O diretor de segurança do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande, Charles Demetre, foi executado a tiros na noite desta quinta-feira. O crime ocorreu por volta das 22 horas.

A vítima, Charles Demetre, chegava de carro em casa, no Jardim Real, quando sofreu uma emboscada dos criminosos, sem qualquer chance de defesa.

Charles era casado e tinha quatro filhos. Ele trabalhava no CDP há nove anos.
 
N/A
Vítima foi executada a tiros quando chegava em casa, no Jardim Real