quinta-feira, 15 de agosto de 2013

SAP classifica cargos de comando em JARDINÓPOLIS. Agora só falta a LPTE.

Resolução SAP - 138, de 14-8-2013
Classifica cargos de comando destinados às unidades
do Centro de Progressão Penitenciária de
Jardinópolis, e dá providências correlatas
O Secretário da Administração Penitenciária, com fundamento
na alínea “a”, do inc. VI, do art. 23 do Dec. 52.833/2008
resolve:
Artigo 1.° - Classificar os cargos adiante enumerados, nas
unidades do Centro de Progressão Penitenciária de Jardinópolis,
da Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Noroeste
do Estado, da Secretaria da Administração Penitenciária, criado
pelo Dec. 59.337/2013:
I – Criados pela Lei 13.919/2009, e em cumprimento ao
disposto no artigo 3º:
a) 1 de Diretor Técnico III, destinado à Diretoria do Centro
de Progressão Penitenciária;
b) 1 cargo de Diretor Técnico II, destinado ao Centro de
Trabalho e Educação;
c) 1 cargo de Supervisor Técnico III, destinado à Equipe de
Assistência Técnica;
d) 1 de Diretor Técnico de Saúde II, destinado ao Centro de
Reintegração e Atendimento à Saúde;
e) 1 de Diretor Técnico de Saúde I, destinado ao Núcleo de
Atendimento à Saúde;
f) 2 de Diretor II, destinados ao:
1 - Centro Integrado de Movimentações e Informações
Carcerárias;
2 - Centro Administrativo.
g) 4 de Diretor I, destinados ao:
1 - Núcleo de Finanças e Suprimentos;
2 - Núcleo de Infraestrutura e Conservação;
3 - Núcleo de Trabalho;
4 - Núcleo de Pessoal;
II – Vago em decorrência da exoneração de Luiz Carlos
Safra, RG 9.031.052, D.O. 17-4-98:
a) 1 de Diretor Técnico I, destinado ao Núcleo de Educação
do Centro de Trabalho e Educação;
Artigo 2.° - Serão exigidos dos servidores para o provimento
dos cargos classificados nos termos do artigo 1.° desta resolução,
os seguintes requisitos de escolaridade e de experiência
profissional:
I – para o de Diretor Técnico III, graduação em curso de
nível superior nas áreas de direito, psicologia, ciências sociais,
pedagogia ou serviço social e experiência profissional comprovada
de, no mínimo, 5 anos em assuntos relacionados com as
atividades a serem desempenhadas;
II – para o de Diretor Técnico II, graduação em curso de nível
superior e experiência profissional comprovada de, no mínimo,
4 anos em assuntos relacionados com as atividades a serem
desempenhadas;
III – para o de Diretor Técnico I, graduação em curso de nível
superior e experiência profissional comprovada de, no mínimo,
3 anos em assuntos relacionados com as atividades a serem
desempenhadas;
IV – para o de Supervisor Técnico III, graduação em curso
de nível superior e experiência profissional comprovada de, no
mínimo, 4 anos em assuntos relacionados com as atividades a
serem desempenhadas;
V – para o de Diretor Técnico de Saúde II, diploma de
graduação em curso de nível superior ou habilitação legal
correspondente para o exercício de atividades da área de saúde
abrangidas pelas LCs. 674/92 e 1.157/2011. Declaração de não
exercício de funções de direção, gerência ou administração em
entidades que mantenham contratos ou convênios com o Sistema
Único de Saúde – SUS/SP, ou sejam por estes credenciadas; e
experiência comprovada de, no mínimo, 4 anos;
VI – para o de Diretor Técnico de Saúde I, diploma de
graduação em curso de nível superior ou habilitação legal
correspondente para o exercício de atividades da área de saúde
abrangidas pelas Leis Complementares 674/92 e 1.157/2011.
Declaração de não exercício de funções de direção, gerência
ou administração em entidades que mantenham contratos ou
convênios com o Sistema Único de Saúde – SUS/SP, ou sejam
por estes credenciadas; e experiência comprovada de, no mínimo,
3 anos;
VII – para os de Diretor II, certificado de conclusão do ensino
médio ou equivalente e experiência profissional comprovada
de 3 (três) anos em assuntos relacionados com as atividades a
serem desempenhadas;
VIII – para o de Diretor I, certificado de conclusão do ensino
médio ou equivalente e experiência profissional comprovada
de 2 (dois) anos em assuntos relacionados com as atividades a
serem desempenhadas.
Artigo 3.° - Esta resolução entrará em vigor na data de sua
publicação, retroagindo seus efeitos a 4-7-2013.

7 comentários:

  1. SÓ OS PEIXINHOS COLORIDOS ....... QUEREM APOSTAR .... PRA BAGRE CEGO COMO NÓS NADA DE LPT. , LPTE , LPTR ., L.(PQP)... E ASSIM VAI

    ResponderExcluir
  2. ESSES CARGOS DE DIRETORI DEVERIA SER PREENCHIDO ATRAVÉS DE CONCURSO PUBLICO, DE CONHECIMENTO, DE INTELIGENCIA, ALGO COMPROVADO ATRAVÉS DE PROVAS E NÃO ATRAVÉS DE PUXA SAQUISMO E COLEGUISMO, E MUITO MENOS DE CHURRASQUINHO DE PICANHA OFERECIDO AOS MONTES POR AI, PIADA ESSA SAP, DEVERIA SER EXTINTA PRO BEM DOS COFRES PUBLICOS E PELO BEM DA ECONOMIA DO ESTADO.

    ResponderExcluir
  3. Concordo com seu comentário, mas o salário adquirido não poderia cair junto com o cargo!? Assim, é mais "fácil" para os desmandos e mazelas que estamos acostumados a ver. Boa parte disso se resolveria com a lei orgânica que estão "estudando" a 2 anos#$%@*&

    ResponderExcluir
  4. Qual a previsao para essa lpte, de papel e notícias já estou cheio!

    ResponderExcluir
  5. Para o CPP de Jardinopolis serão quantas vagas para os cargos de agente técnico- assistente social e psicologo?

    ResponderExcluir
  6. CPP não tem Centro de Segurança e Disciplina Jenis??

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.