quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Relato de Agente penitenciário refém na rebelião do CDP de Guarulhos II ocorrido ontem.


Divulgo esse email que recebi, não cito o nome do ASP por motivos óbvios e por ele ter me solicitado o anonimato, mas como se trata de companheiro que acredito nas suas palavras e atitudes, torno público o email.
Abaixo do email veja o VÍDEO com imagens da rebelião.

Bom dia Jenis!

Tudo começou no RCD quando os presos renderam 2 agentes com simulacros e tentaram fugir, mas foram impedidos pelo ASP da revisora que mesmo com o risco de uma arma (ate o momento não se sabia se de verdade ou não) apontada para ele fechou os portões e deixou o local.

Após a tentativa de fuga frustada, voltaram para a carceragem já com outros ASPs como reféns e abriram o raio 2, nós das outras gaiolas trancamos o que foi possível, cadeados e algemas nos portões e corremos para a parte superior da ultima gaiola e ficamos ali por um bom tempo esperando eles chegarem até nós.

Na carceragem não tem rota de fuga então não tínhamos como fugir e também não tínhamos rádios, ficamos na longa espera até que eles quebrassem tudo até nos alcançarem. Por fim quando nos alcançaram os presos disseram que ninguém ia encostar na gente e que deveríamos ir com eles até o raio.

No raio 7 ficamos na cela da faxina até que os negociadores pedirem nossa presença, foi quando atravessamos a radial no meio de quase 2500 presos e fomos para o parlatório para verem como nós estávamos.

Em seguida fomos para a cela 8 do raio 2 onde aguardamos ate o final das negociações, que se resumiram na entrada pacifica de todos para as celas contanto que o GIR não invadisse. Por fim nós mesmos que trancamos a cadeia desfizemos a barricada e saímos.

O fato começou as 9:40 e saímos as 15 horas, eramos 11 ASPs, 1 professor do Senai e 2 enfermeiras que foram liberadas no inicio, ninguém foi agredido.

Pelo que ouvimos inicialmente PARECE que os presos dos raios não sabiam o que os presos do castigo iriam fazer, eles disseram que achavam que eram os presos do seguro tentando invadir, tanto que não reivindicaram nada, apenas a não entrada do GIR na unidade.

Dentro dos raios não quebraram nada, mas destruíram inclusão, enfermaria, radial, salas de aula, biblioteca.

Bem por enquanto é isso, qualquer dúvida estou à disposição.



Veja imagens televisiva sobre a rebelião:


Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.