terça-feira, 23 de setembro de 2014

Evasão de presos do CPP Pacaembu conta com cobertura de criminosos.

Fonte: Ifronteira
Detentos contam com cobertura de carro para fugir do presídio de Pacaembu


Homem armado ameaçou funcionários do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) que se deslocaram para a área externa para tentar impedir a evasão dos presos


Do iFronteira




Em pouco mais de 27 horas, três presos conseguiram fugir do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Pacaembu. Em um dos casos, o mais recente, os fugitivos contaram com o auxílio de um veículo que lhes dava cobertura para conseguir escapar.

A primeira fuga ocorreu no domingo (21), por volta das 14h18. Segundo informações da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), um dos agentes de segurança do CPP de Pacaembu presenciou um dos reeducandos da unidade saltando o primeiro alambrado e passando por baixo do segundo, entre duas torres do presídio. Ele correu no sentido da pastagem da propriedade vizinha e tomou rumo ignorado.

Foram efetuadas buscas, porém, não obtiveram êxito.

No outro caso, nesta segunda-feira (22/09), por volta das 17h40, um agente que estava numa das torres do CPP de Pacaembu percebeu que dois sentenciados estavam escalando o primeiro alambrado e rompendo o segundo alambrado que cerca a unidade.

Imediatamente, a direção da unidade foi avisada e dois funcionários deslocaram-se para a área externa para impedir a evasão. No entanto, eles foram ameaçados com uma arma por um indivíduo que dava cobertura à saída dos dois sentenciados.

Em seguida, os dois evadidos e o indivíduo armado correram em direção às margens da rodovia, onde havia um carro que os aguardava. O veículo saiu em alta velocidade no sentido do trevo de Pacaembu.

A SAP esclareceu que foram elaborados Boletins de Ocorrência e instaurados procedimentos disciplinar apuratório e preliminar para a “devida elucidação dos fatos”. Quando recapturados, os sentenciados serão incluídos em unidade penal do regime fechado, segundo a secretaria.

“Ressalvamos também que as unidades penais de regime semiaberto não dispõem de vigilância armada e nem são cercadas por muralha. A permanência do preso, nesse regime, se caracteriza muito mais pelo senso de auto-disciplina e auto-responsabilidade, que propriamente por mecanismos de contenção contra evasão”, explicou a SAP, em nota oficial encaminhada ao iFronteira.

Os presos do regime semiaberto, segundo a SAP, têm permissão para usufruírem de cinco saídas temporárias por ano, nas quais se dirigem para a residência de seus familiares.

13 comentários:

  1. a hora que um asp morrer no mato tentando resgatar preso do semi aberto, eles param com essa bobagem de querer bancar policia ou heroi, fugiu, anota e pronto, ainda mais no semi aberto onde ninguem responde nada de fuga mesmo mesmo, é colonia de ferias de preso e de funcionario, deixa fugir, logo ele voltará mesmo, o estado que recapture ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc foi 10 amigo! Faça o comunicado e já era! Vagal volta sempre pro mesmo lugar!

      Excluir
    2. E tem mais! Asp vota em Asp! Chega de idiotice! Só nós gostamos de nós! Mais Ninguém! Bote em sua cabeça a não ser que se espelhe em vc mesmo! Aí é prá doer mesmo!

      Excluir
  2. E para Penitenciária de Pacaembu vão chamar Agentes pela LPT para lá quando? faltam 35 Agentes na Penitenciária de Pacaembu e não chamam por quê? estou em 7º lugar no Estado de São Paulo, 1º na unidade onde estou lotado e faltam 35 Agentes naquela Penitenciária e por que não chamam!!!!! ligo no DRHU,mas ninguém sabe explicar o que acontece?
    estou há 07(sete) anos nesta lista "prioritária" de transferência,não é 7 meses nem 7 dias são 7 anos e nada? tem colegas de profissão que estão há nada mais nada menos do que 10 anos nesta lista e nada.
    DESCULPEM A TODOS MAIS FOI SOMENTE UM DESABAFO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa q nd amigo.
      Essa sap bate o recorde de incompetencia qd se trata dessa lpt. Um absurdo q so temos esperança de melhorar com a chegada do nosso amigo jenis no congresso.

      Excluir
  3. é caro jenis mais uma fuga na madrugada no cpp de pacaembu, a chapa fervendo, mais dois ladrão fugiram.... pacaembu ta na midia...

    ResponderExcluir
  4. por hora o resgate não atirou ainda, mas é preciso chegar a acontecer , pras coisas mudarem? o perfil do preso em semi-aberto não é mais o mesmo , nao esta preso pela consciencia , infelizmente vai se tornar um semi-fechado, a populção da unidade esta alem do limite.....

    ResponderExcluir
  5. Concorco com todos os comentários acima. Todas fugas têm ocorrido em sua maioria durante o dia, mais especificamente um pouco ante das trocas de turno dia/noite. A de ressaltar a superlotação comum em todas as Unidades Prisionais do Estado, fato que não deixa de fora nem os CPPs. Capacidade para um pouco mais de 600 presos, conta hoje com mais de 1300. Há dois anos não passava de 1000, como em todas as unidades a coisa foi se deteriorando com o passar dos anos. Quanto à LPT eu particularmente deixei de entender como ela funciona, se é que há uma lógica em seu funcionamento. O colega acima seu cita a LPT deve ser um dos muitos colegas meus que também estão no aguado da mesma em alguma Unidade da GSP ou ABCD, creio eu. Também estive nessa condição por alguns anos, é esperar a boa vontade da SAP ou contar com a sorte.

    ResponderExcluir
  6. FALOU NA RADIO QUE FUGIRAM MAIS DOIS NESTA MADRUGADEA DE 24 PARA 25 DE SETEMBRO JENSI DE ANDRADE. Dois sentenciados do regime semiaberto que cumpriam pena no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Pacaembu fugiram durante a madrugada desta quarta-feira (24). Com essas fugas, a unidade já contabiliza cinco evasões em um intervalo de apenas quatro dias.

    Segundo a Polícia Militar em Pacaembu, dois sentenciados, um de 28 anos – morador de São Paulo (SP) - e outro de 31 anos – morador de Adamantina (SP) –, fugiram da unidade por volta das 4h30 desta quarta-feira (24). O delegado André Eustáquio da Fonseca também confirmou ao iFronteira a fuga dos sentenciados.

    Com essas duas fugas, a penitenciária contabiliza cinco evasões em menos de uma semana.

    A primeira fuga ocorreu no domingo (21), por volta das 14h18. Segundo informações da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), um dos agentes de segurança do CPP de Pacaembu presenciou um dos reeducandos da unidade saltando o primeiro alambrado e passando por baixo do segundo, entre duas torres do presídio. Ele correu no sentido da pastagem da propriedade vizinha e tomou rumo ignorado.

    Foram efetuadas buscas, porém, não obtiveram êxito.

    No outro caso, na segunda-feira (22), por volta das 17h40, um agente que estava numa das torres do CPP de Pacaembu percebeu que dois sentenciados estavam escalando o primeiro alambrado e rompendo o segundo alambrado que cerca a unidade.

    Em seguida, os dois evadidos e um indivíduo armado correram em direção às margens da rodovia, onde havia um carro que os aguardava. O veículo saiu em alta velocidade no sentido do trevo de Pacaembu.

    Segundo a SAP, a capacidade do CPP de Pacaembu – localizado na Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, no km 615, no Bairro São Simão - é de 686 detentos, porém estava com 1.353 sentenciados em 22 setembro – data da última atualização. Isso significa um índice de 97,23% acima da capacidade.

    Em nota, a SAP esclareceu foram elaborados Boletins de Ocorrência e instaurados procedimentos disciplinar apuratório e preliminar para a “devida elucidação dos fatos”. “Quando recapturados, os sentenciados serão incluídos em unidade penal do regime fechado”, segundo a secretaria.

    Estouraram o vitrô

    A SAP informou ao iFronteira que, por volta das 4h30 desta quarta-feira (24), um dos agentes que prestavam serviço em uma das torres da unidade escutou um forte barulho vindo do banheiro de um dos alojamentos do Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu. Imediatamente, os funcionários acorreram ao local e perceberam que alguns sentenciados estouraram o vitrô do banheiro e estavam saindo do alojamento por aquela abertura.

    Dois presos já estavam fora do alojamento, no momento da chegada dos servidores, e escalaram os alambrados correndo em direção às pastagens vizinhas ao fundo da unidade. Outros três que tentavam evadir foram impedidos pelos agentes.

    ResponderExcluir
  7. Ouvi falar que também ontem 2 fugiram do cpp, parece que é em Porto Feliz. E também em menos de 10 dias, mais uns 7 presos fugiram. No meus ponto de vista, não pode culpar os funcionários, que estão la, sem armas sem nada, para deter vagabundo que foge. Sendo que, nem muro tem. Pra esses presos, pular alambrado é fácil, até com pé nas costas, e os vagabundos ainda tiram sarro dos funcionários.Só quero ver se um dia um funcionário, que para deter a fuga, for agredido, ou atingido por um disparo. Se vai ter apoio. Ou numa perseguição, trocar tiro com vagabundo, se vai ter o apoio também... Pra não fugirem mais, tem que ter AEVPs, ou muros. Se não, caso contrário, parece que o CPP é feito pra vagabundo tirar onda, e fugir quando quer mesmo. Infelizmente... Tem muita coisa pra melhorar, inversão total de valores...

    ResponderExcluir
  8. Aevp e muralha em cpps urgente!
    Acorada sap, enfrente os problemas...

    ResponderExcluir
  9. As evasões próximas as saidinhas ocorrem porque os sentenciados ficam sabendo que NÃO FORAM AUTORIZADOS ou NÃO PREENCHEM OS REQUISITOS e se desesperam. Enquanto houver superlotação até nos CPP´s vai ser sempre assim, dificilmente será feito um trabalho individualizador e preventivo. Mas por exemplo no CPP de Pacaembu da região CRO, os sentenciados além desta problemática que é comum de todas as unidades de regime semi-aberto da SAP, tem a questão da VEC de Tupã ao qual o Juíza leva ao pé-da-letra aquela resolução que faz constar no B.I. (Boletim Informativo) se participa de facção criminosa, e consequentemente susta o beneficio causando até a REGRESSÃO DE REGIME, o que está fomentando estas sucessivas evasões naquele CPP de Pacaembu. Agora vejamos, a Juíza rígida está errada???

    ResponderExcluir
  10. O meliante que resgatou, veio calmamente com alicate de corte, cortou 2 alambrados, 2 sentenciados fugiram, e receberam cada um revolveres, e dizem que os asps não correm risco? vamos revisar esta proibição de não ter aevp, o perfil do preso mudou, em breve o resgate vai pela porta da frente, de tão fácil que esta a coisa

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.