sábado, 6 de junho de 2015

Proibição de revistas íntimas causa insegurança em agentes de presídios(vídeo)


Veja matéria televisiva no link abaixo:

http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2015/06/proibicao-de-revistas-intimas-causa-inseguranca-em-agentes-de-presidios.html

6 comentários:

  1. Parabéns Vinicius Leite, além de fazer essa caca ainda coloca a culpa nos asps.

    ResponderExcluir
  2. Não quero nem saber foda se a SAP.

    ResponderExcluir
  3. Este defensor só faltou falar que o Asp é que coloca entra com droga no presidio.
    Ainda tem que ouvir isso .procuradoria correria de ladrão.

    ResponderExcluir
  4. Por que não implantar também a lei que determina local adequado para a realização das visitas? Isso só depende dos Diretores e Coordenadores. Se não tiver lugar para a realização das visitas, é só esvaziar um ou dois pavilhões (entulha os ladrão nos demais pavilhões). Coloca um grupo do Cir no apoio e revista os presos na saída do pavilhão para ir para a visita e depois revista bem ele de novo quando ele sair do "pavilhão de visita", tudo com o apoio do Cir.
    A Lei que proíbe a visita íntima é a Lei n° 15.552, de 12/08/2014. E a Lei que determina lugar específico para a realização das visitas é a Lei n° 15.553, de 12/08/2014. Isso mesmo pessoal, é a lei seguinte e do mesmo dia. Abaixo vai ela na integra:

    LEI Nº 15.553, DE 12 DE AGOSTO DE 2014

    Determina que os estabelecimentos penais disponham de locais adequados para a visitação de familiares e dá outras providências

    O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:
    Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei:
    Artigo 1º - Os estabelecimentos penais deverão dispor de locais adequados para a visitação de familiares e amigos, garantindo privacidade, mesmo que sob vigilância, com o intuito de facilitar a ressocialização do preso com a família e a sociedade.
    § 1º - Vetado.
    § 2º - As visitas de que trata o “caput” deste artigo deverão respeitar as regras estabelecidas pela Secretaria da Administração Penitenciária ou os regulamentos próprios de cada estabelecimento penal.
    Artigo 2º - Vetado.
    § 1º - Vetado.
    § 2º - Vetado.
    Artigo 3º - Vetado.
    Artigo 4º - As despesas resultantes da execução desta lei correrão à conta de dotações orçamentárias próprias.
    Artigo 5º - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
    Palácio dos Bandeirantes, 12 de agosto de 2014.
    GERALDO ALCKMIN
    Lourival Gomes
    Secretário da Administração Penitenciária
    Saulo de Castro Abreu Filho
    Secretário-Chefe da Casa Civil
    Publicada na Assessoria Técnico-Legislativa, aos 12 de agosto de 2014.

    É SÓ OS AGENTES, DIRETORES E COORDENADORES COLOCAREM ELA PRA FUNCIONAR...
    OUTRA COISA, NECESSITAMOS URGENTE DE NOVA REGULAMENTAÇÃO DA FORMA DE ENTRADA DOS VISITANTES, ONDE SE ESTIPULE MENOR NÚMERO DE VISITAS POR PRESO, FIM DAS DOBRADINHAS DE VISITA (DETERMINAR QUE METADE DA CADEIA RECEBA VISITA NO SÁBADO E A OUTRA METADE NO DOMINGO), DETERMINAR QUE CERTAS PENITENCIÁRIAS OS PRESOS TENHAM VISITAS APENAS 1 VEZ POR MÊS, TEMPO MÁXIMO DE PERMANÊNCIA DE CADA VISITANTE, ETC.

    ResponderExcluir
  5. No meu ver os agentes devem deixar as unidades na mão dos presos, registrar seu ponto , cruzar os braços fora de raios e pavilhões. Agora cadê os sindicatos da categoria para rever e auxiliar os servidores para que não respondam sindicâncias administrativa por conta de políticos envolvidos com o crime organizado e desgoverno.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho receio das visitinhas entrarem com um AK 47 nas partes íntimas.

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.