quinta-feira, 25 de maio de 2017

Agentes apreendem celular enviado por Sedex para preso em presídio paulista.


Fonte: Gazeta de Taubaté.



P1: celular foi enviado via Sedex
24 de maio de 2017

Agentes penitenciários flagraram aparelho em pacote enviado para um preso

Redação / Gazeta de Taubaté
redacao@gazetadetaubate.com.br

Agentes penitenciários frustraram nessa quarta-feira a entrada de um ‘minicelular’ num pacote enviado via Sedex para um preso na Penitenciária “Dr. Tarcizo Leonce Pinheiro Cintra”, a P 1 de Tremembé.

Por volta das 14h, enquanto os pacotes enviados por familiares de presos passavam pela revista de praxe no raio-X da unidade, foi identificado um objeto estranho entre uma das caixas.

O destinatário do Sedex, um preso de 20 anos, foi então chamado para acompanhar a abertura do pacote. Foi encontrado, dentro de uma caixa de leite condensado, um relógio celular de pulso.

Na caixa, havia ainda outros itens alimentícios, como pote de manteiga e chocolate. O leite condensado, no entanto, não faz parte de alimentos autorizados na unidade – logo não iria mesmo entrar no pavilhão habitacional da penitenciária. A remetente do pacote era a irmã do preso, uma mulher de 26 anos.

A direção da P 1 instaurou procedimento disciplinar para averiguar o caso. A mulher será impedida de fazer visitas ao presídio.

Um comentário:

  1. correios, empresa lixo que só funciona quando se trata de entregar encomendas para presos.todos os dias e até aos sábados tem entrega de 2 a 3 diariamente.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.