sexta-feira, 15 de maio de 2015

Obras da Penitenciária de Piracicaba são paralisadas, segundo Jornal de Piracicaba.

Fonte: Jornal de Piracicaba.




Obras da Penitenciária Masculina de Piracicaba são paralisadas

Gabriela Garcia
terça-feira, 12 de maio de 2015 16h10


Foto: Arquivo/Nilo Belotto/JP




A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) rompeu o contrato com a construtora Hudson, responsável pela construção da Penitenciária Masculina de Piracicaba, localizada às margens da rodovia Deputado Laércio Corte (SP-147).

Até o fechamento desta edição, o governo estadual não informou os motivos do rompimento.

Despacho da chefia de gabinete da SAP, publicado na edição da última quarta-feira no Diário Oficial do Estado, informa o rompimento de forma unilateral.

A publicação informa apenas que o gabinete acolheu integralmente um relatório apresentado pela CPOS (Companhia Paulista de Obras e Serviços) e rompeu o contrato.

A construtora poderá apresentar recurso administrativo em até cinco dias.

A reportagem do JP questionou a SAP sobre os motivos que resultaram no rompimento do contrato, mas a assessoria da Pasta informou que não seria possível levantar todas informações solicitadas até o fechamento da matéria.

A construtora Hudson também foi procurada, mas não foi possível localizar os responsáveis.

HISTÓRICO — Em março deste ano, a SAP informou que a penitenciária seria entregue até o fim do primeiro semestre deste ano. Agora, com a paralisação, as obras serão atrasadas.

Em setembro de 2014, o governo estadual havia assinado o quarto aditamento de contrato com a Hudson.

O primeiro contrato para a construção da obra foi firmado em dezembro de 2012 pelo valor de R$ 35,9 milhões — o presídio deveria ser entregue no ano seguinte.

Da rodovia, é possível ver que a estrutura da obra está, aparentemente, completa. Os muros estão totalmente construídos.

Na própria rodovia, placas sinalizam a existência de obras no trecho.

Uma imagem aérea (foto) feita pelo JP em outubro passado mostra que os pavilhões também já foram levantados. ​

A estimativa é que, depois de inaugurada, receba 768 presos em regime fechado.





Um comentário:

  1. Boa tarde, gostaria de saber de você Jenis e dos colegas informados sobre o assunto, como andam as obras no esgoto das unidades de Icém e Florínea. Vlwww

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.
Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.