terça-feira, 17 de setembro de 2013

Preso seria o 'médico plantonista' em presídio paulista, segundo Jornal A Cidade.

Fonte: http://www.jornalacidade.com.br/noticias/cidades/NOT,2,2,881275,Preso+seria+o+medico+plantonista+na+prisao.aspx
Preso seria o 'médico plantonista' na prisão

Condenado dá diagnóstico e define tratamento de colegas


14/09/2013 - 21:00

Jornal A Cidade - Jucimara de Pauda




De acordo com denúncia, preso seria o responsável pelo atendimento médico à noite (Foto: 21.out.2011 - F.L.Piton / A Cidade)

A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e a Corregedoria da pasta vão investigar uma denúncia feita por funcionários da penitenciária 2 de Serra Azul dando conta que, por falta de médicos, um detento presta atendimentos de saúde de urgência a presos.

Segundo funcionários, D.P.S., de 32 anos, tem sido o responsável pelo tratamento de saúde dos sentenciados durante o período noturno.

“Ele é técnico em enfermagem e tem ‘pastoreado’ a cadeia e ajudado no que pode. Ele pode aplicar injeção e fazer algum procedimento médico quando é preciso. Ele nunca reclamou de ser acordado no meio da noite, porque quem trabalha com saúde sabe que a vida é assim”, diz A.P.L., advogado do preso.

Os nomes dos envolvidos foram preservados por que o caso corre em segredo de Justiça.

De acordo com funcionários do presídio, quando algum detento pede atendimento médico ou começa a passar mal à noite, um servidor vai até a cela dele, retira-o do pavilhão e o leva até a enfermaria.

“Este sentenciado praticamente foi promovido a médico. Ele vai até à enfermaria e ministra a medicação, tudo com o respaldo da diretoria de um modo geral, já que isso envolve as diretorias de disciplina e saúde, com o aval da diretoria geral”, diz o servidor, que pede para não ser identificado por medo de represálias.

O sentenciado orienta os agentes quando o preso precisa de atendimento fora da unidade. O presídio não tem médico fixo, segundo funcionários. As visitas de um profissinal ocorrerm apenas uma vez por semana, quando atende a cerca de 10 presos.

Investigação
O Ministério Público de Cravinhos também vai averiguar o caso. “O diretor desta unidade é muito sério e não acredito que isto esteja acontecendo. Mas vou verificar porque é uma denúncia muito séria”, afirma o promotor Wanderley Baptista da Trindade.

De acordo com a assessoria de imprensa da SAP, o diretor da unidade diz que o caso não procede, mas será averiguado.

Familiares divergem
Familiares de detentos têm opiniões contrárias a respeito do preso que exerce a medicina no presídio.

“Eu acho que deveria ter um médico. Ele procura fazer o melhor pelos companheiros, mas não é médico”, diz a esposa de um detento.

Outra mulher afirma que é preferível ter o condenado como “médico” do que os presidiários ficarem sem atendimento. “Faz tempo que os presos não têm médico na unidade. Ele faz tudo direito e, para nós, o serviço dele é ótimo”

Na semana passada, a Justiça determinou que o Estado tem que regularizar em até um ano o serviço médico na unidade, além de acabar com a superlotação. O Estado recorre da decisão.

O rodo
Outros denúncias ocorreram contra a penitenciária de Serra Azul 1 nas últimas semanas. Em uma delas é mostrado um esquema de “comércio” de diversos produtos, sobretudo cigarros e drogas.

Como as celas estão todas localizadas no térreo, geralmente se usa um “rodo” com uma sacola amarrada no cabo, fazendo com que os objetos sejam passados entre elas.

O Ministério Público está apurando as denúncias.

27 comentários:

  1. Infelizmente essa situação é corriqueira no CR Masculino de Rio Claro também funciona da mesma maneira... O que muda é que o reeducando é homicida e não tem formação alguma em enfermagem. Mas se acontecer qualquer problema durante o dia, noite e até mesmo enquanto ele tira sua visita íntima no sábado, ele é chamado e retirado da cela para fazer o atendimento.

    ResponderExcluir
  2. PelamÔ, mais um sem futuro de um funça vagabundo e safado atrasando...quisera eu ter na unidade onde trabalho um preso assim.
    A noite e aos finais de semana, por qualquer inheco-inheco lá vamos nós para o PS com o mala.
    Pergunto: e daí que o preso está atendendo? ele fez cirurgia ou prestou o atendimento dentro do que sua profissão de Técnico em Enfermagem permite? Porque o preso pedreiro ou funileiro pode trabalhar e o de enfermagem não?
    Ah, dá licença.
    É só observar se o trabalho desse preso estaria dentro dos limites de sua capacitação. O vagabundo pode dar aulas, pagas pela FUNAP (a maior hipocrisia - cadê a formação do monitor?) e a unidade não pode se valer desse conhecimento?
    Ah, dá licença de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente.
      mas essa denuncia tem nome, sobrenome, e interesse escancarado, pois creio que 80% dos asps da penitenciaria II de serra azul nao veem problemas em um detento fazer atendimento médico

      SE O ESTADO NAO FAZ O PAPEL DELE, NÓS ESTAMOS REMEDIANDO

      ANTES UM PRESO ATENDER OUTRO PRESO, DO QUE O GUARDA SAIR NO PERIODO NOTURNO PARA IR AO PS, DESFALCANDO AINDA MAIS O QUADRO DE FUNCIONARIOS

      Excluir
    2. Até concordo com vc caro combatente, o problema axo que nem é o preso, e sim o medico que ganha muito pra trabalhar menos de 20 minutos por semana, quando aparece, e atende 10 presos e olhe lá, na cadeia que trabalhar o medico uma vez fico 4 minutos, como os presos ficaram esperando das 7 as 10 e ele não chegava, liberados os presos da cela de espera, ele chego agente falo, em 5 minutos estarão todos aqui, já estavam avisados que se o medico aparecesse era pra ta td trocado e no pent, o medico fico 4 minutos atendeu os 3 do primeiro pavilhão e se jogo..isso é a indignação, só não vou fala a cadeia q trampo pq é cagueta, não sou cagueta, quem tem q ver isso é os diretor, e os proprios presos, não são bons para se organizar para cometer crime, agora se organiza para pedir melhorias pacificamente. eu tenho médico na rua....

      Excluir
  3. A situação do turno da noite na penitenciária onde eu trabalho é bisonha, ridícula, repugnante, catastrófica, absurda e desprezível. Não tem um profissional da área de saúde a noite numa penitenciária com 2920 presos. Fica tudo na nossa responsabilidade. Nós não temos formação e muito menos obrigação de ficar cuidando de preso doente. É a omissão completa desse estado fdp. É por essas e outras que vou sair de licença sem previsão de volta.

    ResponderExcluir
  4. TA MELHOR Q NA RUA,Q NEM TEM ENFERMEIRO.

    ResponderExcluir
  5. TECNICO DE ENFERMAGEM NÃO PODE PRESCREVER MEDICAMENTOS, ATÉ O ENFERMEIRO COM NIVEL SUPERIOR E EXTREMAMENTE LIMITADO QUANTO A ESSA CONDUTA, MUITO NENOS UM SETENCIADO E SE ELE EXAGERA NA DOSAGEM, OU SE O PACIENTE TEM ALGERGIA A ALGUMA MEDIÇÃO, QUEM IRÁ RESPONDER O SETENCIADO OU OS RESPONSÁVEIS PELA AUTORIZAÇÃO, VAI AI AS MINHAS DUVIDAS, FALO ISSO COM CONVICÇÃO.

    ResponderExcluir
  6. Deve ser um desses funças frustrados que denunciou, não conseguiu nenhum cargo, ai denunciou, meu amigo tem q puxar o saco direitinho senão não da certo,kkkkkkkkkkk; trabalhei a noite e o q mais nos preocupava eram os PS, mas felizmente havia um detento que resolvia os problemas p nós por lá mesmo sem precisar em muitos casos sair para rua,essa é a realidade de muitos presídios, não adianta esse espanto todo, é assim mesmo, cadê os verdadeiros enfermeiros trabahando a noite então, é só cobrança, tá loco.

    ResponderExcluir
  7. Aonde trabalho quando a enfermeira entra em ferias ou sai de licença, chega a ficar meses sem enfermaria ! É possível trabalhar assim ? Quando anoitece parece estar-se em um formigueiro de Ratos !

    ResponderExcluir
  8. Caramba, essa SAP, da nojo, jogo mais de 20 anos de experiência com agente penitenciário fora, se este sentenciado tinha uma ordem por escrito para realizar este procedimentos, se tudo estava no papel com autorização dos diretores, caríssimos companheiros, eu vi um agente ser exonerado porque aplicou uma injeção no vagabundo e o deixou com sequelas,"exercício ilegal da medicina", todos nós sabemos que somente o profissional de medicina pode nos diagnosticar e nos receitar medicação, quanto mais administrar. Na matéria deste Jornal, o próprio diretor geral da Unidade nega que isso esteja acontecendo na Unidade dele, enquanto o advogado do preso confirma, então senhores tirem as suas conclusões? Será então que no dia em que desse uma complicação, os Diretores ou Diretor que já desconhecem este fato dentro desta unidade iriam segurar a bronca? Duvido muito, e todos nos sabemos para quem iria sobrar a verdadeira bucha, para aquele pai de família que vai buscar o sustento que abriu e tirou o sentenciando da sua cela e o levou para "ser medico". Não sejamos reféns deste sistema, leiam com atenção esta matéria, reflitam: a Diretoria desconhece os fatos, o advogado do preso confirma, então só resta aos amigos da P2 de Serra Azul, tirarem suas conclusões: Abraços amigo da "Morada do Sol".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Sr. Diretor de Plantão se prepara, guarda da enfermaria se prepara e guarda do pavilhão Pre - pa -ra .... vao ter que explicar quem mandou isso, e se não tem papel... prepara...

      Excluir
  9. Fala sério, o caso da internet entre celas, este AEVP que filmou nunca olhou para dentro do raio, pois isso é normal e não cabe represálias, pois durante o banho de sol os presos do raio ficam todos soltos juntos e o transporte de bagulhos ocorrem quando estão na tranca dentro do próprio raio, ou de mão em mão na hora que estão soltos.

    ResponderExcluir
  10. Você tem razão companheiro, eu sei como é difícil quando é chamado um PS, e o preso não faz nada de anormal, ele simplesmente mede a pressão arterial, febre, ou se é um curativo ele faz, isso é tipo coisas que fazemos em casa, mas esse sem futuro desse ASP que não tem coragem de dar seu nome e faz denuncia anônima gosta de tumultuar pq ele é vagabundo, sem vergonha revoltado, é o tipo de ASP que não faz nada para melhorar ou ajudar o companheiro, é egoísta, egocêntrico, e só quer ver o circo pegar fogo, pode escrever que no mínimo é o tipo que tá "tirado" e se acha o "Cara"

    ResponderExcluir
  11. Falo tudo e tem mais se o preso não pode trabalhar na enfermaria fazer comida pros ASPs comerem pode?Ué e a segurança onde ta e se o preso poe veneno na comida?E se ele poe sonifero?Afinal na cadeia todos almoçam e jantam sem exceção!É cada uma que aparece.Sera que esse funça ta de olho nos correria da cadeia tambem ....Se ele tiver ta de parabnes agora se não tiver vai caçaassunto em outro lugar fio!

    ResponderExcluir
  12. A grande verdade é que no caso dessas duas unidades aí, existe um interesse político por trás dessas denúncias. A verdadeira intenção é de derrubar o detentores dos maiores cargos da unidade... como sempre.

    ResponderExcluir
  13. Simples...enfermeiro no período noturno....ou nem isso a sap quer?

    ResponderExcluir
  14. Eu só pergunto uma coisa... se algum preso morrer nas mãos desse detento, quem vai sagurar a bucha??? Pois lá fora o tecnico responde pois está trabalhando pra isso, e o preso foi contratado como tecnico de enfermagem? uma coisa, se o preso trabalha nas unidades pelos meios legais, ai temos respaldo, e olhe lá, quando não é feito desta forma, se alguma coisa acontece a algum detento sabemos bem quem é fica sendo chamado pra oitivas, é chamado na Corregedoria e até em juízo... Fica a dica amigos.

    ResponderExcluir
  15. QUEM DENUNCIOU NAO FOI ASP, FOI UM ENFERMEIRO QUE ESTA QUERENDO SER TRANSFERIDO PARA O TURNO DA NOITE!

    ResponderExcluir
  16. Quero saber se algum preso tiver problema devido a esses atendimentos, o idiota do ASP que vai responder né???? Então, pois é não dá pra entender porque vcs estão do lado de vagabundo... Querendo ou não vcs são ASPs também, acorda povo é fácil para o Governo deixar do jeito que esta, enquanto tem preso fazendo atendimentos, os ASPs assumem a responsabilidade, nossa que desunião, isso sim da nojo, um ASP chamando o outro de vagabundo e dando apoio ao preso. Credo!!!

    ResponderExcluir
  17. bom o que eu penso e que bandido tem que ficar atrás das grades esse negocio de ficar remediando pra politico bandido também não esta certo o preso que se infiltra em adm e enfermaria e outros setores chamados de "presos de confiança" é a maior idiotice eles sempre aprontam alguma coisa não tem jeito o mal caratismo esta no dna dos presos vamos para de ser babaca e cobrar do governo médico já que este além de roubar nossa grana não da aumento parem de ajudar este sacana

    ResponderExcluir
  18. Não acho certo um setenciado de confiança medicar, não existe preso de confiança.CONCORDO com o amigo acima, a categoria deve se respeitar e não chamar o companheiro de vagabundo.

    ResponderExcluir
  19. em araraquara é o detento Marcio bichinha que é o médico plantonista.ele medica até os guardas; muito bom esse detento que está preso por homicídio...todos os finais de semana não tem médico nem enfermeiro.ai quando o detento está a beira da morte o diretor de disciplina rodrigo tortura autoriza a saída do detento,se ele morrer na unidade? morreu a caminho!!!-é assim que funciona o sistema de saúde carcerário...e quando os detentos se revolta contra os zeladores dos raios que em cada plantão são 8 guerreiros que segura a cadeia e estão em contato direto 12 hrs por dia, o resto dos guardas tudo treme pra debater com os ladrão. por não ter atendimento médico ai o guarda entra em ação. o guarda falando pro ladrão:olha na televisão o tanto de gente morrendo nas filas dos hospitais,e, ainda são cidadão de bem. agora imagine vcs que são todos mau?- pronto- a areia foi jogada!!! mas até quando esses condenados vão suporta isso eu não sei.se um dia acontecer alguma coisa comigo no raio devido a falta de atendimento médico pode crer que vai ter gente que vai precisar também...

    ResponderExcluir
  20. Em Junqueira o guarda é dentista num turno e manutenção no outro e vamuqvamu...

    ResponderExcluir
  21. É SEMPRE ASSIM O GUARDA QUEBRANDO O GALHO P/ O SISTEMA NÃO PARAR,ENQUANTO ISSO ESSE GOVERNO NÃO TA NEM AÍ P/ O QUE ESTA ACONTECENDO.NÃO VALORIZA SEUS TRABALHADORES QUE TUDO FAZEM P/ AGILIZAR E MANTER AS UPS EM ORDEM.O GOVERNO NÃO ESTA FAZENDO SUA PARTE,PORTANTO MUITO CUIDADO ENQUANTO TUDO ESTIVER DANDO CERTO NINGUÉM FALA NADA,MAS SE DER ERRADO PODE SABER QUE O FUNÇA TA FERRADO.JÁ VI ASP EXONERADO POR DAR MEDICAMENTO A PRESO O MESMO QUASE MORRER E O ASP,JÁ SABE QUE ACONTECEU...

    ResponderExcluir
  22. E melhor nao ter medico na unidade do que pensarmos que temos. As UP`s que possuem esse profissional em seu quadro, devem atentar-se para que cumpra a jornada de 20 horas semanais, que nao podera ocorrer de qualquer maneira como citaram alguns companheiros. Ter medico que so sabe encaminhar preso a Hosp. Da rede SUS em nada adianta. Cade a Diretoria Tec. de Saude daquela Penita? Ele e o responsavel pelo setor de enfermaria, nao o guarda que conduziu o ladrao do raio ate la para atendimento a saude. Toda medicacao utilizada deve ser anotada em ficha de atendimento ou outro controle, para ser reposta atraves do programa dose certa. Isto nao e critica, nao sou dono da verdade, cada um na sua realidade, quem esta fora fica dificil dar opiniao. O negocio e utilizarmos esse canal (blog) nao para discutirmos com ofensas e desmoralizacoes e sim, para manifestarmos em apoio aos colegas que por ventura sofrerem injusticss por conta das mazelas governamentais em relacao ao sistema prisional. Somos TODOS batalhadores profissionais ao extremo, afinal, cuidamos daqueles que a sociedade expulsou. Parabens aos irmaos queridos.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.