domingo, 3 de novembro de 2013

Cinco presos estrangeiros fogem de penitenciária no interior de SP, segundo o jornal Cruzeiro do Sul.

Fonte: http://www.cruzeirodosul.inf.br/materia/513113/cinco-presos-estrangeiros-fogem-de-penitenciaria

03/11/13 | ITAÍ-SP

Cinco presos estrangeiros fogem de penitenciária


Cinco presos estrangeiros - três peruanos e dois paraguaios - fugiram da penitenciária estadual de Itaí, sudoeste paulista, no final da tarde deste sábado, 2. Até a tarde deste domingo, 3, nenhum deles tinha sido recapturado. Os condenados cumpriam pena no regime semiaberto e, para escapar, pularam dois alambrados. De acordo com a Polícia Militar, os fugitivos podem ter se embrenhado em matas e áreas de reflorestamento existentes na região.

A Penitenciária Estadual Cabo Marcelo Pires da Silva é a única do Estado que recebe presos estrangeiros. A unidade está lotada com 1.380 detentos de 82 nacionalidades, número bem acima da capacidade, que é de 792 presos. O tráfico de drogas responde por 85% das condenações. Os nigerianos formam o maior grupo, com 355 detentos, seguidos pelos 130 bolivianos, 118 peruanos, 78 paraguaios, 70 angolanos e 62 espanhóis. Os presos que fugiram trabalhavam numa horta e na oficina de costura. (AE)

3 comentários:

  1. a extradiçao e nao poder mais voltar para este pais que esta cuidando de vagabundos por causa de interesse politico

    ResponderExcluir
  2. Agentes flagram mais uma entrada de celular em CDP
    0 Comentário(s)Comunicar erros
    Rafael Ribeiro
    Do Diário do Grande ABC
    Pela segunda vez em quase um mês, detentos que cumprem pena no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Diadema voltaram a usar uma corda para tentar introduzir aparelhos celulares na unidade.

    Na noite de ontem, agentes penitenciários que trabalham no local flagraram presos da cela 2 do raio 13 puxando com uma corda uma garrafa plástica que continha quatro telefones celulares, além de baterias e um carregador.

    Foi cortada a tela de proteção da janela que dá vista para a Rua Caramuru, na Vila Conceição, a mesma da portaria da unidade, onde a outra ponta da corda estava amarrada. Ninguém, no entanto, foi detido.

    O caso não é inédito. No dia 8 de outubro, comparsas também utilizaram cordas, mas estas eram amarradas em postes e davam acesso à área usada pelos detentos para o banho de sol.

    Há duas semanas, os agentes flagraram até mesmo um buraco, aberto de forma explícita na via, onde comparsas deixavam celulares para que os presos recolhessem.

    O secretário de Administração Penitenciária, Lourival Gomes, disse em visita à região no último mês que será aberta em breve a licitação para a contratação da tecnologia que bloqueia o sinal dos aparelhos dentro das unidades prisionais.

    Só no primeiro semestre deste ano foram encontrados 6.300 telefones com detentos, contra 13.248 em todo o ano de 2012.

    A unidade local do CDP tem 1.383 presos onde cabem 576.

    ResponderExcluir
  3. Desse jeito, tudo quanto é gringo vai querer vir cumprir pena no Brasil! Leis que não funcionam, Regime Semi Aberto sempre aberto, proteção dos Direitos Humanos, regalias do governo federal, etc...

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.