas

Penitenciária 2 de Presidente Venceslau (Foto: Reprodução/TV Fronteira)


Três presos tentaram fugir na madrugada desta segunda-feira (10) da Penitenciária “Maurício Henrique Guimarães Pereira”, a P2, localizada no km 623 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Venceslau. Eles foram vistos por agentes de segurança penitenciária da unidade e policiais militares e acabaram rendidos.


De acordo com as informações da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), os três homens serraram parte da grade da janela da cela, por volta das 3h15, e saíram, porém, imediatamente foram vistos por agentes de segurança penitenciária da unidade e policiais militares.
Integrantes do Grupo de Intervenção Rápida (GIR) foram acionados e, junto com os demais servidores, renderam os detentos e os encaminharam para o Pavilhão Disciplinar, assim como os outros presos da cela.

Ainda segundo a SAP, junto com um dos presos foi apreendida um corda artesanal de cerca de cinco metros e, após a realização de uma revista geral na cela, foi localizada uma serra de aproximadamente nove centímetros.

A Polícia Militar da região foi informada e, segundo a SAP, foi aberto um Procedimento Apuratório Disciplinar e Preliminar para a averiguação do ocorrido.
“A unidade está funcionando normalmente dentro dos padrões de segurança e disciplina da Pasta”, salientou a secretaria, em nota ao G1.

De acordo com as informações da SAP, a P2 de Presidente Venceslau conta com capacidade para 1.280 presos, mas abriga atualmente uma população carcerária de 799 homens. Isso representa um índice de lotação de 62,42% na unidade.






8 comentários:

  1. Boa noite, Jenis! Creio que depois que você se filiou ao SINDCOP as coisas só andam melhorando pra você. O que você me diz do ALE ganho no ultimo AGRAVO? Você vai ser um defensor do SINDCOP E PUBLICAR SEU HOLERITE aqui em seu blog? Quero ver você publicar minha mensagem!!!

    ResponderExcluir
  2. (Eles foram vistos por agentes de segurança penitenciária da unidade e policiais militares e acabaram rendidos.)

    Nesta unidade não existe aevp? Só uma dúvida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÃO EXISTE AEVP E ASSIM, TAMBEM É NO CRP LA DE PRESIDENTE BERNARDES.

      Excluir
  3. 11/04/2017Amigo ASP - sobre ação do ALE
    Orientação do Departamento Jurídico do SINDCOP sobre as dúvidas na ação do ALE




    Amigo ASP,

    Em uma postagem de um “sindicato” na internet, consta a informação de que a referida entidade estará apostilando e executando o ALE a todos os ASPs, independente de estarem ou não filiados ao sindicato.

    Primeiro, o desespero tomou conta do autor da postagem.

    Segundo, todos tiveram a oportunidade de ver o mesmo “sindicato” desmerecendo a vitória do SINDCOP e dizendo que “nada tinha sido ganho” e que “o SINDCOP buscava apenas a associação dos ASPs”. Agora, é dito que vai apostilar e executar (ora, se nada foi ganho, vai executar o que?)

    Por aí, vemos quem mente para a categoria.

    Terceiro, o Agravo de Instrumento, julgado em 23/06/2016, sob nº 2059995.51.2016.8.26.0000, a mesma 1ª. Câmara de Direito Publico, sob a relatoria do Desembargador Danilo Panizza Filho, assim foi decidido:

    “Nesta sequência, com relação ao item “D”, permite considerar superada a questão no que respeita ao limite “de associados a época do ajuizamento”, em especial por se levar em consideração que o benefício abrange os associados e independe de autorização destes, havendo a necessidade de demonstração da condição de preenchimento dos requisitos definidos no acórdão que se encontra em execução a partir da vigência da Lei Complementar n. 1.197/13, em seu art. 7º. Neste ponto, cabe destacar que a documentação comprobatória incumbe ao exequente, o que fica constante a título de observação, prevalecendo, no mais, o r. despacho agravado.

    Com isto, nega-se provimento ao presente recurso,
    com observação.

    DANILO PANIZZA
    Relator”


    ASP, você é inteligente, sabe ler. Consulte o processo, perceba as coisas e, por certo, não vai cair em conto de carochinha.

    A decisão é clara – “o beneficio abrange os associados” e, “a documentação comprobatória incumbe ao exequente” (Sindicato Autor).

    Esperamos vocês.

    Download da matéria aqui

    CHUPA SINDASP, CHUPA RATOLFO!!!

    ResponderExcluir
  4. preso ostentando armas em presidios, estao surpresos com que .vai dizer que ninguem sabe .kkk

    ResponderExcluir
  5. Ja falei aqui uma vez o vou dizer de novo .quem controla o sistema Nao somos nois .demorou pra cair a ficha

    ResponderExcluir
  6. AVISEM DG E DCSD QUE UM SALVE PEGO EM DETERMINADA UNIDADE DIZ QUE É PRA VOLTAR TATU OU SEJA TENTAREM FUGIR POR ESCAVAÇÃO DE TUNEL. CUIDADO PESSOAL ! CAUTELAS DE PRAXE !!!

    ResponderExcluir
  7. p.2 Venceslau,quem faz a guarda do muro da unidade e a pm nao sao aevps.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.