sexta-feira, 14 de abril de 2017

Quem é o Judas da classe? O chargista Wiltinho Viana já elegeu o dele, você concorda?








18 comentários:

  1. Segundo a Rádio ASP, está circulando nos grupos de WhatsApp um modelo de requerimento administrativo para pedir a devolução da contribuição sindical confederativa, é verdade? Se alguém tiver o modelo para mandar, agradeço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parceiro, o modelo do requerimento segue aí
      São três vias, deve ser assinadas originalmente (não pode ser cópias) que tem que ser protocolado na sua unidade, uma via é sua (recibo do ASP do RH), outra o diretor de RH vai arquivar na ficha funcional e a outra o D-RH encaminha via ofício a Regional da Fazenda, que tem trinta dias para responder por lei, caso não concedam a devolução, cabe mover ação no Juizado Especial Cível (desconto indevido) e a causa é ganha, pois tem normativa do Ministério do Trabalho (Normativa N° 421 DE 05/05/2017) proibindo desconto de imposto sindical.

      MODELO (VIA GRUPO CAVEIRAS - AEVP CRN)

      Exmo. Senhor Secretário de Estado da Fazenda do Estado de São Paulo,


      XXXXXXX XXXXXXX XX XXXXXXXXX, RG 00.000.000-0 SSP/SP, CPF 000.000.000-00, Agente de Segurança Penitenciária de Classe XX do SQC-III-QSAP, RS 00.000.000-01, lotado na Coordenadoria das Unidades Prisionais da Região Noroeste, em exercício na Penitenciária de XXXXXXXXXXXX, vem mui respeitosamente solicitar a devolução na próxima folha de pagamento dos descontos indevido sem minha autorização com correção monetária dos valores do código 77.012 – CONTRIBUIÇÃO SINDICAL o valor descontado de R$ 000,00 (XXXX Reais e XXXX centavos) na folha de pagamento referente ao mês de Agosto de 2015 e ao código 77.067 CONTRIBUICAO SINDICAL – SINDASP o valor descontado de R$ 000,00 (XXXX Reais e XXXX centavos) referente ao mês de Março/2017 pelo motivo da publicação da Portaria n° 421 de 05 de abril de 2017 do Ministério Federal do Trabalho conforme segue:

      PORTARIA Nº 421, DE 5 DE ABRIL DE 2017
      Suspende os efeitos da Instrução Normativa nº 01, de 17 de fevereiro de 2017, que dispõe sobre a cobrança da contribuição sindical dos servidores e empregados públicos.
      O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO, no uso de suas atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, inciso II, da Constituição Federal; e CONSIDERANDO o PARECER n. 00286/2017/SZD/CONJUR-MP/CGU/AGU e a recomendação exarada no DESPACHO n. 01634/2017/CONJUR-MTE/CGU/AGU, resolve:
      Art. 1º Ficam suspensos os efeitos da Instrução Normativa nº 01, de 17 de fevereiro de 2017, que dispõe sobre a cobrança da contribuição sindical dos servidores e empregados públicos. Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.
      RONALDO NOGUEIRA DE OLIVEIRA


      Referência D.O.U de 05/04/2017 – Seção I – Página 67
      D.O.U Eletrônico: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=06/04/2017&jornal=1&pagina=54&totalArquivos=72



      Nestes Termos,
      Peço Deferimento!


      Pirajuí, 17 de Abril de 2017



      (Requerente)XXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXXXXXX XXXXXXXXXXX


      -------------------------------------------------------------------------------
      Obs.: TIRAR TRÊS VIAS, ASSINAR EM TODAS, PROTOCOLAR E ENCAMINHAR AO RH, A FAZENDA TEM TRINTA DIAS PARA RESPONDER!

      Excluir
    2. Também preciso deste requerimento, preciso receber o dinheiro de volta!

      Excluir
    3. Trabalho na Feminina de Tupi Paulista, estamos interessadas neste requerimento, para nós ainda não temos nenhuma orientação de como proceder para pedir a devolução do tal imposto sindical, se tiver como fazer o requerimento, as meninas agradecem que vamos requerer a devolução, nem que seja na justiça.

      Excluir
    4. Acho difícil receber via administrativo caso o valor estiver preso em conta judicial, a Fazenda pode dar esta resposta clara conforme a Lei, boa ideia a questão do requerimento, é valido e é legal requerer informações, parabéns aos AEVPs ou ASPs que deram a ideia do requerimento, com certeza vai vir com negativa da Fazenda, pois eles nada pode fazer se os valores estiverem presos em conta judicial, aí é com o judiciário, o jeito é mover uma ação no JEC - Juizado Especial Cível, na terça vou no JEC de São José do Rio Preto pedir orientação, porque se existe uma norma do Ministério do Trabalho proibindo desconto de imposto sindical, porque não devolvem os valores de 2015 e 2017 (2016 foi devolvido), e a Procuradoria Geral do Estado tem que dar uma posição também, nosso dinheiro tem que ser devolvido, o próprio requerimento já diz claramente o que determina o Ministério do Trabalho através da Portaria nº 421, de 5 de Abril de 2017 que não se deve cobrar imposto sindical de funcionário publico.

      Excluir
    5. Engraçado... para descontar são ligeiros... para ressacir é canseira... É só patifaria!!! Segunda darei entrada no pedido de ressarcimento, é direito nosso!

      Excluir
  2. Parabéns Wiltinho! Excelente caricatura! Ela exemplifica perfeitamente a nossa situação atual! Parabéns novamente e pau no Judas!

    ResponderExcluir
  3. Kkkkkkk, é um forte concorrente mas aquele safado que foi preso em florida, me recuso de chama-lo de colega, tá na briga.

    ResponderExcluir
  4. Esse judas não tem que ser amarrado a um poste, ele tem é que ser empalado, só assim para pagar 1% dos pecados q esse demônio causou a nossa classe!

    ResponderExcluir
  5. Uma pergunta boa pra q pagamos um sindicato incapaz de mobilizar uma categoria que não conta com a simpatia da classe e aceita passivo o congelamento de salários se lutassem com o mesmo afinco pelo o que realmente é relevante pra classe invez de tanto empenho pelo imposto sindical (o qual não temos retorno nenhum) talvez fossem mais respeitados pela classe e pelo Governo o qual simplesmente o ignoram.

    ResponderExcluir
  6. só o "pau" do judas que segura esse pilantra que esta em lugar errado deveria ser colocado em outro lugar nesse judas

    ResponderExcluir
  7. Fui me desfiliar do sindasp em fevereiro, reconheci firma de duas vias ,uma deixei no sindasp ,e outra na fazenda.
    No cartório não souberam me dizer qual código seria posto em um campo existente no pedido.
    No sindicato tbm perguntei que código era para escrever ali? E disseram que não precisaria.
    Porem o desconto do sindasp ocorreu em março e abril ,ja estou desconfiado de que deveriam ter me dito que código era aquele . Há mas se descontar em maio novamente vou babando para cima daqueles sanguessugas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olha na sua folha de pagamento antes do nome do sindicato tem os numeros referente ao codigo de desconto do sindicato.

      Excluir
  8. CONCORDO !!!!! J U D A S da classe, J U D A S...

    ResponderExcluir
  9. JENIS? E Companheiros do blog?
    Alguém sabe o número de filiados existentes hoje no $inda$p,pois acredito q com tudo o q já sabemos e com o que soubemos esse suposto "sindicato" deve estar com umas poucas Almas associadas vamos todos fazer campanha para a categoria desfilar e assim tirar a força representativa desse suposto "representante"!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Esse folgado não tá nem aí...A coisa tem que ser radical para esse cidadão aprender a viver que nem homem

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.