quarta-feira, 29 de maio de 2013

Concurso ASP Masc. e Fem./2013; Data da Prova psicológica não foi publicada ainda.

Recebi muitas perguntas referente a prova psicológica do concurso ASP/2013, segundo o edital, a data será publicada no D.O.E.S.P., não foi publicado ainda, assim que for publicado será postado no BLOG, mas será postado no site da VUNESP também, veja artigo do edital sobre essa prova.
 
Link do edital completo:
http://www.vunesp.com.br/SEAP1203/edital_abertura_16_1_13.pdf

8 – DA CONVOCAÇÃO E DA APLICAÇÃO DA PROVA DE APTIDÃO PSICOLÓGICA

8.1. Somente serão convocados para a prova de aptidão psicológica, aplicando-se os critérios de desempate constantes do item 7.5. deste Edital:

8.1.1. as candidatas habilitadas na prova objetiva e classificadas até a 7.000ª (sétima milésima) posição, do cargo de Agente de Segurança Penitenciária de Classe I – sexo feminino; e

8.1.2. os candidatos habilitados na prova objetiva e classificados até a 8.000ª (oitava milésima) posição, do cargo de Agente de Segurança Penitenciária de Classe I – sexo masculino).

8.2. Os candidatos que não lograrem a respectiva classificação prevista nos itens 8.1.1. e 8.1.2. deste Edital, serão eliminados do Concurso Público. A convocação para a prova de aptidão psicológica será publicada oportunamente no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos.

8.3. A prova de aptidão psicológica, de caráter eliminatório, será aplicada:

8.3.1. se decorrente de aprovação na fase imediatamente anterior: Prova Objetiva realizada em: Local da Prova de Aptidão Psicológica em:
Bauru Bauru
Campinas Campinas
Presidente Prudente Presidente Prudente
Ribeirão Preto Ribeirão Preto
São José do Rio Preto São José do Rio Preto
São Paulo São Paulo
Sorocaba                                                                   São Paulo
Taubaté                                                                     São Paulo




8.3.2. se decorrente de liminar e/ou de antecipação de tutela: na cidade de São Paulo.

8.4. A informação relativa à(s) data(s), ao(s) horário(s)/turma(s) e ao(s) local(locais) da prova de aptidão psicológica será feita oportunamente por meio de publicação do Edital de Convocação no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos.

8.4.1. O candidato deverá acompanhar a publicação do Edital de Convocação no DOE e poderá consultar o site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na respectiva página do Concurso, ou ainda contatar a Fundação
VUNESP, por meio do telefone (0xx11) 3874-6300, nos dias úteis compreendidos entre segunda-feira a sábado, das 8 às 20 horas. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a convocação, assim como seu comparecimento em dia, hora e local corretos, conforme constante do Edital de Convocação publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos.
8.4.2. O candidato somente poderá realizar a prova de aptidão psicológica na data, horário, local e sala constantes do Edital de Convocação publicado no Diário Oficial do Estado e que constará, também, no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na respectiva página do Concurso, não podendo ser alegada qualquer espécie de desconhecimento para justificar o seu atraso ou a sua ausência ou a sua apresentação em dia, horário ou local diferentes dos estabelecidos nesse Edital.

8.5. O candidato deverá comparecer ao local da prova, constante do Edital de Convocação, com antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos do horário estabelecido para o seu início, não sendo admitidos retardatários, sob pretexto algum, após o fechamento dos portões.

8.5.1. Não será permitida a sua realização em município, data, horário, local ou turma diferentes do previsto no Edital de Convocação.

8.6. Para a realização da prova de aptidão psicológica, o candidato deverá apresentar documento de identidade, conforme previsto no item 6.8.1. deste Edital, bem como levar caneta esferográfica de tinta de cor azul ou preta.

8.6.1. O candidato que não apresentar um dos documentos, conforme disposto no item 6.8.1. deste Edital, não realizará a prova de aptidão psicológica, sendo considerado ausente e eliminado deste Concurso Público. Não serão aceitos – para efeito de identificação – por serem documentos destinados a outros fins: Boletim de Ocorrência, Protocolos de requisição de documentos, Certidão de Nascimento ou Casamento, Título Eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação (emitida anteriormente à Lei nº 9.503/97), Carteira de Estudante, Crachás, Identidade Funcional de natureza pública ou privada.

8.6.2. Não haverá segunda chamada ou repetição de prova, seja qual for o motivo alegado para justificar o atraso ou a ausência do candidato.

8.6.3. É vedado ao candidato ausentar-se momentaneamente da sala de prova de aptidão psicológica sem o acompanhamento do fiscal.

8.6.4. Nenhum candidato poderá retirar-se do local da avaliação sem autorização expressa do responsável pela aplicação.

8.7. A prova de aptidão psicológica, de caráter eliminatório, levará em conta as características especiais que o cargo exige e destinar-se-á a verificar a capacidade do candidato para utilizar as funções psicológicas necessárias ao desempenho do cargo, nas condições atuais oferecidas pela Secretaria da Administração Penitenciária. Essa verificação dar-se á por meio de instrumental competente, consoante legislação em vigor, a fim de constatar a existência de fatores considerados imprescindíveis ao bom desempenho das atribuições do cargo.

8.7.1. A prova de aptidão psicológica será composta por métodos e técnicas de avaliação psicológica de aplicação coletiva.

8.8. O perfil psicológico é constituído por um rol de características de personalidade e inteligência que permitam ao indivíduo adaptar-se e apresentar desempenho positivo enquanto ocupante do cargo a que se destina este Concurso.

8.8.1. O rol de características a serem verificadas consta do Anexo III deste Edital.

8.9. A prova de aptidão psicológica será aplicada por profissionais da área de Psicologia, identificados pelo número de suas inscrições no Conselho Regional de Psicologia.

8.10. Da prova de aptidão psicológica, resultará conceito "APTO" ou "INAPTO".




8.11. Na prova de aptidão psicológica, será considerado "INAPTO" o candidato que apresentar características incompatíveis com o perfil psicológico estabelecido para o exercício do cargo, detectados por meio dos instrumentos psicológicos utilizados.

8.12. Nenhum candidato "INAPTO" será submetido à nova prova de aptidão psicológica no presente Concurso.

8.13. Os níveis de exigência para cada um dos aspectos a serem investigados estão divididos em elevado (acima dos níveis medianos), adequado (dentro dos níveis mediados) e diminuído (abaixo dos níveis medianos).

8.14. O candidato, se julgar necessário, poderá solicitar o procedimento denominado "entrevista devolutiva" para conhecimento das razões de sua "inaptidão", no prazo de 10 (dez) dias úteis após a publicação do resultado desta prova, mediante requerimento dirigido ao Presidente da Comissão de Concurso e enviado por SEDEX ou protocolado, pessoalmente ou por procuração, na Fundação VUNESP www.vunesp.com.br), na respectiva página do Concurso, em dias úteis, no horário das 9 às 16 horas (vide endereço no Anexo V deste Edital).

8.14.1. Atendendo aos ditames da ética psicológica, esse procedimento somente será divulgado ao candidato, pessoal e individualmente, pelo profissional responsável pela aplicação, na cidade de São Paulo–SP, uma vez que não é permitida a remoção dos testes do candidato do seu local de arquivamento público (Código de Ética dos Psicólogos e artigo 8º da Resolução do CFP nº 01/20020), mediante oportuna convocação no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos ou no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na respectiva página do Concurso.

8.15. A Secretaria da Administração Penitenciária publicará, no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) – Poder Executivo – Seção I – Concursos, e que também será disponibilizado no site da Fundação VUNESP (www.vunesp.com.br), na respectiva página do Concurso:

8.15.1. lista nominal – por código de cargo em concurso – dos candidatos considerados "APTOS" na prova de aptidão psicológica, contendo, ainda, seus respectivos números de inscrição e números de documentos de identificação; e

8.15.2. lista – por código de cargo em concurso – em ordem de número de inscrição dos candidatos considerados "INAPTOS" na prova de aptidão psicológica, contendo apenas seus respectivos números de inscrição e números de documentos de identificação.

8.16. Os candidatos considerados "INAPTOS" e os ausentes nesta prova serão excluídos do Concurso.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.