terça-feira, 17 de setembro de 2013

Presos fazem ag. penitenciário refém em CDP Paulista e exigem transferências de presos, segundo DGABC

Segundo o Jornal, fato ocorreu domingo passado, 15/09/13

Fonte: http://www.dgabc.com.br/Noticia/482677/presos-fazem-agente-refem-e-entram-em-rebeliao-no-cdp-de-sao-bernardo?referencia=ultimas-editoria


Presos fazem agente refém e entram em rebelião no CDP de São Bernardo


Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

Um agente penitenciário foi rendido e feito refém por pelo menos uma hora e meia por detentos do CDP (Centro de Detenção Provisória) de São Bernardo, durante rebelião registrada na noite de domingo.

Segundo o registro da ocorrência feito pelos próprios funcionários no 3º DP (Assunção), o agente fazia a contagem e triagem dos presos detidos na ala de medidas provisórias, por volta das 16h30, quando foi rendido por grupo que estava armado com espetos.

Os rebeldes roubaram a chave do funcionário e o trancaram dentro de uma cela, exigindo a transferência de outros quatro detentos que estavam cumprindo pena em separado, em local seguro, por estarem ameaçados de morte.

O motim só teve fim após o diretor da unidade informar aos presos rebelados que o quarteto que estava em cela reservada iria ser removido para um presídio no interior do Estado.

Através de nota divulgada pela assessoria de imprensa, a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) informou que a diretoria da unidade “agiu rapidamente e controlou a situação sem maiores consequências, restabelecendo a ordem do local.” Ninguém ficou ferido.

“A SAP classifica o ocorrido como um fato isolado”, disse a Pasta. Foi instaurado procedimento disciplinar apuratório para elucidar as causas do ato indisciplinar. A Polícia Civil abriu inquérito para investigar como ocorreu o fato.

A detenção são-bernardense está superlotada com 2.318 presidiários em um espaço onde cabem 768. Motins se tornaram raros no local nos últimos anos, mas o CDP viveu pelo menos quatro rebeliões no período de um ano entre 2006 e 2007. Em uma delas, a rebelião durou cinco horas e teve dois baleados.


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.