domingo, 25 de junho de 2017

Familiares de presos reclamam da falta de estrutura em penitenciária paulista no dia de visita.

Fonte: G1
Familiares de presos reclamam da falta de estrutura da penitenciária no dia de visita; SAP nega situação
Parentes disseram esperar na fila por 24 horas, sem água, banheiro ou cobertura; administração da unidade rebate apontamentos.
Por Jornal da EPTV 1ª Edição, G1 Piracicaba e Região
24/06/2017 19h29 Atualizado há 9 horas
Parentes de presos reclamam de estrutura de penitenciária em Piracicaba




Os familiares de detentos da Penitenciária de Piracicaba (SP) reclamam da falta de estrutura no espaço da unidade durante as visitas. Segundo os parentes, quem escolhe chegar mais cedo para passar mais tempo com o preso, precisa chegar um dia antes para pegar a senha de entrada. A espera, às vezes com crianças de colo, é na fila, no frio, sob o sol, sem cobertura, banheiro ou bebedouros.

Os parentes reclamam que a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) não fornece condições mínimas de conforto para os familiares nos dias de visitas aos presos. O estacionamento da unidade, localizada na Rodovia Deputado Laércio Corte (SP-147), fica fechado.

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) negou os apontamentos de falta de estrutura, bem como de distribuição de senhas um dia antes da visita, e afirmou que o estacionamento da unidade fica aberto para que os familiares e amigos possam usar os banheiros.

Mulheres e crianças aguardam no chão por horário de visita na Penitenciária de Piracicaba (Foto: Reprodução EPTV) Reprodução EPTV)
Familiares
Uma familiar que teve a identidade preservada na reportagem afirmou que a direção da unidade não permite que os visitantes usem o espaço externo da Penitenciária."Não temos banheiro, não temos acesso a locais com sombra e, quando conseguimos um ponto, o diretor da unidade os manda sair e não permite que nos vendam nada", relatou.

Os visitantes afirmam que a administração da unidade não dá opções para que eles esperem no entorno.
"Se ao menos, esse pátio ficasse aberto nos dias de visita, conseguiríamos nos acomodar melhor. Sem opção, costumamos aguardar embaixo do viaduto, que fica ao lado, para nos protegermos da chuva ou do sol. Mas até de lá, nos mandam sair", reclamou outra parente.
"Nós, que estamos do lado de fora, não temos que pagar com eles, que dentro da penitenciária já estão sofrendo por serem privados da liberdade. Só queremos respeito, mais nada", disse familiar que também teve a identidade preservada durante a reportagem.

Superlotação
A situação é complicada do lado de dentro e no de fora. A unidade prisional, inagurada há menos de uma no, tem superlotação. Com capacidade para 847 detentos em regime fechado, a Penitenciária acolhe 1.508 detentos, atualmente.

Um detento que tinha acabado de ser solto penitenciária afirmou à reportagem da EPTV que as refeições servidas são insuficientes e que também há falta de água e de remédios.

"Nós, que estamos do lado de fora, não temos que pagar com eles, que dentro da penitenciária já estão sofrendo por serem privados da liberdade. Só queremos respeito, mais nada", disse outra familiar que também teve a identidade preservada durante a reportagem.

35 comentários:

  1. Ninguem é obrigado ir na cadeia, mas é isso mesmo jenis, tudo que é relativo ao caos do sistema tem que ser divulgado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu adoooooro ver esses vagabundos pedindo respeito, mais nada, o vagabundo dizendo que nao tem remedio, falta comida,e ate parece que aqui nos postos de saude tem remedio a vontade pra populaçao que trabalha, que paga impostos para sustentar esses vagabundos, e o trabalhador tem comida a vontade tambem, e pra ver como falta tanta comida assim pra esses ver.... é só ir na lavagem, reciclagem e ver o quanto jogam fora de comida é um absurdo e ninguem comenta isso

      Excluir
  2. Querem um hotel cinco estrelas para pousar? Se estivessem preocupadas de verdade com as crianças nem levavam.essas crianças sofrem demais,entram chorando dando trabalho na hora da revista.

    ResponderExcluir
  3. Trabalho na Penitenciária de Piracicana e o estacionamento e a Rodoviária ficam abertos, toda alimentação é paga.... qto a água , o que existe é um recionamento de água e não falta água. ....qto a super lotação é uma realidade do nosso sistema prisional...infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. colega ate parece que esse problema de agua é só na sua unidade , praticamente todas as unidades tem problema de agua, e as que pagam coloquem os valores gastos com agua para a populaçao ver o absurdo que se gasta com agua, e quanto a alimentaçao , é só ver o quanto é jogado fora de comida pelos meliantes, e quanto a lotaçao só resolve quando começarem a investir em educaçao, mas cadeia para o psdb da mais resultado

      Excluir
  4. Sim, as unidades não tem estrutura nem para visitas, nem para presos e muito menos para os funcionários. Agora, vai visitar preso na cadeia quem quer. Não acho justo o contribuinte ter pagar para dar infra estrutura para família de vagabundo quando tá faltando de tudo para o trabalhador na rua. Até porque a função principal das penitenciárias é prender e punir, e não ser uma colônia de férias e nem spa. Assim sendo, para os familiares que gostam de mimar seus vagabundos de estimação, eu digo: VÃO PROCURAR O QUE FAZER!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor resposta impossível !!!

      Excluir
    2. So pedir para as familias irem ate a tiraçao casa, ops fundaçao casa. La tem estrutura, lanche, mimos, doces. E para o funça, so nabo e rolo de fumo dos bem grosso que é pra arregaçar de vez. Vao lavar louça, limpar a casa...em vez de ficar indo em cadeia.

      Excluir
  5. Estão mal acostumada com a bagunça que elas fazem aqui na coremetro "SBC"..é barracas que elas montam como "hotel e lanchonete"próximo a sub portaria..dia de visita fica quase impossível os agentes passarem para trabalhar,é carro parado nos dois sentidos da rua para ás visitas descerem e tirarem os trecos delas,e os agentes ficam parados esperando a boa vontade da visita tirar os carros deles da frente..fora que ficamos exposto ali parado no meio dos carros das visita e não sabemos o que pode sair de dentro daquelas tendas..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Onde trabalho também é assim.passam na frente dos carros ,estacionam em fila dupla,ficam no caminho.,deixam as crianças soltas .barracas no chão.folgadas....

      Excluir
  6. "Ja estão sofrendo por serem privados da liberdade", é a banana comendo o macaco mesmo. As familias que ficam sem um ente querido, morto por um destes vagabundo, é quem realmente sofrem. Inversão total de valores, absurdo isto, aonde nós vamos parar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. falou e verdade!Tinha é que acabar com esta patifaria de visita íntima. Visita deveria ser só no parlatório, igual filme americano.Aí sim esses malas iriam pensar 2 vezes antes de cometer um crime, já pensou 10 anos sem mulher?

      Excluir
  7. EU ACHO É POUCO PRA VISITAS !!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho é pouco, cambada de lixo folgado...não dou moleza pra nenhuma!!!!

      Excluir
  8. Infelizmente é o preço de quem comete crime,e levam as famílias junta também.

    ResponderExcluir
  9. Reclamam de tudo nossa.
    A cadeia está tão Boa os presos msm falam, entra lanche (calabresa Hamburg Batata catupiry) mec, Pizza com borda recheada e ainda tem uma cachacinha pra tomar antes das refeições tirando as outras drogas.
    A so pra relembrar os scanner corporal está chegando aí sim vai azeda pra vcs visitantes.
    Á esqueci de mencionAr as senhas são distribuídas pelas próprias visitantes a mando do crime organizado e a imprensa abraça.
    Venham para PIRAMEL aqui o guarda é lembrado e o preso é privilegiado.

    ResponderExcluir
  10. Mudando da água para o vinho; e o tal converseiro da rádio ASP sobre um tal aumento de 6%, procede ou e só mais uma lorota?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 6% se for verdade é esmola pra calar a boca do povo, ja perdemos mais de 22% do valor do nosso salario, e mais 50% em valor real. Se esse "aumento" vier será um escarnio e desrespeito para categoria.

      Excluir
    2. ISSO NÃO É AUMENTO,É ESMOLA.SE O GOVERNO VIER COM ESSA PATIFARIA É A HORA DOS ASPS JOGAR A CHAVE E DEIXAR O PRESO MOER A CADEIA!PALHAÇADA TEM LIMITE!!!

      Excluir
    3. Si for verídico; antes 6% na mão do que nada, mas essa história saiu sobre um aumento para PM; e si chegar para PM chega para a gente também, no meu ponto de vista.

      Excluir
    4. é ruim da PM aceitar 6% eles estao pedindo 30%

      Excluir
  11. Pensei que era igual na Fundação ,onde a família é tratada com café e almoço ,teve almoço pra família num domingo e adivinha só ... O diretor disse que a comida não era pra funça, só pra família de vagabundo ,ficamos observando aquela raça comercial iguais a bichos .

    ResponderExcluir
  12. Cara sou funcionário na penitenciária e não procede essa informação, meu que cadeia o guarda organiza fila kkk e lá acho que é a que tem o melhor aparato para abrigar as visitas reclama de barriga cheia

    ResponderExcluir
  13. essas famílias estão querendo sombra e água fresca pra esses folgados desse presos ... aposto que todos la são inocentes né ...
    levar crianças em um ambiente desses pessoas loucas ...

    ResponderExcluir
  14. Em minha opinião acho que deveriamos dar estrutura completa as visitantes e aos presos, e proibir tudo, não entra nada, o Estado já banca eles, tem 3 refeições ao dia e são ociosos, não deveriam ter direito a jumbo a nada.

    ResponderExcluir
  15. Desse jeito vira a fundação casa ,lá sim o vagabundo tem vida boa,quando o estado assume total responsabilidade o agente vira babá, compra filmes, faz pipoca pro vagabundo comer, distribui chocolates,cuidado com o que pede ao estado ,pois pode inverter tudo.

    ResponderExcluir
  16. Reclamam de falta de estrutura, de ficar esperando na fila, de não ter banheiro, mas na quinta-feira se esbaldam no forró enquanto o "irmão bravão" fica enchendo o saco do guarda. Já vi nego vacilão mas igual a preso tá pra nascer...

    ResponderExcluir
  17. No tempo da Casa de Detenção, o povo que ia visitar o preso ficavam mijando e cagando na rua no entorno do Casarão, aos Sábados e Domingos era um fedor de bosta e mijo de visita de cadeia na Avenida Cruzeiro do Sul que era insuportável

    ResponderExcluir
  18. Lembrando a todos os agentes penitenciários, visitas não estão condenada a tirar cadeia, as que não prestam e levam drogas e celulares para os presos, cabe a nós profissionais pegar, mas nem todas são assim não vamos generalizar.
    Por causa de um diretor pé de breque visitas não podem usar banheiro e ficar no relento ? - sistema penitenciária brasileiro falido e agentes desrespeitados pelos governantes.

    ResponderExcluir
  19. Vocês já viram sindicato pelego cobrar ou entrar na justiça COBRANDO a SAP ou uma unidade específica para ela fornecer local para descanso do trabalhador? Isso, o trabalhador, aquele que nunca mora perto da unidade e é convocado para aparecer no seu dia de folga para fazer aquelas famosas blitz pré datadas (o ladrão no raio SEMPRE sabe quando é, o guarda que não é peixe SEMPRE é pego de surpresa...)??? Cobrar algo necessário para o TRABALHADOR nunca cobram, só cobram as coisas para BANDIDO e desocupado!

    ResponderExcluir
  20. É SÓ FICAR NO CONFORTO DE SUAS HOUSE.

    ResponderExcluir
  21. Impressionante é o agente colocar a família do bandido antes da própria segurança .

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.