segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Assassinado um agente penitenciário a cada 15 dias em São Paulo, desde agosto desse ano.


Esse ano foram assassinados Nove(9) agentes penitenciários no estado de São Paulo.

Oito(8) servidores penitenciários do estado de São Paulo foram assassinados nos últimos 120 dias, média de um para cada quinze dias, sem contar os agentes penitenciários que sofreram atentados e não ficaram com danos físicos permanentes.

Dois(2) trabalhavam no CDP de Praia Grande, dois(2) no CDP II de Osasco, dois(2) no Complexo Campinas-Hortolândia, um(1) no CDP de Taiúva e um(1) no CDP de Serra Azul, desses,  três eram AEVPs e cinco ASPs.

Acredito que é preciso uma séria investigação da Polícia Federal e do Ministério Público, pois não acreditamos mais na polícia civil e na secretaria da administração penitenciária, acredito também que é preciso trocar o secretário da SAP Sr. Lourival Gomes, que não se pronuncia sobre esses assassinatos, já que o desgoverno vive dizendo que são fatos isolados, que são latrocínios, ou que são assuntos pessoais, chegando a colocar em descrédito o caráter do colega que é assassinado,  o secretário como o comandante da secretaria precisa ir contra a fala desse desgoverno que vive querendo dizer para a sociedade que está tudo sobre controle.

Mas é uma UTOPIA acreditar que esse secretário irá contra o desgoverno de São Paulo, por isso temos que pressionar o desgoverno pela saída desse secretário e sua equipe.

QUEM SERÁ O PRÓXIMO? ATÉ QUANDO?

Não esqueça de pedir para o deputado que você votou para que assine o requerimento de CPI do sistema prisional paulista.


Vejam postagens sobre os 8 assassinatos em 120 dias.


No dia 14/08/14  foi assassinado o Agente de Escolta e Vigilância Penitenciária Paulo Alexandre Ribeiro Rosa, o mesmo trabalhava no CDP de Praia Grande


No dia 21/08/14 foi assassinado o agente de segurança penitenciária Charles Demetre que estava de  diretor de segurança no CDP de Praia Grande com 60 tiros, sendo 46 tiros de fuzil na porta da casa dele ao retornar do trabalho. 

Em 09/09/14, o Agente de Segurança Penitenciária(ASP) Agnaldo Barbosa Lima   que trabalha no mesmo CDP II de Osasco foi assassinado da mesma maneira, enquanto se dirigia ao CDP por volta das 5:50hs do dia 09/09/14.


No dia 07/10/14 foi assassinado o Agente de Segurança Penitenciária Cleoni Geraldo Lima que estava de diretor do Núcleo de Portaria do CPP(Centro de Progressão Penitenciária) Ataliba Nogueira em Campinas com 10 tiros.
  

No dia 02/11/14 foi assassinado o Agente de Segurança Penitenciária Marcos Azenha que trabalhava no CDP de Taiúva(região de Ribeirão Preto) com 15 tiros em frente a casa que morava e em frente a esposa dele, ele era de  Santo Anastácio(região de Prudente).


Em 22/11/14,  o Agente de Escolta e Vigilância(AEVP) Giorlandio Santos Oliveira foi assassinado em Osasco quando estava a caminho do trabalho por volta das 5:30HS, o mesmo trabalhava no CDP II de Osasco,o sepultamento será amanhã na cidade de Itapevi. 

Em 27/11/14, o AEVP Carlos Gil que trabalhava no CDP de Serra Azul foi encontrado assassinado em um canavial.


Em 13/12/14, o Agente de Segurança Penitenciária Airton Pinto da Fonseca, que trabalhava no CPP de Hortolândia, foi assassinado quando entrou em um depósito de bebidas para comprar uma água, na cidade de Campinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.