quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Fornecimento de comida a presos é alvo de investigação na Grande SP


Fonte: Folha de São Paulo.
http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/01/1728884-fornecimento-de-comida-a-presos-e-alvo-de-investigacao-na-grande-sp.shtml

Fornecimento de comida a presos é alvo de investigação na Grande SP
ARTUR RODRIGUES
DE SÃO PAULO

13/01/2016 02h00
Com gastos do governo paulista que ultrapassam R$ 200 milhões por ano, a alimentação dos presos na Grande SP é alvo de investigação por suspeita de irregularidades que incluem pagamentos indevidos e "quentinhas" menores e de qualidade inferior ao previsto em contrato.

Em um dos casos, a fiscalização da Secretaria da Administração Penitenciária verificou em 2015 que, em vez da entrega de marmitex com 100 g de carne bovina, 150 g de frango ou 120 g de peixe, a empresa responsável enviara só 63 g –e de carne suína, não prevista em contrato.

Nessa mesma unidade, em Itapecerica da Serra, a entrega de presentes natalinos pela fornecedora das refeições à cúpula do CDP (Centro de Detenção Provisória) foi fotografada no final do ano.



O diretor Claudinei Teixeira de Souza acabou exonerado do cargo pela gestão Geraldo Alckmin (PSDB), por ordem do secretário Lourival Gomes (Administração Penitenciária), após a pasta ser questionada pela Folha.

No CDP de Vila Independência (zona sul), imagens registradas por agentes penitenciários mostram "quentinhas" enviadas ao presos misturadas a prego e a restos de frango (como cabeça).

Vistorias do TCE (Tribunal de Contas do Estado) nas unidades prisionais apontaram, além de má qualidade, pagamentos por um número de refeições maior do que a população carcerária existente.

PATRIMÔNIO

Até setembro de 2015, quem cuidava dos contratos com as empresas de "quentinhas" na Grande SP era Hugo Berni Neto, servidor que saiu do cargo de coordenador das 28 unidades prisionais após a Folha mostrar que, em dois anos, empresa de sua família adquiriu patrimônio milionário em imóveis.

Agora, a Secretaria da Administração Penitenciária afirma estar verificando todos os contratos de alimentação que antes eram de responsabilidade de Berni.

Promotores também investigam superfaturamento no fornecimento de alimentos ao CDP Belém 1, em contrato com empresa suspeita de fraude em licitações de municípios paulistas, no caso conhecido como máfia da merenda.

Os gastos com as refeições dos presos apresentam variações significativas dependendo da unidade prisional.

Em outubro, a diária por preso no CDP Vila Independência era de R$ 15,26 e no CDP de Pinheiros 4 (zona oeste), de R$ 13,60. Já na Penitenciária 1 de Franco da Rocha, limitava-se a R$ 8,07.

A diferença de preço é justificada pelo Estado devido à modalidade do contrato.

No caso das duas primeiras unidades, as "quentinhas" chegam prontas. Em Franco da Rocha, a empresa contrata os presos para fazer a comida e arca com os custos de manter a cozinha.

Unidades que gastam mais por preso não necessariamente têm comida melhor. Pelo contrário, dizem funcionários do sistema prisional entrevistados e que se alimentam no local de trabalho.

O cardápio básico no Estado é de três refeições diárias –em algumas unidades, há uma quarta, um lanche da tarde. No almoço e no jantar, a dieta é composta por arroz, feijão, guarnição, salada, suco e sobremesa.

O conselheiro Antônio Roque Citadini fez questionamentos sobre o cardápio em sessão do TCE.

"São tantas as alternativas de pratos para a comida dos presos que eu tenho a impressão de que ou os presos estão com problemas por estarem muito gordos de tanto que estão comendo ou eles não estão comendo nada."

OUTRO LADO

A SAP (Secretaria de Estado da Administração Penitenciária) afirma que abriu investigação em 2015 para apurar todos os contratos de alimentação das unidades prisionais da Grande São Paulo. Atualmente, a corregedoria da SAP realiza trabalho de coleta de provas e depoimentos.

Questionada sobre refeições estragadas e com prego, a pasta afirmou que fiscaliza os alimentos entregues e que, em caso de irregularidade, as empresas sofrem sanções contratuais e têm de repor os produtos no mesmo dia.

Sobre as diferenças nos valores dos alimentos, a pasta diz que "os preços das refeições podem sofrer alterações entre as unidades prisionais, pois são referentes a processos licitatórios ocorridos em diferentes épocas".
Os reajustes também seguem, nesses casos, índices diferentes.

Por isso, considera equivocado comparar preços dos alimentos das unidades.

A pasta afirma ainda que segue as regras da Secretaria de Estado da Fazenda e que as novas unidades são construídas com cozinha –para "diminuir os custos" do Estado e contribuir com a "reintegração social da pessoa presa, que adquire experiência profissional e em liberdade pode trabalhar em cozinhas industriais e restaurantes".

Nas próximas licitações, a secretaria afirma que irá seguir recomendação do TCE (Tribunal de Contas do Estado) para que haja um cardápio único no Estado.

EMPRESAS

As empresas afirmam que os valores cobrados obedecem a limites do Estado.

A Health, fornecedora do CDP de Itapecerica da Serra, também diz atuar "com observância e adequação tanto da qualidade como da quantidade, de acordo com os meandros legais, contratuais e administrativos praticados".

Sobre a fiscalização que apontou a entrega de quantidade menor de mistura e de tipo não previsto em cardápio, a Health diz seguir padrão estipulado e que esse tipo de "carne em nada desnatura ou prejudica as partes contratantes, pelo contrário, trata-se de corte de notável qualidade para consumo, resultando em vantagem ao estabelecimento prisional".

Questionada, a empresa não comentou sobre os presentes natalinos enviados ao CDP de Itapecerica da Serra, que levaram à exoneração do diretor da unidade.

A Real Food, fornecedora do CDP de Vila Independência, afirmou desconhecer a informação sobre refeições fotografadas por agentes com prego e restos de frango.

Diz seguir padrões de qualidade e que sua responsabilidade vai "até o momento do recebimento e conferência da alimentação na unidade".

Sobre a variação de preços, diz que está ligada diretamente à estrutura de trabalho, dentre outros fatores.

O ex-coordenador das prisões Hugo Berni Neto nega que seu enriquecimento tenha ligação com a sua atuação na secretaria.

Claudinei Teixeira de Souza, ex-diretor do CDP de Itapecerica, não foi localizado.


33 comentários:

  1. o engraçado disso tudo é que ninguém comenta de quem são as empresas que fornecem essa tal alimentação...

    ResponderExcluir
  2. Corre atraz porque a comida e horrível não gasta nem metade

    ResponderExcluir
  3. Na p1 de Franco da Rocha, os presos passam fome, pq o que vem de boia na marmita é brincadeira... fora a carne podre que servem até para as guardas

    ResponderExcluir
  4. Eta vila independência quando o agente não toma porrada aparece sempre um BO da direção.
    Acorda secretário.

    ResponderExcluir
  5. Comentam sim...além disso sai no diario Oficial quem ganhou licitação...o problema é que nao fiscalizam tanto desperdício e gastos, além disso, essas empresam deitam e rolam

    ResponderExcluir
  6. Pra que assistir videos de humor, ler os comentários neste blog é muito melhor.Tem ASP,e AEVP com complexo de Policia, tem pessoas que nem se conhecem e vivem se chamando de topeiras, comedias,etc.E aqueles que descobriram a pólvora, esses são os melhores.Vão trabalhar e parem de ficar matando o tempo no PC da unidade, voce foi contratado para rodar chave, e não pra ficar bancando o Che guevara...

    ResponderExcluir
  7. Isso acontece em todas as unidades onde a Real Food esta presente. Aqui onde eu trabalho eu pude presenciar uma big festa de aniversario para a Diretora Administrativa da unidade, tudo trazido pela Real Food, inclusive um delicioso bolo. Sem contar os fardos de água mineral, refrigerantes em lata, queijos, frios, sucos e muitas frutas, semanalmente entregues aqui na portaria, todas para diretoria da unidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão faz igual. Eu trabalhava na portaria, e fui receber a alimentação, chegou dois fardo de coca-cola para diretoria e não estava na nota fiscal..... mandei tudo para a copinha dos guardas, resultado nunca mais fui escalado para trabalhar na portaria........ kkkkkk.......

      Excluir
    2. Será que o dono da REAL FOOD não esta apaixonado?

      Excluir
    3. A diretora é bonita pelo menos? Porque na unidade em que atuo a diretora não tem alguns dentes e é chamada de DOUTORA

      Excluir
    4. PARA A DIRETORA TUDO E PARA OS FUNCIONÁRIOS REAL FOODa-se

      Excluir
  8. Na p4 d pinheiros nesses últimos 8 dias 6 deles nois funcionarios comemos frango fora a comida d presos q veem estragadas e leite azedo cansamos d reclamar mais nafa e feito. .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irmão, vc esqueceu da acelga cinza que acompanhou o frango. E esqueceu de citar que diversos colegas ficaram com diarréia no mesmo período, mas isso não vem ao caso, né?

      Excluir
  9. Bem, posso falar com propriedade sobre o assunto, pois trabalhei no cdp pinheiros III em São Paulo e nunca provei comida pior que a de lá, estou falando da que é servida aos guardas, não as do preso,pois acho que para o preso comer teria que trabalhar senão não deveria comer nada mesmo, enfim; varias vezes presenciei a devolução das quentinhas pois estavam estragadas, devido a essa fato passei a fazer parte do rateio entre os guardas para que um determinado preso,fizesse a nossa propria alimentação, engraçado que a Chef Grill entregava comida lá, ai mudaram o fornecedor pra ver se melhorava, mas continuava vindo no mesmo caminhão da chef grill e com o eslogan nas caixas cheff gril, que depois foram rapasdas....kkkkkkkk Ai Sap, me ajuda ai pô !!!!

    ResponderExcluir
  10. Tudo comprado e cotado como SADIA, CAMIL, BROTO LEGAL, NESTLE cadê PAZ JUSTIÇA e AMOR heim PCC

    ResponderExcluir
  11. Faz 2 anos que estou na SAP e tomei a decisão de estudar e prestar outros concursos e sair fora, qualquer lugar que seja ruim é melhor do que aqui, não pelas pessoas pois fiz vários amigos , sim pela administração, que é jegue e não se esforça para construir melhoras para o funcionário, só para os presos é que não pode faltar nada!

    ResponderExcluir
  12. Negocio lucrativo
    Compre marmitex por R$ 8,07 na Penitenciária I de franco da Rocha e venda por R$ 15,26 no cdp de vila independencia.

    ResponderExcluir
  13. Faz uma investigação em Osasco pra vê

    ResponderExcluir
  14. NÃO VEJO PROBLEMAS NISSO, HAJA VISTA QUE OS DIRETORES QUE MORAM NA UNIDADE LEVAM PERCAPITA PARA SUAS RESIDENCIAS TODOS OS MESES, E A QUANTIDADE SUSTENTARIA UMA FAMILIA DE UMA 10 PESSOAS, E TODOS SABEM E NINGUÉM FAZ NADA, AGORA UMA CESTA NATALINA QUE TEM PREVIÃO EM LEI VIRA ESSA NOVELA, ACHO QUE A SECRETARIA TEM COISAS MAIS IMPORTANTES E SÉRIAS PARA SEREM INVESTIGADAS.

    ResponderExcluir
  15. ANTES O PROBLEMA FOSSE SÓ NESSAS UNIDADES, NÉ SEU SECRETARIO, SENHORES COORDENADORES, QUANDO PEGAM UM VAGABUNDO LEVANDO CELULAR PARA DENTRO DAS UNIDADES OS JORNAIS FAZEM O MAIOR ESCARSEL, AGORA COM TUDO ISSO ACONTECENDO NAO VEMOS NENHUM ALARDE NOS NOTICIARIOS NAO É PELO MENOS ESTRANHO SORTE QUE A NOSSA IMPRENSA É TOTALMENTE SERIA KKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  16. A corregedoria poderia fiscalizar a entrada de alimentação no CDP DE SÃO BERNARDO DO CAMPO, DR CALIXTO ANTÔNIO, a alimentação está entrando sem passar no raio x.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E por isso que tem tanta droga e celular nesta unidade ass. GIR

      Excluir
  17. Isso sem contar que nos dias de visitas as "visitinhas" dos presos trazem Jumbo e consequentemente é solicitado menos BANDECO junto ás empresas que fornecem a alimentação.Façam as contas ALMOÇO e JANTA dois dias de visitas por semana quatro semanas em um mês, dá para faturar muito por que as empresas não entregam via nota fiscal e sim via pedido.ASPs passem a observar isso para comprovar.Fazendo as contas por R$ 8,07 vezes 600 BANDECOS por dia igual a R$ 4.842,00 agora multiplique por dois ( Sábado e Domingo ) R$ 9.684,00 e agora multiplique por 04 semanas é igual a R$ 38.736,00
    Agora façam as contas por R$ 15,26 que é o valor pago no CDP Vila Indepenência


    Agradeço ao Jenis pela oportunidade no espaço

    ResponderExcluir
  18. ...comida a presos... (Título da Matéria) se ta de brincadeira em jenis.

    ResponderExcluir
  19. em araraquara o frango podre que vem para os guardas e presidiários vem em baldes de manteiga de 20 litros e sempre vem estragados os frangos cheirando muito mal ai vem os presos de confiança da diretoria e da um jeitinho, tanto no frango como no cupim podre eles lavam as carne com cloro para disfarçar o cheiro podre... agora o peixe que eles servem não tem jeito!!!- é podre mesmo que serve. menti araraquara?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esqueceu de falar do arroz farelo de porco embalagem tipo A...é tanta roubalheira no estado de sp e Brasil que quando nascer homens de verdade isso vai acabar por bem ou por mau.

      Excluir
  20. Pessoal não critiquem a qualidade das marmitas, tem guarda que as levam pra casa e contam vantagem que estão no lucro.Chefes de portaria tão nem ai não

    ResponderExcluir
  21. Eitcha... prego na marmita é ferro, nosso organismo precisa de ferro se não ficamos com anemia

    ResponderExcluir
  22. E aí vc que disse que a alimentação de sbc não passa no raio X porque vc não vai lá passar sabe o horário que chega e vai reclamar pro seu chefe imediato sobre isso , reclamar que o funça tira lixo isso vc não faz comédia!

    ResponderExcluir
  23. ENQUANTO ISSO, AUMENTO PARA NÓS FUNCIONÁRIOS É LENDA, E A IMPRENSA NÃO FALA NADA, SOMOS A PARTE FRACA MESMO, E ESSES FUNCIONARIOS QUE FICAM ATRAS DE DENUNCIAS CONTRA DIRETORES, DENUNCIEM O DESCASO DO GOVERNO COM OS FUNCIONARIOS PUBLICOS ESTADUAIS.....

    ResponderExcluir
  24. Sabe oq essa história contribuiu para a vida do Guarda? Menos alimentação! Serio, estão falando em restringir a bóia no cdp iv! É isso oq vc ganha por trabalhar 10x mais dq nas outras cadeias... mais trampo e menos bóia! Em tempo, pq não adotar o modelo da sede 2 da Sap? Vale diário de 22 contos!!! Assim eu almoço salmão todo dia...

    ResponderExcluir



Seu comentário é bem vindo, porém não será postado caso o moderador entenda que existam ofensas ou que não se aplique ao assunto da postagem.

Identificando-se, sua crítica, favorável ou contrária, terá mais credibilidade e respeitabilidade junto aos leitores.

Comente a postagem, para perguntas ou bate papo com o autor do BLOG,
jenisdeandrade@yahoo.com.br,
Jenis de Andrade no Facebook.