quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Mulheres esquecidas no sistema prisional paulista, e não são presas!

Texto enviado por uma agente penitenciária que está aguardando a escolha de vagas, inclusive já fizemos postagem nesse blog sobre essa situação que as agentes penitenciárias estão vivendo em alguns presídios da região da capital de São Paulo.


Veja o texto enviado pela agente de forma anônima, enviou de forma anônima por motivos óbvios.


Mulheres esquecidas

A felicidade ao passar em um concurso publico é inexplicável. A tal da estabilidade financeira deixa de ser sonho e se torna realidade. O nosso sonho foi adiado pela incerteza de uma escolha de vagas que nunca vem, gerando desse modo angustia e aflição.

O governo não pensou na vida das novas funcionarias da SAP. Somos mulheres batalhadoras: filhas, esposas, mães longe de suas famílias morando muitas vezes aglomeradas em pensões já que fazer um contrato de aluguel é temeroso, todos os dias a tal da convocação para a escolha de vaga pode surgir.

Um ano acabou outro já se iniciou e ainda não fomos tratadas com o respeito e a dignidade que merecemos. O prazo mínimo de seis meses para se inscrever na LPT foram cumpridos, porém não podemos usufruir desse direito.

Estamos na contramão da transferência para casa. Estamos privadas de organizar nossas vidas, traçar novas metas, enfim ancoramos em uma unidade provisória.

SAP queremos apenas nossos direitos garantidos por lei. Cadê nossas vagas? O dilema segue dia após dia, ligações constantes para a SAP sempre com a mesma resposta: não há previsão. 

Continuamos esquecidas e sem esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.