terça-feira, 23 de abril de 2013

Governo faz parceria com SP para tentar solucionar crise carcerária no Estado

Passou da hora do governo federal e estadual se entenderem, sistema prisional é responsabilidade dos governos estaduais e federal, o governo estadual não da o "braço a torcer" que tem tremendas dificuldades para gerir um sistema prisional falido e o governo federal continua apenas com 4 presídios MARQUETEIROS com ótimas condições mas em número irrisório, somente para "inglês ver".

 

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/2013-04-21/governo-faz-parceria-com-sp-para-tentar-solucionar-crise-carceraria-no-estado.html

Governo faz parceria com SP para tentar solucionar crise carcerária no Estado

Capacidade do sistema prisional de São Paulo é de 102 mil homens, mas 202 mil presos ocupam essas vagas. Parceria vai permitir a construção de novas unidade no Estado

Vasconcelo Quadros - iG São Paulo |
 
     
 
Além da ampliação da rede de presídios federais com a construção de uma unidade no Distrito Federal , a prioridade da política prisional do governo federal é reforçar a parceria com o governo de São Paulo para ajudar a solucionar a crise estrutural no sistema paulista, que sofre com a superlotação das prisões e a influência do Primeiro Comando da Capital (PCC), a facção que controla os presídios e o tráfico de drogas no Estado.
Leia também: Nova penitenciária federal em Brasília terá ala para autoridades

Agência Brasil/Arquivo
Augusto Rossini ao lado do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, durante entrevista no ano passado

Em entrevista ao iG , o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Augusto Rossini, anunciou o repasse de R$ 236,3 milhões do Programa Nacional de Apoio ao Sistema Prisional para a construção de presídios em São Paulo. Desse total, R$ 131,6 milhões serão destinados a aberturas de novas vagas para presos masculinos e outros R$ 104,7 milhões para mulheres cujo déficit no sistema paulista, de 4.066 vagas, será zerado até o final do ano que vem.
As prisões paulistas abrigam atualmente 12.501 mulheres, mas têm espaço para atender apenas 8.345. A situação das penitenciárias masculinas é, no entanto, mais dramática: são 202 mil presos para 102 mil vagas, com lotação chegando quase ao dobro da capacidade do sistema.
Segundo Rossini, o Ministério da Justiça fechou parceria com o governo de São Paulo para ajudar a construir no Estado 11 novos Centros de Detenção Provisória (CDPs) que abrirão, no total, 8.448 novas vagas. Cada CDP terá capacidade para 768 vagas e contará com R$ 21.487.587,00 do governo federal. A contrapartida do governo paulista será de R$ 23.935.545,53 em nove unidades e de R$ 43.000.611,00 em duas. Os novos CDPs serão construídos em Bom Jesus dos Perdões, Paulo de Faria, Araçariguama (dois), Álvaro de Carvalho, Nova Independência, Santa Cruz da Conceição, Aguaí, Avai (dois) e Registro.
Mais: Vinte anos após Carandiru, prisões estão caóticas e déficit de vaga é recorde Um em cada três presídios tem superlotação igual ao Carandiru
“Essa é a verdadeira parceria”, diz Rossini ao destacar a participação financeira do governo paulista em cada projeto. Nos demais Estados alcançados pelo programa (Paraná, Minas Gerais e Pernambuco), a contrapartida gira entre 20% a 30%, forçando o governo federal a arcar com maior volume financeiro de cada projeto. No País todo, o programa exigirá investimentos de R$ 1, 1 bilhão.
Rossini diz que o esforço federal ajudará São Paulo a desafogar as delegacias de polícia da capital, hoje com mais de 6.400 detentos, e a encaminhar para estabelecimentos adequados os mais de 62 mil presos provisórios.
Agência Brasil
Presídios estão com quase o dobro da capacidade de presos em São Paulo

As relações entre o governo federal e paulista melhoraram no final do ano passado, com a demissão do então secretário de Segurança de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, que entrou em
choque do o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo por causa da onda de violência comandada pelo PCC de dentro das prisões.
A crise forçou a abertura de diálogo entre a presidente Dilma Rousseff e o governador Geraldo Alckmin e resultou numa série de parcerias entre Ministério da Justiça e os órgãos de segurança e penitenciários paulistas.
Outras:
Parentes protestam contra suspensão de visitas em penitenciária de Brasília Número de presos explode no Brasil e gera superlotação de presídios
“Hoje os homens de inteligência sentam e conversam. Um mais um é agora mais do que dois”, diz Rossini ao garantir que o mutirão institucional está surtindo efeito no controle do crime organizado e no encaminhamento de soluções para o sistema penal paulista.
As prisões federais hoje abrigam 15 líderes de facções criminosas - retirados das áreas de influência -, a Polícia Federal passou a participar das investigações sobre as quadrilhas que agiram dentro dos presídios e o Ministério da Justiça já ajudou a apreender pelo menos 490 aparelhos celulares (458 em Ribeirão Preto e 32 em Araraquara) que estavam em poder de presos paulistas.
“As instituições estão hoje muito próximas umas das outras. Estamos construindo uma parceria e estreitando os laços”, diz o diretor do Depen. A integração dos órgãos do sistema prisional e de segurança, segundo ele, está permitindo que o poder público se antecipe às crises.

11 comentários:

  1. COMPANHEIROS, ISSO AI É JOGADA POLITICA, ANO QUE VEM TEM ELEIÇÃO, E ELES PRECISAM DE VOTOS, NÃO VÃO RESOLVER O PROBLEMA E ESSE MESMO PROBLEMA SERA USADO PARA AS ELEIÇOES DE 2018.

    ResponderExcluir
  2. Opa, presídio federal em brasília, com preso vip? Que mamão vai ser esse segurão, ein? Essa é a hora de passar no concurso de ASP federal! Pq a parceria vai ser daquele jeito!

    ResponderExcluir
  3. Mais dinheiro no bolso dos políticos e a população carcerária vai continuar a mesma. Quer apostar ? O "barraco" vai cair de 45 ladrão para 44 !

    ResponderExcluir
  4. Companheiros, o governo federal sempre ofereceu ajuda a São Paulo, aliás, no que tange, parece que a ordem pelos lados da terra das Bandeiras era não aceitar ajuda. Verba há, mas não eram encaminhados projetos, precisou que muitos irmãos das forças de segurança morressem para que um aceno fosse dado. Que custo hem...Pergunto, precisava disso?

    ResponderExcluir
  5. jenis de andrade quando começa a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição ?
    jenis de andrade ja tem data marcada para a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição ?

    ResponderExcluir
  6. jenis de andrade gostario de saber qaundo vai começar a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .
    jenis de andrade gostario de saber tambem se ja tem data marcada para a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .

    ResponderExcluir
  7. jenis de andrade estou esperando uma respota sua sobre quando vai começar a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .
    jenis de andrade estou esperando uma resposta tambem sobre se ja tem data marcada para a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .

    ResponderExcluir
  8. jenis de andrade gostario de ter uma resposta sua sobre quando vai começar a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .
    jenis de andrade gostario de ter uma resposta sua tambem sobre se ja tem data marcada para a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .

    ResponderExcluir
  9. jenis de andrade quero uma reposta sua ate hoje de noite sobre quando vai começar a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .
    jenis de andrade quero uma reposta sua ate hoje de noite tambem sobre se ja tem data marcada para a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .

    ResponderExcluir
  10. jenis de andrade você sabe quando vai começa a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .
    jenis de você sabe se ja tem data marcada para a construção do presidio na cidade de santa cruz da conceição .

    ResponderExcluir
  11. Jenis de andrade você sabe quando vai começar a construção dos Cdps de Avai?

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.