terça-feira, 18 de julho de 2017

Camisa e calça do ASP em SP serão de cor Azul Total Eclipse Pantone. Ok, estilista...

Em abril desse ano foi publicado uma resolução alterando o uniforme do ASP e AEVP, hoje foi publicado nova resolução, a principal alteração que vi foi a alteração da cor da camisa do ASP, que agora será Azul Total Eclipse Pantone. Vejam quais as novas alterações no texto abaixo, que foi publicado no diário oficial do estado de São Paulo.

Esse estilista deve estar com crise de existência.






Administração
Penitenciária
GABINETE DO SECRETÁRIO
Resolução SAP - 95, de 17-7-2017
Revoga o artigo 2º e incisos, da Resolução SAP –
42, de 07-04-2017, que reeditou e modificou a
Resolução SAP – 54, de 22-4-2013, que reeditou
e modificou a Resolução SAP - 78, de 18-04-2012,
a qual reeditou com alteração, as Resoluções SAP -
159, de 16-07-2010 e SAP – 202, de 09-09-2010
O Secretário da Administração Penitenciária, considerando
a importância de aprimorar o descritivo dos uniformes dos
Agentes de Segurança Penitenciária que atuam nas unidades
prisionais desta Pasta, resolve:
Artigo 1º - Ficam definidos os uniformes dos Agentes de
Segurança Penitenciária, tanto do sexo masculino quanto do
sexo feminino, conforme as especificações a seguir.
I – camisa masculina manga curta: tipo polo mangas curtas,
cor azul Total Eclipse Pantone 19.4010 TPX; confeccionada em
malha tipo PP 100% poliéster, gramatura aproximada de 165 gr/
m²; 01 bolso sobre o peito esquerdo nas dimensões 12,0 cm de
altura e 12,0 cm de largura; aplicação de logomarcas bordadas
da seguinte forma: sobre o bolso colocado no peito esquerdo,
Brasão do Estado de São Paulo, nas dimensões de 7,0 cm de
altura x 6,0 cm de largura: abaixo do brasão, a sigla ASP, nas
dimensões de 1,0 cm de altura x 3,2 cm de largura, na fonte
Verdana Bold, do tipo termocolante, fabricado em Tear Jacar,
bordado em alta definição, cortado a laser e costurada com
linha branca, na manga direita logotipo da SAP, nas dimensões
de 5,0 cm de altura x 9,0 cm de largura; do tipo convencional
em alta definição, com acabamento overlocado, com entretela
e costurado com linha branca, na manga esquerda, Bandeira
do Estado de São Paulo, nas dimensões de 4,5 cm de altura
x 7,0 cm de largura, do tipo termocolante Tear Jacar, bordado
em alta definição, costurado com linha Branca. Gola tipo polo,
composição 100% poliéster, nas medidas: 8,0 cm de altura x 40
cm de comprimento. Fechamento da abertura frontal, a direita,
com 02 botões de massa 4 quatro furos e diâmetro 1,0 cm, na
tonalidade do tecido, costurado em ponto fixo com 02 linhas.
II – camisa feminina manga curta: tipo polo mangas curtas,
cor azul Total Eclipse Pantone 19.4010 TPX; confeccionada em
malha tipo PP 100% poliéster, gramatura aproximada de 165 gr/
m²; 01 bolso sobre o peito esquerdo nas dimensões 12,0 cm de
altura e 12,0 cm de largura; aplicação de logomarcas bordadas
da seguinte forma: sobre o bolso colocado no peito esquerdo,
Brasão do Estado de São Paulo, nas dimensões de 7,0 cm de
altura x 6,0 cm de largura: abaixo do brasão, a sigla ASP, nas
dimensões de 1,0 cm de altura x 3,2 cm de largura, na fonte
Verdana Bold, do tipo termocolante, fabricado em Tear Jacar,
bordado em alta definição, cortado a laser e costurada com
linha branca, na manga direita logotipo da SAP, nas dimensões
de 5,0 cm de altura x 9,0 cm de largura; do tipo convencional
em alta definição, com acabamento overlocado, com entretela
e costurado com linha branca, na manga esquerda, Bandeira
do Estado de São Paulo, nas dimensões de 4,5 cm de altura x
7,0 cm de largura, do tipo termocolante Tear Jacar, bordado em
alta definição, costurado com linha Branca. Gola tipo polo, composição
100% poliéster, nas medidas: 8,0 cm de altura x 40 cm
de comprimento. Fechamento da abertura frontal, à esquerda,
com 02 botões de massa 4 quatro furos e diâmetro 1,0 cm, na
tonalidade do tecido, costurado em ponto fixo com 02 linhas.
Veja como será a calça abaixo da publicidade.





III – calça masculina: na cor azul Total Eclipse Pantone
19.4010 TPX; confeccionada em tecido Rip Stop, composição
50% Algodão e 50% poliéster com variação de +/- 35%, arma-
ção tela Rip Stop, gramatura 210 gr/m² até + 25%; cós postiço
com 04 cm de altura, fechado com botão de massa 4 furos de
diâmetro 1,5 cm, costurado em ponto fixo com 02 linhas e 06
passantes para cinto em tecido rip stop azul na mesma tonalidade
do tecido, medindo 7,0 cm de altura x 1,0 cm de largura,
com reforço travetado, fechamento da calça por zíper de nylon;
grosso de 15 a 18 cm de comprimento, com vista embutida para
o lado esquerdo, reforço travetado à esquerda, 04 bolsos, sendo
dois frontais embutidos com abertura oblíqua tipo faca, canto
inferior com reforço travetado, forração tela e 02 bolsos traseiros
chapados com 14 cm de altura e 16 cm de largura, reforço duplo
em tecido no formato de fole no joelho, medindo 22 cm de altura
e 22 cm de largura, barra dobrada de 02 cm, com acabamento
em costura simples, costura lateral com pesponto duplo.
IV – calça feminina: na cor azul Total Eclipse Pantone
19.4010 TPX; confeccionada em tecido Rip Stop, composição
50% Algodão e 50% poliéster com variação de +/- 35%, arma-
ção tela Rip Stop, gramatura 210 gr/m² até + 25%; cós postiço
com 04 cm de altura, fechado com botão de massa 4 furos de
diâmetro 1,5 cm, costurado em ponto fixo com 02 linhas e 06
passantes para cinto em tecido rip stop azul na mesma tonalidade
do tecido, medindo 7,0 cm de altura x 1,0 cm de largura,
com reforço travetado, fechamento da calça por zíper de nylon;
grosso de 12 a 15 cm de comprimento, com vista embutida para
o lado direito, reforço travetado à direita, 04 bolsos, sendo dois
frontais embutidos com abertura oblíqua tipo faca, canto inferior
com reforço travetado, forração tela e 02 bolsos traseiros chapados
com 14 cm de altura e 16 cm de largura, reforço duplo em
tecido no formato de fole no joelho, medindo 22 cm de altura e
22 cm de largura, barra dobrada de 02 cm, com acabamento em
costura simples, costura lateral com pesponto duplo.
V – jaqueta masculina: na cor azul Total Eclipse Pantone
19.4010 TPX; com forro; confeccionada em tecido Rip Stop na
composição de 50% Algodão e 50% poliéster com variação de
+/- 35%, armação tela Rip Stop, gramatura 210 gr/m² até +
25%; forração interna em Matelassê com manta acrílica, fechada
por tecido tipo TAFETÁ 100% poliéster, gramatura 60 gr/m²,
na cor preta. Jaqueta com 02 bolsos frontais embutidos com
abertura oblíqua tipo faca, forração Rip Stop, frente fechada lado
esquerdo, com 06 botões de massa 4 quatro furos e diâmetro 1,5
cm; 1 botão de reserva fixado na barra, na tonalidade do tecido,
costurado em ponto fixo com 02 linhas. Mangas compridas com
acabamento em canhão nos punhos, fechados por 02 botões
medindo 1,5cm de diâmetro, na tonalidade do tecido, contendo
a 5,0 cm da costura da parte superior da manga direita etiqueta
convencional bordada e costurada com o logotipo SAP nas
dimensões 9,3 cm de largura x 5,0 cm de altura, etiqueta do tipo
convencional em alta definição, com acabamento overlocado,
com entretela e costurada com linha branca, manga esquerda
Bandeira do Estado de São Paulo, nas dimensões 4,5 cm de
altura x 7,0 cm de largura, tipo termocolante Tear Jacar, bordado
em alta definição, costurado com linha branca, aplicada 5,0 cm
abaixo da costura do ombro. Ombros fechados com máquina
interlock e pespontados, gola com bicos de cantos vivos, na parte
esquerda do peito: Brasão do Estado de São Paulo, nas dimensões
de 7,0 cm de altura x 6,0 cm de largura; abaixo do Brasão, a
sigla ASP nas dimensões de 1,0 cm de altura x 3,2 cm de largura
na fonte Verdana Bold, do tipo termocolante, fabricado em Tear
Jacar, bordado em alta definição, cortado a laser e costurada com
linha branca; cós com aplicação de elástico na largura de 4,0 cm.
VI – jaqueta feminina: na cor azul Total Eclipse Pantone
19.4010 TPX; com forro; confeccionada em tecido Rip Stop na
composição de 50% Algodão e 50% poliéster com variação de
+/- 35%, armação tela Rip Stop, gramatura 210 gr/m² até +
25%; forração interna em Matelassê com manta acrílica, fechada
por tecido tipo TAFETÁ 100% poliéster, gramatura 60 gr/m²,
na cor preta. Jaqueta com 02 bolsos frontais embutidos com
abertura oblíqua tipo faca, forração Rip Stop, frente fechada lado
direito, com 06 botões de massa 4 quatro furos e diâmetro 1,5
cm; 1 botão de reserva fixado na barra, na tonalidade do tecido,
costurado em ponto fixo com 02 linhas. Mangas compridas com
acabamento em canhão nos punhos, fechados por 02 botões
medindo 1,5cm de diâmetro, na tonalidade do tecido, contendo
a 5,0 cm da costura da parte superior da manga direita etiqueta
convencional bordada e costurada com o logotipo SAP nas
dimensões 9,3 cm de largura x 5,0 cm de altura, etiqueta do tipo
convencional em alta definição, com acabamento overlocado,
com entretela e costurada com linha branca, manga esquerda
Bandeira do Estado de São Paulo, nas dimensões 4,5 cm de
altura x 7,0 cm de largura, tipo termocolante Tear Jacar, bordado
em alta definição, costurado com linha branca, aplicada 5,0 cm
abaixo da costura do ombro. Ombros fechados com maquina
interlock e pespontados, gola com bicos de cantos vivos, na parte
esquerda do peito: Brasão do Estado de São Paulo, nas dimensões
de 7,0 cm de altura x 6,0 cm de largura; abaixo do Brasão, a
sigla ASP nas dimensões de 1,0 cm de altura x 3,2 cm de largura
na fonte Verdana Bold, do tipo termocolante, fabricado em Tear
Jacar, bordado em alta definição, cortado a laser e costurada com
linha branca; cós com aplicação de elástico na largura de 4,0 cm.
VII – cinto unissex: na cor preta confeccionada em 01 fita de
polipropileno trançadas 0,25 cm de espessura x 3,5 cm de largura
x (comprimento tamanho PP, P, M, G, GG, EG e EXG), ajuste
com velcro; fecho de plástico com trava, tipo macho e fêmea.
VIII – bota: modelo unissex; sem material metálico. Forma
conforme tabela 2 (tamanho M) da NBR ISO 15159:2008, deverá
ser larga e alta no dorso do pé (perímetro), não devendo apertar
nenhuma parte do pé do usuário quando em uso, sendo aceitável
tolerância (1/2) ponto maior do que o normal (comprimento);
Gáspea em couro vacum, flor integral hidrofugada, acabamento
com estampa pólvora lisa, cor preta, espessura 1,7 a 1,9 mm,
classificação de 4ª ou 5ª, união nas peças do cano através de 2
costuras, forrada em não tecido de fibra curta, absorvente composto
de poliéster com tratamento antifungo e antibacteriana,
com gramatura mínima 225 g/m2 e espessura mínima de 1,9
mm; Lingueta em sistema solidária (língua semifole), costurada
na face interna do cabedal e gáspea, em couro macio em napa
soft batida, na cor preta, espessura 1,0 mm a 1,2 mm com
resistência mínima de 30 N com costura para fixação da espuma
de poliuretano com espessura de 8 mm e densidade 33 Kg/m3,
forro na cor grafite, dublado com manta em não tecido de alta
absorção, com adesivo respirável, proporcionando alta permeabilidade
ao vapor de umidade. As partes das peças que ficam
sobpostas deverão ter bordas chanfradas com rebaixo (zero) e, as
que sobrepõem, com chanfro esquinado (fio) preservando parte
do “carnal” e a resistência do material. Deverá ter 8 ilhoses por
pé, em material não metálico na cor preta, com pé medindo 7
mm, furo 4,5 mm e cabeça 10 mm, redondo e mais 4 ilhoses de
gancho por pé, em material não metálico na cor preta. Biqueira
em material termoplástico fundido e pré-moldado na região da
gáspea com espessura mínima de 0,8 mm. Palmilha de montagem
têxtil, com 2,5mm a 4,5mm de espessura, constituída por
fibras 100% poliéster em múltiplas camadas, flexíveis, resistentes
a perfuração mínima de 1100 N (CC), conforme norma ABNT
NBR ISO 20344:2008, montada pelo sistema strobel, abrangendo
100% da planta do calçado. Palmilha de limpeza (sobre palmilha)
em palmilha com base em PU poliéster de alto desempenho,
podendo ser lavável e higienizável, com espessura mínima de 2 a
3 mm no ponto A, 4 a 5 mm no ponto B e 6,5 a 7,5 mm no ponto
C, revestida em tecido de poliéster na cor preta onde a junção
entre as partes referentes à dublagem do tecido com a base de
PU não pode separar com o uso sendo 01 par de palmilhas para
em cada par de calçado. Contraforte em termoplástico, como
base suporte um não tecido, impregnado por resinas termoplás
ticas com recobrimento de adesivo hot melt em ambos os lados.
Em formato anatômico e conformado termicamente, devendo
possuir espessura 1,4 a 1,6 mm, o qual deverá ser chanfrado a
fim de melhor acabamento interno. Cordão (atacador) em composição
em poliéster na cor preta, formato roliço com enchimento
de algodão e ponteiras resinadas longas e comprimento de 120
mm para o número 40, adequar para números maiores e menores.
Taloneira com reforço traseiro, couro vacum, flor integral
hidrofugada, acabamento com estampa pólvora lisa, cor preta,
espessura 1,7 a 1,9 mm, classificação de 4ª ou 5ª unida ao cano
e colarinho através de 2 costuras. Cano e Ferradura em vaqueta
de flor integral estampa pólvora hidrofugado 1,7mm a 1,9mm
unidas nas demais peças através de 2 costuras; o cano deverá
ter internamente forro com tratamento antimicrobiano, na cor
grafite, com sistema DRY de alta absorção a umidade e grande
resistência a abrasão, 100% poliéster com multifilamento 2D
dublado com manta em não tecido de alta absorção, com adesivo
respirável, proporcionando alta permeabilidade ao vapor de umidade;
suador em não tecido de fibra curta, absorvente composto
de poliéster com tratamento antifungo e antibacteriano, com
gramatura mínima 225 g/m2, espessura 1,9 mm, o mesmo deverá
ser fixado no forro do cano através de costura em zig-zag; vista
cano confeccionado em tecido de 90% poliamida e 10% poliéster,
na cor preta, com tratamento hidro-repelente dublado com
manta em não tecido de alta absorção gramatura de mínimo 400
g/m2, o adesivo utilizado na dublagem deve ser respirável, proporcionando
alta permeabilidade ao vapor de umidade, deve ser
utilizado entretela em lona crua para melhor estrutura e aspecto
visual do calçado, a sobreposição das peças deverão obedecer às
marcações de sobreposição; colarinho cujo o design deve ter 3
gomos com distancia entre os gomos de 15 mm, confeccionado
em tecido de 90% poliamida e 10% poliéster, na cor preta, com
tratamento hidrorrepelente dublado com manta em não tecido
de alta absorção gramatura de mínimo 400 g/m2, o adesivo
utilizado na dublagem deve ser respirável, proporcionando alta
permeabilidade ao vapor de umidade, as sobreposições de peças
deverão obedecer as marcações; a altura do cano será conforme
expressa em 129 milímetros, para o número 40, adequar para
números maiores e menores, medindo-se da parte interna (centro
do calcanhar) do cano até a parte mais alta, próxima ao último
ilhós, com a palmilha de limpeza. Solado e salto: Solado antiderrapante
de injeção direta bidensidade e bicomponente com
entressola em poliuretano poliéster baixa densidade e camada
compacta em TPU com excelentes propriedades de conforto
e durabilidade; a primeira camada (entressola), macia e leve,
deverá ter no mínimo 0,4 g/cm3 de densidade e no mínimo 2
mm de espessura de massa; a segunda camada (solado) camada
compacta em TPU, com excelentes propriedades de conforto e
durabilidade deverá ser resistente à abrasão, objetos cortantes
e perfurantes, e ter mínimo 1,0 g/cm3 de densidade e mínimo
2 mm de espessura de massa, com antiderrapantes mínimo
6,0 mm de espessura total entre as duas camadas compacta
+ entressola; salto medindo no mínimo 20,0 mm de espessura
(excluído o antiderrapante), e com sistema de amortecimento de
impacto na região do calcanhar, devendo atender no mínimo 20
J de absorção de energia no calcanhar.
§ 1º - A padronização dos tamanhos das camisas, calças,
jaquetas e cintos estão definidos nos Anexos constantes da
presente Resolução.
§ 2º - Na primeira entrega de uniformes, cada Agentes de
Segurança Penitenciária receberá 2 camisas de manga curta, 2
calças, 1 par de botas, 1 jaqueta e 1 cinto, mediante assinatura
em recebido de entrega.
§ 3º - Serão entregues anualmente, a título de reposição,
1 camisa e 1 calça aos Agentes de Segurança Penitenciária. Os
demais itens que compõem o uniforme serão repostos de acordo
com o desgaste decorrente do uso em tempo não inferior a 1 ano.
Artigo 2º - A utilização dos uniformes definidos nesta Resolução
é obrigatória aos Agentes de Segurança Penitenciária, em efetivo
exercício em atividade típica, no desempenho de suas atribuições.
§ 1º - Após cessação do vínculo com esta Secretaria, ou com o
cargo de Agente de Segurança Penitenciária, por qualquer motivo,
os uniformes definidos nesta Resolução devem ser devolvidos
imediatamente nas unidades de exercício, mediante recibo.
§ 2º - Os uniformes devem ser usados pelos Agentes de
Segurança Penitenciária apenas no desempenho de atividades
de vigilância, manutenção da segurança, disciplina e movimentação
dos presos internos em Unidades do Sistema Prisional,
ficando proibido o uso em atividades estranhas ao serviço.
§ 3º - O Agente de Segurança Penitenciária somente poderá
assumir seu posto de trabalho devidamente uniformizado, sendo
vedado o uso incompleto do uniforme em quaisquer situações.
§ 4º - O uso do calçado nos padrões determinados nesta
Resolução é obrigatório, sendo vedada a sua substituição por
qualquer outro tipo e deverá estar em boas condições de uso.
Artigo 3º - A utilização de uniforme diverso daquele definido
nesta Resolução, a utilização fora de horário de serviço, ou
a utilização por funcionário não autorizado, implica a aplicação
das penalidades previstas no artigo 251, da Lei Estadual 10.261,
de 28-10-1968, que dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários
Públicos Civis do Estado de São Paulo.
Artigo 4º - Fica vedada a alteração das características do
uniforme definido nesta Resolução, incluindo a aplicação de
insígnias, siglas ou outras marcas não autorizadas, sujeitando
aqueles que derem causa às penalidades previstas no artigo
251, da Lei Estadual 10.261, de 28-10-1968, que dispõe sobre o
Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo
e ao ressarcimento pela descaracterização da peça do uniforme.
Artigo 5º - Cabe ao respectivo Diretor de Serviço de Segurança,
de Inclusão, ou de Portaria da Unidade Prisional orientar e
fiscalizar quanto ao uso do uniforme nos termos desta Resolução.
§ 1º - Caso o Agente de Segurança Penitenciária não cumpra
a legislação vigente quanto ao uso do uniforme, cabe ao respectivo
Diretor de Serviço de Segurança, de Inclusão, ou de Portaria da
Unidade Prisional notificá-lo sobre o uso correto e, reincidindo,
instaurar processo administrativo nos termos estabelecidos no
Título VIII, da Lei Estadual 10.261, de 28-10-1968, que dispõe sobre
o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo.
§ 2º - A omissão do Diretor de Serviço de Segurança, de
Inclusão, ou de Portaria da Unidade Prisional, quanto ao não uso
ou uso incorreto do uniforme pelos seus subordinados, sujeitará
às sanções do artigo 251, da Lei Estadual 10.261, de 28-10-
1968, que dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos
Civis do Estado de São Paulo.
Artigo 6º - Constitui obrigação do Agente de Segurança
Penitenciária zelar por seu uniforme, bem como observar os
métodos corretos de lavar, secar e passar o uniforme, agindo de
acordo com a etiqueta de conservação do fabricante.
Artigo 7º - O Secretário da Administração Penitenciária
poderá autorizar, excepcionalmente, o uso do uniforme pelo
Agente de Segurança Penitenciária, em cursos como instrutor ou
aluno, fora do horário de serviço ou fora do posto de trabalho.
Artigo 8º - Para a aquisição dos uniformes deverá ser dado
preferência à Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel” –
FUNAP, nos termos do Decreto 59.177, de 13-05-2013.
Artigo 9º - Esta Resolução entra em vigor na data de sua
publicação devendo a reposição dos uniformes ser feita no prazo
de até 180, ficando revogado o artigo 2º e incisos da Resolução
SAP – 42, de 07-04-2017.

Para ver as medidas, veja no diário oficial de hoje.

80 comentários:

  1. Jenis. O pior de tudo é que o uniforme do GIR e do AEVP são fabricados pela FUNAP com materiais de primeira linha e o nosso será comprado pela BEC? Se for pela BEC vem uma porcaria.... como sempre somos renegados pelo sistema...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uniforme de Aevp de primeira linha? Vc só pode estar de brincadeira.. Nem padrão de cor e tamanho são respeitados pela Funap

      Excluir
    2. uniforme do GIR e do AEVP são fabricados pela FUNAP com materiais de primeira linha ??? kkkkkkkkkkkkk tem que rir colega.. pensa num fardamento jegue que chega pro guarda.. tem que mandar arrumar pra dar pra usar..

      Excluir
    3. Colega o que interessa e algo além de resolução blá. Blá. Blá.cade a reposição salarial 3 anos já sem nada.quanto a uniforme o que isso vai acrescentar para homens sem esperança como nos.

      Excluir
    4. Artigo 8º - Para a aquisição dos uniformes deverá ser dado
      preferência à Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel” –
      FUNAP, nos termos do Decreto 59.177, de 13-05-2013

      Excluir
    5. Preferencial não é obrigação, e o mais importante é se o preço está igual ao praticado no mercado, se estiver acima, não tem a obrigação de compra.

      Excluir
  2. Bom dia Guerreiros e Guerreiras!

    Sinceramente, como faz falta pessoas com "visão tática", ou seja, visão de estratégia, visão de versatilidade, NOTA-SE pelas descrições a total falta de conhecimento...calça somente com 4 bolsos..ENFIM, RECOMENDA-SE QUE ESSAS PESSOAS ENVOLVIDAS CONHEÇAM OUTRAS REALIDADES CORRELATA À FUNÇÃO E FAÇAM A COISA CERTA...não vou nem falar dos outros itens...uma lástima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas pessoas que o Sr. esta falando não são qualquer pessoa. A maioria esta SAP com um cargo de confiança ou cabide de emprego ,a maioria nem sabe o que é um uniforme a maioria ganha um salario bem alto,a maioria nunca entrou em uma cadeia e juntado tudo é um monte de pessoas que não tão nem ai para quem vestir e como vai ficar e de que o preso vai chamar o guarda. Sou AEVP e ja tivemos uns 5 tipos de uniforme e até acertar esse que estamos usando foi complicado e os tamanhos nem fala ,mais boa sorte pra todos.

      Excluir
  3. Ai está o famigerado azul Total Eclipse (of the heart) Pantone

    https://www.pantone.com/color-finder/19-4010-TPX

    ResponderExcluir
  4. KKKKKKKKKKKKKKKK Nesses meus onze anos de sistema, já perdi as contas de quantas e quantas vezes passei numeração para uniforme novo e até agora...nada! Continuo usando a boa e velha camisa preta kkkk
    Vai chegar...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cala boca, se voce tem 11 anos de sistema ja usou cinza, branca, preta.. e não só a preta. burro

      Excluir
    2. Kkkkkk tbm tenho 11 anos e usei essas 3 cores.

      Excluir
  5. Respostas
    1. EU QUERO AUMENTO DE SALARIO, NÃO UNIFORME, NÃO SOU JOGADOR DE FUTEBOL...

      Excluir
    2. Qdo chegar meu uniforme, vou correndo em Arandu comer o hot dog do Marquinhos.

      Excluir
    3. É com purê de batata?

      Excluir
  6. Tudo conversa fiada...continua na mesma, apenas que não vai ser preta mas quase...nestes vinte anos, já usamos uniforme de cobrador de ônibus, camiseta branca, camiseta cinza, camiseta preta e agora azul...mas salário que é bom ninguém fala...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é meu amigo, na época em que utilizávamos uniforme de motorista da transpen a renda inicial do ASP era de 07 salários mínimos.

      Excluir
  7. O mais engraçado é ver que nada está bom, que tudo é ruim se é preto, é calor, se é branco suja, se é cinza é feio...não tô defendendo ninguém não mas é difícil agradar o tal do ASP ! A minha parte eu quero em aumento salarial e reconhecimento dos serviços prestados, aliás só pro amigo que disse que os uniformes feitos pela FUNAP são bons, eu tenho 3 fardas e nenhuma veio com o tamanho certo e um tecido decente.....como vc mesmo disse ai

    ResponderExcluir
  8. Uniforme completo eh bom, espero q TDS usem inclusive os bunda branca da administração...e que tenham uma boa qualidade...

    ResponderExcluir
  9. Pelo menos vocês tem uniformes ,no lixo que é a fundação casa você não ganha uniforme e ainda usa o que não seja visado pelo vagabundo ,pois numa rebelião ele pode levar seu tênis e sua roupa.

    ResponderExcluir
  10. O Único uniforme que recebi em 23 anos, foi pano para confeccionar a antiga camisa branca com lugar para pendurar o apito. Vou esperar por este novo também, Calçado duvido que comprem.

    ResponderExcluir
  11. melhor é acompanhar que é empresa ganhadora da licitação, logo descobrimos porque tantas mudanças, sabemos de nada inocente.

    ResponderExcluir
  12. Kkkk passei por várias Alemanha sou antigo do sistema e para quem tá chegando agora não se estressa pois esse uniforme não vai chegar nunca ou vai chegar....

    ResponderExcluir
  13. Respostas
    1. kkkkkkkkkk! Pensei que ninguém tinha percebido esse pequeno detalhe.

      Excluir
  14. 8 graus agora e o guarda só teria a permissão de usar uma blusa fina???? Ah, para com isso! Quer dar uniforme que faça de maneira correta ou continue sendo omisso!!!

    Outra coisa, só 1 camiseta e 1 calça de reposição 1x por ano? Tá louco? Bota boa o guarda que trabalha de verdade detona ela em menos de 6 meses! Imagina essa porcaria que vai vir no nosso pé no mínimo por 1 ano??? E pior, não posso usar bota particular senão tomo canetada!!!! Nem bota que se enquadre nos requisitos do edital!!! Afff...

    ResponderExcluir
  15. resume aí. Preguiça de ler tudo.

    ResponderExcluir
  16. Os smurfs, ai ai ai ai.
    Quero só ver esse uniforme após revistar 300 sacolas (jumbos) pertencentes a visitantes. A preta já fica imunda, imagina esse azul calcinha do Cara@%$.
    Meu deus que Secretaria comediante. Esse papo de ressocialização e inclusão social já passou, todo mundo vê e presencia o aumento da criminalidade, a ousadia dos criminosos e o Estado de São Paulo ainda continua querendo ser colorido, bem como, gosta de ser exemplo de ridiculosidade.
    Uma dica aos administradores da secretaria, exemplos de competência, vão trabalhar na ala habitacional , vistem a camisa preta e de fato façam algo de importante, não envergonham nossa classe com uniformes malfeitos e indignos de uma profissão tão valente. chega de desvalorização...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se for feito pela Funap, está com ranço de ladrão

      Excluir
  17. Porque não coloca homem pra indicar uniforme!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem indicou este uniforme deve ser um daqueles boiolas da sap.

      Excluir
  18. desde quando comecei no sistema a 19 anos ja usei uniforme branco e calça azul igual motorista da reunidas, calça jeans e camisa cinza, camisa branca, camisa preta, agora camisa azul, o correto no meu ponto de vista seria pagar um uniforme tipo farda da policia completo, camisas, calças, botas, blusas ..

    ResponderExcluir
  19. Olha a bênção chegando pessoal kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...VAI CHEGAR KKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  20. preocupado com uniforme? e as cadeias super lotadas, surtos de todo tipo de doenças, colocando ainda mais em risco a vida dos agentes e seus familiares, precisamos sim de uniforme, mas é prioridade?..............

    ResponderExcluir
  21. Um hot soh pra comemorar .Delícia

    ResponderExcluir
  22. Esse é o governo nosso, a cor da camisa do Asp é mais importante que reajustar os salários como deve, contratar mais pessoal, melhorar as estruturas nas cadeias... e principalmente parar de roubar, pois ai teríamos mais igualdade social, mais politicas publicas e quem sabe depois de uns 30,40 colheriamos esses frutos!!

    ResponderExcluir
  23. ASSIM ACABA A FARRA DE SE PARECEREM COMO FORÇA DE ELITE COISA QUE NUNCA VÃO SER NEM EM SONHO, POIS SÃO SÓ FAXINAS CUIDANDO DO LIXO E QUEM MUITO TEMPO CONVIVE COM LIXO NO LIXO SE TRANSFORMA E TENHO DITO .......

    ResponderExcluir
  24. ACHO OTIMO ESSA PROPOSTA POIS NA UP QUE TRABALHO PAREIUVATROCAFOLGALANDIA S PAULO SP TEM 5 TIPO DE UNIFORME RESUMINDO É UMA ESCOLA DE SAMBA SEM NOÇÃO OU SEJA REDICULO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo relato mediocre, só pode ser alguem que nem entrar na cadeia entra......

      Excluir
  25. Nossa porque antes de gastar com uniforme , NÃO FAZ a Reposição Salarial! Oh DEUS!

    ResponderExcluir
  26. Olhando pelo lado bom dessa história , é que não vai sair do papel kkk.
    Nem funcional temos ainda , tres anos ja se passaram.
    Dificil viu!!!

    ResponderExcluir
  27. Nossa essa agora deve ser alguma dessas igrejas que estão indo nas cadeias só com a intenção de aumentar arrecadação ou os direitos dos manos que acham o preto constrangedor ? Será que ė pra fazer o Asp ficar ridículo com cara de motorista de ônibus? Com uma roupa que já era difícil de chegar a não ser que nos mesmo comprasse... agora isso o bando de inúteis..

    ResponderExcluir
  28. Mudar de cor pra que ... só pra por á categoria ao ridículo... ou pra alguém ganhar dinheiro com novas compras ???

    ResponderExcluir
  29. Já que ele que pagar de estatuto ... quando for pra ir ao fórum... hospital que não ė atribuição ninguém vai com essa roupa que vai virar piada ..... quer força o uso ... ė so o Asp fazer o simples não sair da cadeia com essa roupa ...

    ResponderExcluir
  30. Deve ser Algum Viadao da Sap que deu a dica de cor..kkk

    ResponderExcluir
  31. E diretor não ė Asp... entao tem que usar ....e se for pra fórum... hospital etc ...nao pode ir ??? Mas um motivo pra não sair !!!

    ResponderExcluir
  32. Se for feito pela Funap será uma porcaria, tudo que feito pela Funap não presta, as camisas de ASP e uniforme de AEVP feito pela Funap é descartável, aguenta menos de dez lavagens o funça fica igual mendigo trabalhando

    ResponderExcluir
  33. TOTAL ECLIPSE OF THE HEART+BONNY TYLER.MÚSICA LEGAL,DAS ANTIGAS,OUÇAM!!!

    ResponderExcluir
  34. DEPOIS DE TODOS ESSES COMENTARIOS, DEPOIS DA NOVA COR DO UNIFORME DO GUARDA, DEPOIS DE TANTOS DIZ QUE ME DIZ SABE O QUE VAI MUDAR NA VIDA DO GUARDA PORRR.... NENHUMA, COMO ESSE GOVERNO CONSEGUE DESVIAR A ATENÇAO DO GUARDA COM UMA COR DE UNIFORME TAMO FUD.... MESMO MAS SEGUINTE SE VOCES SE SENTEM BEM ASSIM RECLAMANDO CONTINUEM PARABENS, A COR É O GRANDE PROBLEMA NOSSO

    ResponderExcluir
  35. A SAP tá de tiração com a cara do guarda mesmo, como pode isso, uniforme estilo guarda municipal desarmado? Onde já se viu isso, não tem senso tático com Asp, e um planejamento de 6% de ajuste salarial. É meus amigos estamos esquecidos mesmo.

    ResponderExcluir
  36. Kkkkk.simples todos esses que estao comentando que já passam dos cinquenta é só fazer uma paralização que as coisas mudam, já falei aquo não vou ficar repetindo .vamos para de reclamar e tomar atitude, porque só escrever aqui não resolve nas amigos smurfs .

    ResponderExcluir
  37. Sobre o comentário do colega feito dia 18 às 9:57, parabéns... é isso msm...vc falou td...tem mais críticas e comentários sobre essa porcaria de uniforme q vai custar uma grana preta do que sobre a morte de colegas.. reajuste...ou outra preocupação com nossa categoria...td o q governo quer...depois reclamam de sermos esquecidos...só por Deus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto ao uniforme, vou ter uma opinião quando ver pessoalmente, sem pessimismo por enquanto! Agora quando vejo colegas falando em aumento salarial e greve, me seguro pra não perder amizade. Quando fala-se em PEC, "nego" fala: "QUERO AUMENTO SALARIAL, NÃO AUMENTO DE SERVIÇO E NEM VIRAR POLÍCIA!" Certo, partindo do princípio que um diretor ganha mais por ter uma atribuição extra que é de direção, me pergunto o que faríamos para ter um aumento significativo? É claro que o Governo nos deve uma reposição salarial, é claro que o reajuste é justo, mas sem pensar em migalhas, o que nós ASPs faríamos pra sermos realmente valorizados, pelos profissionais que somos?! Se a PEC trouxer mais atribuições, significa que teremos mais importância, não reclamamos que somos esquecidos pela sociedade?!Temos que fazer a diferença! Saia da zona de conforto, trabalhe nos setores onde realmente é de fato sua atribuição. Não venda sua alma por cargo nenhum, por pró-labore nenhum! Sem esquecer que quando tiver uma greve, participe. Não se esconda!

      Excluir
  38. AZUL TOTAL PSDB
    Salário VERMELHO TOTAL no BRADESCO

    ResponderExcluir
  39. ALGUÉM AÍ SABE ME INFORMAR O ENDEREÇO DO HOT DOG DO MARQUINHOS,? POIS JÁ ESTÁ FAMOSO NÉ, E O PESSOAL QUER CONHECER.

    ResponderExcluir
  40. desde quando eu acompanho esse blog só vejo gnt reclamando do salario, mais ninguem se move pra fazer alguma coisa, reclama e reclama mais continua no serviço, estudar pra fazer um concurso melhor ninguem quer, só fica sentado conformado, para de reclamar e agradeça por pelo menos ter o emprego, vc ja sabia o valor do salario aceitou pq quis, agora aceita e não fica reclamando, não ta bom pra vc vai trabalhar em outro lugar

    ResponderExcluir
  41. azul "PANETONE" , quero mais que se fod.... a sap o uniforme, e esse sistema de merd..... nós temos que paparicar os vermes , e pronto, porteiro de motel, remedinhos, e tantos outros cuidados com esse bando de vagabundos, antes a cor fosse o grande problema nosso

    ResponderExcluir
  42. No CDP de SJC entregaram fronha para os guardas...em 2010

    ResponderExcluir
  43. Bom dia! Não quero uniforme, quero aumento de salário.

    ResponderExcluir
  44. Pra mim a pior foi aquela verde colado AGENTE nas costas....
    Vamos agora então ao azul "panetone" kkkkk

    ResponderExcluir
  45. Boa noite. Só uma curiosidades !!! Quem é Marquinho do Hot dog ? Qual o motivo de sempre ser mencionado no grupo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VIVE DE LICENÇAS E VENDENDO HOT DOG

      Excluir
  46. e as funcionais ???? QUANTAS FUNCIONAIS TEMOS ???? VARIAS....
    CRACHAS, FUNCIONAL AZUL, FUNCIONAL DIGITALIZADA, PORTE DE ARMA , REGISTRO DA ARMA , RG , CPF, TITULO DE ELEITOR, PQPARIU , UMA SECRETARIA PIADA , BANDO DE LELESSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  47. quero dinheiro não uniforme

    ResponderExcluir
  48. Não ligo pra cor do uniforme, nem pra qualidade do material, só vou usar se fornecer uma quantidade suficiente e providenciando um vestiário, se não continuo como hoje, usando qualquer coisa, o estado não pode cobrar se não fornecer.

    ResponderExcluir
  49. Com esse novo uniforme mais uma vez, demonstram total incompetência na Administração.Na sua grande maioria as guardas municipais do Brasil já adotaram esse uniforme azul, precisamos da nossa própria identidade na minha singela opinião gostei do uniforme dos AEVPS não me refiro a qualidade mas ao impacto visual poderiam utilizar as mesmas calças e botas para ambas funções sendo que as camisàs podiam ser de cores diferentes
    Não entendo pq nosso corpo funcional é tão dividido existem muitos exemplo pelo Brasil afora que poderíamos moldar a nossa realidade.

    ResponderExcluir
  50. Tem que ser azul da cor da SAP, assim os puxa saco acham mais bonito.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.