quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Agente da Fundação Casa é baleado em padaria e morre em Campinas, ontem 13/11/2012



Fonte: http://m.g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2012/11/agente-penitenciario-morre-apos-ser-baleado-em-padaria-de-campinas.html
Agente da Fundação Casa é baleado em padaria e morre em Campinas Servidor de 30 anos foi socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos. Disparos foram efetuados por dois homens, segundo boletim de ocorrência.

Agente da Fundação Casa foi baleado em frente à padaria no bairro Chácara Primavera, em Campinas

Do G1 Campinas e Região



Um agente de apoio socioeducativo da Fundação Casa, antiga Febem, morreu após ser baleado na noite de segunda-feira (12) em frente a uma padaria no Chácara Primavera, em Campinas (SP). De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), Samuel Menal, de 30 anos, estava em frente ao comércio, que estava fechado, quando dois homens desceram de um carro preto modelo Corsa e atiraram.

A vítima, inicialmente identificada como agente penitenciário, foi levada com vida para o Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), mas não resistiu aos ferimentos e morreu às 10h desta terça-feira (13).

Em frente à padaria foram encontradas duas cápsulas de bala e um coldre vazio, usado para armazenar revólveres. De acordo com relato de uma testemunha no boletim de ocorrência, o agente informou, após ser baleado, que não estava armado. O caso foi registrado na madrugada desta terça no 4º Distrito Policial (DP) como tentativa de homicídio. Até a publicação da reportagem, ninguém havia sido preso. A SSP informou que o caso será investigado para apurar a motivação do crime.

Marca de bala em piso de padaria no bairro Chácara Primavera, em Campinas, onde agente da Fundação Casa em Campinas


A polícia ainda não informou se o funcionário público estava trabalhando como segurança da padaria.

Em nota, a Fundação Casa lamentou a morte do agente e informou que ele morava em Campinas com a família, mas que trabalhava no centro socioeducativo Nova Aroeira, próximo à Rodovia Raposo Tavares, em São Paulo (SP). A Fundação Casa também informou que dará apoio aos familiares e que as circunstâncias em que ocorreram a morte serão investigadas pela Polícia Civil.

Agente da SAP também é baleado
Um funcionário da SAP também foi baleado por um tiro de fuzil no dia 23 de outubro , em Hortolândia (SP). O agente de 43 anos ficou internado por cinco dias no HC da Unicamp. A vítima foi atingida pelo tiro enquanto dirigia um carro oficial da secretaria pela Rodovia Jornalista Francisco Aguirre (SP-101), que liga Campinas a Monte Mor (SP).

O funcionário seguia para o Centro de Progressão Penitenciária (CDP) Professor Ataliba Nogueira, em Hortolândia, para devolver o veículo que estava em uma oficina para manutenção. De acordo com a 2ª Companhia do 47º Batalhão da Polícia Militar (PM), a bala atravessou a lataria do veículo de modelo Siena, ultrapassado os bancos, e atingiu o homem pelas costas.

2 comentários:

  1. A guerra está instalada companheiros. " Sò vive em paz quem aprende a lutar". Vamos pra cima amigos, com inteligência e força!!

    ResponderExcluir
  2. então cade o procedimento que o sindicato iria fazer é só para ingles ver , pode morrer qualquer um que o sindicato não ta nem ai tem rabo preso com o governo .

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.