sexta-feira, 26 de julho de 2013

Governador fica em “saia justa” no encontro surpresa com o Presidente do SIPESP


Assim como o presidente do SIPESP, eu também interrompi um discurso do governador em abril de 2011, como sindicalista que eu era naquela época e vendo que somos muito mal representados pelos sindicalistas que tomam a frente dos sindicatos da nossa categoria, uns bajulando o governo com fotos e abraços e outros acreditando nas promessas desse governo, diante dessas atitudes desses sindicalistas acabei não me contendo e tendo essa atitude que se você não viu pode ver no vídeo abaixo:
https://www.youtube.com/watch?v=pWQoMi_IF90&feature=player_embedded



Tem sindicato dizendo que poderá haver greve no mês que vem se o governador não atende-los com uma reunião.
DO QUE ADIANTA SER ATENDIDO EM UMA REUNIÃO PELO GOVERNADOR, SE SEMPRE TEM FALAS QUE NÃO RESOLVEM OS REAIS PROBLEMAS DOS SERVIDORES DO SISTEMA PRISIONAL E FICAMOS COM CARA DE TROUXA?

Temos que anunciar GREVE,  e não anunciar greve apenas se não tiver reunião para novas fotos.




Veja o texto do site do sindicato dos investigadores de polícia de São Paulo sobre o protesto do presidente daquele sindicato: 


No dia de hoje – 25/07/2013, na cidade de Bauru, o Presidente do SIPESP, João Rebouças, compareceu na Central de Polícia Judiciária, onde encontrava-se o Governador Geraldo Alckmin.

Interrompendo a coletiva do governador, o presidente do SIPESP, cobrou:

- A falta de diálogo com as Entidades da Polícia Civil.

- O desrespeito com os policiais, que no dia 11/07/2013, enfrente ao Palácio dos Bandeirantes, solicitavam debaixo de chuva, uma audiência com sua Excelência o Governador, que nos ignorou, mostrando sua falta de habilidade política.

- Cobrou a Lei 1067/2008 (Nível Universitário), para Escrivães e Investigadores que até hoje não foi pago.

- O ALE estendido a todos, inclusive aposentados e pensionistas.

- O fim do Interstício para aposentadoria.

- Carreira Jurídica para Delegados.

- Reestruturação das Carreiras.

- A Aposentadoria Especial Lei 51/85.

- Para os Penitenciários, seis classes e não oito.

Encontro do presidente do SIPESP, João Rebouças, com o Governador Geraldo Alckmin
Encontro do presidente do SIPESP, João Rebouças, com o Governador Geraldo Alckmin

Mais uma vez enfatizou que, o Governador recebeu TODA sociedade civil, porque não recebe os policiais, que são os melhores do país e recebem os piores salários!?



Solicitou que o Governador Geraldo Alckmin, em frente aos jornalistas ali presente, marcasse a Audiência há muito tempo aguardada pelas Entidades da Polícia Civil.

O Governador informou ao presidente que irá marcar a Audiência. Se não for mais uma “pegadinha”, aguardaremos como está previsto em Assembleia Geral Extraordinária Permanente, até 31/07/2013.

Vamos continuar mobilizados, indo onde o Governador estiver, cobrando dele as promessas feitas, pois não podemos continuar com este tratamento de descaso, como o governo nos trata.

Estamos perdendo nossos policiais para outros Estados e para Segurança Privada, pois as condições de trabalho, salário e tratamento são mais dignos e melhores.

Por tanto, conforme Assembleia Geral Extraordinária Permanente aprovada no dia 04/07, a Polícia Civil e o Sistema Penitenciário, irão parar a partir de agosto.

A Diretoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.