domingo, 11 de junho de 2017

Defensoria Pública pede apuração de agressão em CDP paulista.


Fonte: O Liberal.

Defensoria Pública pede apuração de agressão no CDP
Órgão realizou inspeções em 29 unidades no Estado, mas conteúdo do documento encaminhado ao MP é sigiloso
O Núcleo Especializado de Situação Carcerária da Defensoria Pública encaminhou ao Ministério Público do Estado um pedido de instauração de procedimento investigatório criminal para apuração de relatos de agressões e abusos a detentos do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Americana e de mais 28 unidades prisionais paulistas. Ainda não há manifestação da promotoria e o conteúdo das denúncias feitas pelos presos aos defensores é sigiloso.




O pedido foi feito à Procuradoria-Geral de Justiça e baseia-se nos relatos colhidos por defensores públicos do núcleo em inspeções realizadas em 29 unidades prisionais, durante os anos de 2015 e 2016, entre centros de detenções provisórias e penitenciárias masculinas e femininas, incluindo a unidade americanense, que já é alvo de uma ação, desde 2013, que visa impedir a chegada de novos presos por conta de relatos de superlotação.


No pedido encaminhado ao MP, os defensores públicos Flavia D’Urso e Carlos Isa pedem que os relatos de cada unidade prisional sejam encaminhados para as respectivas Promotorias de Justiça em todo o Estado para devida apuração.

Continue lendo: http://liberal.com.br/cidades/americana/defensoria-publica-pede-apuracao-de-agressao-no-cdp-602125/ - Sede por notícias? Assine O Liberal. Também estamos no Facebook, siga: /Grupoliberal

10 comentários:

  1. Jenis boa noite, tem alguma informação sobre a ação referente ao adicional noturno, obrigado e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. Defensoria pública ė igual ao direito dos manos só serve pra vagabundos...nas audiências nos fóruns so incentivam os presos a mentir e não que falem a verdade ....pena que se gravar as conversas ainda vai querer processar ....e quando ouvem os presos nas cadeias também fazem a mesma coisa pra se ter um processo pra eles se aparecem...

    ResponderExcluir
  3. Sobre agressão a funcionário o MP não pede apuração...o guarda que se lasque, JUSTIÇA PROSTITUTA, Defensoria de bandidos!

    ResponderExcluir
  4. Por um segundo achei q seria sobre o asp q foi agredido na gaiola recentemente numa unidade automatizada ,mas vem me defender ladrão ? É o fim msm!
    Hj em dia ,se tem ladrão q toma um esfrega hj em dia ,é porque abusou bem pra mais.
    Mas não tem limite esse mimo de vagabundos.

    ResponderExcluir
  5. Senhores, a palavra desse pessoal passou a ter valor, infelizmente estão transformando mentira em verdade, creio que ninguém vai arriscar perder o seu trabalho, ainda não caiu a ficha, cadeia não é hotel...

    ResponderExcluir
  6. Com todo respeito, façam a conta dos funcionários que foram agredidos, guentados e mortos fora ameaças e desrespeito...

    ResponderExcluir
  7. Lá vem os direitos dos manos de novo! E quando sofremos agressões, ameaças, cusparada e assassinatos? Onde está o MP para apurar, nada né! É lamentável!

    ResponderExcluir
  8. E QDO A DEFENSORIA PUBLICA VAI CRIAR VERGONHA NA CARA E INVESTIGAR AS AGRESSOES DE DETENTOS CONTRA AGENTES PUBLICOS?????

    ResponderExcluir
  9. infelizmente o ladrão sempre sera o coitado e o agente o culpado e o ministério publico o aliado deles `e claro e a justiça a cega.

    ResponderExcluir
  10. MP = manos protegidos.Ganhamos mal, corremos risco de vida e ainda somos obrigados a aguentar esses retardados.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.